sábado, 19 de Abril de 2014, 10:46
Pesquisa
pesquisar
Emprego Imobiliário Motores
iPad
À beira da bancarrota, Rangers 'entrega-se' a uma consultora financeira

16 de Fevereiro, 2012
Um dívida fiscal a rondar os 10 milhões de euros, a par de um passivo a rondar os 90 milhões de euros, atirou o Glasgow Rangers para as mãos de uma financeira, para evitar que o histórico clube inglês caia no abismo da bancarrota. A Associação de Futebol Escocesa (AFE) já retirou 10 pontos aos 'protestantes' no campeonato.

As dificuldades económicas do Rangers há muito que vinham sendo anunciadas, mas o clube não conseguiu evitar uma disputa com as autoridades fiscais do país. Em causa estão 9 milhões de euros de dívidas fiscais acumulados durante os nove meses da anterior administração do clube.

A quantia, a par do passivo que o clube já regista, levou os responsáveis do Rangers a recorrer a uma consultora financeira, a Duff & Phelps, para gerir as finanças do clube e evitar que entre em bancarrota. No pior dos cenários, o Rangers poderá ser obrigado a pagar quase 100 milhões de euros de uma vez para pagar as suas dívidas ao fisco.

«As obrigações [passivo], combinadas com a incerteza quanto à decisão do tribunal de impostos do primeiro nível, levou a que a única alternativa para o clube fosse reestruturar as suas finanças», disse Craig Whyte, presidente que foi obrigado a 'entregar' o clube à consultora financeira.

O Glasgow Rangers, com 54 campeonatos escoceses conquistados, é um clube com mais títulos internos conquistados no mundo. Em 2008 esteve na final da Taça UEFA, perdida para o Zenit São Petersburgo. Actualmente, e após a redução de pontos, está a 14 pontos do líder da liga e seu arqui-rival, o Celtic.

AP/SOL




0 Comentários


PUB
PUB
Siga-nos
CD Carríssimas Canções de Sérgio Godinho
Assinaturas - Revista FEEL IT (PT)
Siga o SOL no Facebook


© 2007 Sol. Todos os direitos reservados. Mantido por webmaster@sol.pt