quinta-feira, 24 de Abril de 2014, 19:41
Pesquisa
pesquisar
Emprego Imobiliário Motores
iPad
Museus e palácios abertos à noite com entradas gratuitas

11 de Maio, 2011
Visitas guiadas, leituras, concertos, ateliers para crianças e animações históricas são algumas das propostas de museus e palácios em todo o país no próximo sábado, Noite dos Museus, com entradas gratuitas a partir das 18 horas.

Originalmente criada na França, em 2005, a Noite dos Museus passou a ser também anualmente celebrada em Portugal, e tem tido uma adesão crescente de museus e palácios tutelados pelo Instituto dos Museu e da Conservação (IMC) e da Rede Portuguesa de Museus (RPM), dispersos por todo o país.

No Dia Internacional dos Museus, a 18 de Maio, as entradas serão igualmente gratuitas entre as 10 e as 18 horas, segundo o IMC.

Na Noite dos Museus, a Casa-Museu Dr. Anastácio Gonçalves, em Lisboa, inaugura uma exposição com obras de Ana Pissarra, Cristina d' Eça Leal, Flávia Vieira, Rachel Korman e Tiago Mestre.

O Museu da Água promove, pelas 20.30 horas, uma travessia do Vale de Alcântara com observação de algumas espécies de animais no parque florestal de Monsanto e uma visita ao Reservatório da Mãe d’Água das Amoreiras, às 21.30 horas, com passagem pela exposição de Guilherme Parente intitulada “O Barco do Rei".

Também em Lisboa, no Museu Arpad Szenes Vieira da Silva, a partir das 11 horas há música, teatro e contos com a narradora Ágata Mandillo, e no Museu da Música, às 18, abre uma exposição de memórias musicais.

Num dos mais importantes museus nacionais de Lisboa, o de Arte Antiga, a partir das 20 haverá actividades lúdicas para os mais novos (o jogo "Pictionary"), um concerto pelos Pequenos Violinos da Orquestra Metropolitana de Lisboa, pelas 21.30, e a inauguração de uma exposição paralela do Museu do Design e da Moda (MUDE).

No MUDE, a exposição fará uma interacção conceptual entre o design contemporâneo e a história das artes, entre a pintura e as artes decorativas, com extensão ao domínio da moda, e no Museu de Arte Antiga haverá uma selecção de peças em articulação com o circuito da exposição permanente.

No Porto, o Museu Nacional Soares dos Reis celebra a Noite dos Museus a partir das 17 horas com uma aula aberta de piano e explicação do instrumento, para crianças até aos 12 anos, a cargo da Escola Música e Sons, com a professora Maria João Fernandes, e uma visita-guiada à exposição permanente.

Na mesma cidade, o Museu do Papel Moeda realiza uma acção de rua a partir das 15 horas sobre "No Poupar Vai o Ganho", tendo como ponto de partida a articulação das colecções do museu com a actual crise financeira e económica do país.

Também organiza um desfile de personagens históricos que apresentam a evolução do dinheiro em Portugal, na Praça Carlos Alberto.

No Alentejo, o Museu Municipal de Estremoz fará, entre as 18 e as 24 uma demonstração de Bonecos Dançarinos pelo artesão José Tendeiro com bonecos típicos, complementando a actividade com poesia popular.

No Museu de Aveiro, entre as 10 às 24.00 horas haverá gastronomia, uma exposição, música e a primeira mostra de doçaria conventual e produtos tradicionais portugueses.

Na região do Algarve, o Museu de Portimão organiza, entre as 9.00 e as 22.00 um passeio temático e a 11ª Corrida Fotográfica de Portimão, enquanto o Museu Municipal de Faro apresentará um espectáculo de animação às 21.30.

Lusa/SOL

Tags: Museu, Cultura



4 Comentários
Kalvin
14.05.2011 - 18:28
Ora aqui está uma decisão acertada, pena que não seja todos os dias até às 22:00, por exemplo. Pelo menos no Verão, já não digo no Inverno pois dificilmente as pessoas irão sair de casa com chuva e frio à noite, mas no Verão ainda é de dia até às 21:00 pelo que era óptimo como alternativa aos centros comerciais.
fisga
13.05.2011 - 08:48
Só uma noite?
Os museus deviam estar abertos todas as noites até às 01h00m.
Nertor
11.05.2011 - 15:52


Há outros países que organizam estes inventos muito antes de 2005. E tem sido um sucesso gigantesco.


Ruas cheias, transportes públicos gratuitos das aldeias para as cidades todos colaboram transformando as Cidades e museus casas cheias de vida.


Não basta o circo vir a Cidade para ter sucesso tem que haver logística e publicidade.


jooliveira
11.05.2011 - 15:24
Esperemos que estejam salvaguardadas as condições de segurança, não só dos trabalhadores, mas dos cidadãos e das obras de arte e que depois não venham alegar que as questões orçamentais não permitem melhores condições de segurança.
Aguardemos!


PUB
PUB
Siga-nos
CD Carríssimas Canções de Sérgio Godinho
Assinaturas - Revista FEEL IT (PT)
Siga o SOL no Facebook


© 2007 Sol. Todos os direitos reservados. Mantido por webmaster@sol.pt