quinta-feira, 17 de Abril de 2014, 22:34
Pesquisa
pesquisar
Emprego Imobiliário Motores
iPad
Governo privatiza empresas com lucros de 174 milhões

28 de Junho, 2011por Frederico Pinheiro
O novo Executivo liderado por Pedro Passos Coelho irá avançar com a privatização da gestora dos aeroportos nacionais ANA – Aeroportos de Portugal, dos CTT e da transportadora aérea TAP, segundo o Programa do Governo hoje apresentado.

Todas estas empresas, com capital 100% público, registaram lucros acumulados de 174,2 milhões de euros em 2010.

Os CTT registaram resultados positivos de 56,3 milhões de euros, a ANA 55,6 milhões e a TAP transporte aéreo 62,3 milhões.

Contudo, o novo Executivo espera encaixar uma verba substancial que utilizará para abater a dívida pública.

O negócio do transporte aéreo da TAP, segundo disseram analistas do sector, está avaliado em 1.000 milhões de euros. A empresa melhor posicionada para adquirir a empresa nacional é a brasileira TAM. O objectivo é potenciar as ligações da TAP á América Latina, aos PALOP e à Europa.

Já no sector aeroportuário, para além da privatização da ANA, o novo Governo irá estudar a passagem da gestão dos aeroportos dos existentes nos Açores e na Madeira para os respectivos Governos Regionais.

frederico.pinheiro@sol.pt

 




35 Comentários
Renato Nunes
29.06.2011 - 01:13
Carapeteiro
Nao e novidade se lhe disser que o Estado Novo era um Esatdo que em muita coisa actuava a moda Fascista. Era algo muito comum existindo nos anos 30 em varios paises europeus...na Alemanha, na Italia, em Espanha, na Romenia, etc..etc...o de Salazar -- era demasiado nacionalista para aceitar e implementar a 100% ideologias que viessem de fora -- era talvez um Fascismo aportuguesado, mais brando e, como tal, menos eficiente que os usados no exterior.
Mas na economia o Salazar era muito a favor de coisas patrocinadas e controaldas pelo estado. Recorda-se dos Planos de Fomento que ate podiam chamar-se Planos Quinquenais ?
Talvez por isso que os Portugueses, mesmo hoje em dia, depois de verem a rebaldaria que tem sido, ainda estao prontos a aceitar de bracos abertos a intervencao Estatal a todos os niveis.
Habitos antigos morrem muito devagar.
Eu pelo que vejo por esse Mundo fora e que quase sempre --e ha obviamente excepcoes validas -- que o Estado se emiscui na vida das empresas --seja com capital, subsidios ou gestores publicos -- estamos na verdade a viver , pelo menos em trmos economicos, em regime FASCISTA !
Carapeteiro
29.06.2011 - 00:28
"O estado não serve para gestor de empresas."
Não é bem assim, porque o estado nunca gere nada, nomeia gestores, que são competentes ou não.
No tempo do Salazar o Estado devia ser bom gestor, porque Águas, CP, CTT e outra era tudo estatal. E havia uma teoria para isso: os monopólios naturais ou não devem ser estatais.
Uma sugestão a estes privatizadores: privatizem também as prisões, passariam a dar lucro.
Renato Nunes
29.06.2011 - 00:17
Nao pode ser privatizar apenas as que dao lucros.
Ha que desfazer-se -- principalmente -- daquelas que nao dao lucros, se bem que sejam as mais dificies de vender.
O Estado raramente e um bom gestor.
E os gestores de empresas em que o Estado mete o nariz sao na sua grande maioria excessivamente pagos e raramente competentes. Sao politicos com tachos !
A reprivatizacao deve seguir em frente pois qaunto menos empresas onde o Estado mete o bedelho existirem menores serao as comparticipacoes pedidas aos portugeuse que ja estao apertando cintos mais que o suficiente.
Deixem os capitalistas gerir as empresas mas nao lhes deem subsidios ou isencoes fiscais.
"Free Market" tem de ser capitalismo e empreendorismo que nao necessita da Teta do Governo.Quando o Governo da a Teta ao capitalista entao passamos a ter Fascismo !!!
Empresas publicas sao quase sempre mal geridas quando debaixo do olho de burocratas partidarios.
Ficam como o Governo...tornam-se noutra burocracia !
Carapeteiro
29.06.2011 - 00:16
É assim, nacionalizam-se prezuízos e privatizam-se lucros. Quem paga devem ser as almas do outro mundo, nós não.
quartocrescente
29.06.2011 - 00:07

gipsyking
28.06.2011 - 23:48


Está um bocadito desfasado da realidade:

Quem se foram, foram as rosas.

As laranjeiras já floriram e deram fruto.

Muito azedas, para alguns como vc.

Mas frutos ... que as roseiras nunca deram, a não ser flores para engalanar os banquetes e as festarolas pagos à conta dos Portugueses.
gipsyking
28.06.2011 - 23:48
Vão-se as laranjas, ficam os dentes...
LuisLopes777
28.06.2011 - 23:47
aoms
28.06.2011 - 22:47

Não te preocupes, porque se há quem tem dinheiro para comprar estas empresas, são os teus amigos, os que estavam lá, há três meses atrás.
Eles que tanto "defendem" quem não tem possibilidades, que comprem os CTT ou a TAP e oferecem viagens a quem não tem dinheiro.
Aderitos
28.06.2011 - 22:54
Vendam também os cemitérios visto que os moradores não pagam tusto para o estado, pode ser que assim começem a pagar aos privados. E façam resurgir o slogan anarca "LEVANTEM-SE MALANDROS QUE A TERRA É DE QUEM A TRABALHA" por mim não há problema, porque já deixei em testamento que quando morrer quero ser CROMADO e a seguir CREMADO na siderugia nacional, na siderugia nacional porque sou um nacionalista.
aoms
28.06.2011 - 22:47
EI Meus Caros anda por ai muitos direitistas histéricos ao ponto de não lerem bem as noticias.
Quando se fala de privatizar empresas que dão lucros de 174 milhões de euros por ano vem estes calhoadas falar em empresas que recebem bónus do estado. porque não privatizam o metro do porto que nos últimos 12 anos teve uma gestão totalmente do PSD. porque não privatizam STCP, Carris, CP, TAP,RTP Toda. deixem se demagogias e actuem onde devem actuar, privatizem câmara municipal de Gaia,e muitas outras que se encontram como esta falida.
E deixem de ser hipócritas e defensores daquilo que não conhecem.
AJPC
28.06.2011 - 22:47
ESTES DOIS JAVARDAS JÁ SE PREPARAM PARA GANHAREM UNS MILHÕES. SÓ FALTA SABER QUEM VAI SER O COMPRADOR.
professorvicente
28.06.2011 - 21:54
Os JAVARDOS que viviam "à custa" continuam a lembrar-se do REI dos VÍGAROS.
VERGONHA DE GENTE...
quartocrescente
28.06.2011 - 21:41
A esquerdalha está histérica com as privatizações.

Para essa gentalha, tanto faz que o "Público" dê milhões de prejuízos ao Estado, à Nação, aos Portugueses.

Empresas que antes da abrilada davam emprego a milhares de portugueses, e produziam riqueza para país, tornaram-se no covil dos arrivistas pés-descalços, que sem qualquer competência ou capacidade, transformaram essas empresas em cancros sugadores dos impostos de quem trabalha.
Que encheram os bolsos a esses arrivistas e oportunistas pseudo de esquerda.

Agora clamam e esperneiam contra as privatizações.

É normal: numa empresa privada, só "sobe" de posto e só se mantém como empregado quem trabalha e quem produz.

Nas públicas, é o fartar vilanagem.

Vilanagem essa que pôs Portugal onde hoje está. Mas que ainda não está satisfeita: quer ver Portugal ainda mais miserável.

Haja paciência.
Antiesquerdalha0004
28.06.2011 - 21:37
Os esquerdistas dividem-se em 2 grupos: os espertos que sabem muito bem que as suas políticas só trazem desgraça e é isso mesmo que querem, um povo angustiado sempre a queixar-se. E os analfabetos que seguem ideias sem as estudar. Mas algum destes 2 grupos e vai à feira comprar fruta podre??? Ou compra as melhores? Querem empresas públicas? Fiquem com as podres e não são tão poucas como isso!
00SEVEN
28.06.2011 - 21:36
paulopires68f
28.06.2011 - 18:49

Já está a começar a sentir os bolsos sêcos por acabar o 'unto', hein?

Vamos vêr se conseguimos acabar com tôdos como V. porque o país faliu por vossa causa!

Deviam era ser todos julgados como foi o Madoff e espremer tudo que tiraram, cá para fora!
quem
28.06.2011 - 21:33
Vender a TAP tudo bem.

Vender a ANA é um erro. É como vender a REFER. (A diferença entre a CP e REFER é que a primeira são os comboios, a segunda os carris...)

Uma coisa é ceder, vender, ou concessionar o negócio; outra é vender a infra-estrutura onde o negócio assenta.

A ANA é a empresa pública que gere o espaço aéreo aberto à aeronavegação civil. Uma empresa destas, até pela importância ao nível da soberania, não deve estar nas mãos de privados, mas do Estado.

Do mesmo modo sou contra a privatização das Águas de Portugal. O exemplo americano de apropriação - e não só exploração comercial - da água demonstra bem o perigo que se corre.

Se venderem a ANA e esta ficar nas mãos de um monopólio, como é que vai ser? Uma coisa como a gestão da navegação aérea não deve estar sujeita ao princípio do lucro, mas apenas ao princípio da segurança.
00SEVEN
28.06.2011 - 21:31
Força!

O estado não serve para gestor de empresas.

Serve para regular e supervisionar as empresas no interesse supremo da nação e dos portugueses.

Acabar com os cargos de gestores públicos e polos de corrupção que são as EP's.

Eles que vão trabalhar no duro e mostrem os resultados aos empresários.
quartocrescente
28.06.2011 - 20:31
Gritar pelo Zeca talvez berre o Diogo...
BIAFRA
28.06.2011 - 19:41
Se dependesse destes dois senhores (apenas) eu até lhes dava o beneficio da duvida.
Mas o nosso futuro não depende nós.
Uma coisa é certa,nunca o governo nos dirá a realidade do país,compete-nos a nós estar atentos e preparar nos para a saída do euro...
Os governos são como os treinadores de futebol, até que o jogo acabe diz sempre que a equipa vai ganhar o jogo.......
Caganosbenfas
28.06.2011 - 19:33
Acabaram-se os mamões estilo Zeus! Deixa de trabalhar malandro, à custa do Estado, que somos EU Também! Em frente Passos, extingue esta corja de parasitas e tudo o que dê lucro à minha custa!
Zeus
28.06.2011 - 19:18
Mais políticas criminosas para acabar com Portugal.

Foram estes mesmos partidos que inciaram as privatizações com os governos de Cavaco Silva e da AD. Privatizaram todas as empresas estratégicas (PT, EDP, GALP). Viu-se o resultado. Hoje Portugal paga as telecomunicações mais caras da UE, a electrecidade mais cara da UE e os combustíveis mais caros da UE.

Estes mercenários venderam o País por pataco-e-meio. Não contentes, agora querem privatizar o que resta das empresas do Estado que dão lucro. Vai ser a ruina do País só para encher os bolsos a estes mercenários.

Se fossem todos regados com gasolina e aquecidos com um fósforo só se perdia a gasolina e o fósforo. De resto era tudo lucro.



PUB
PUB
Siga-nos
CD Carríssimas Canções de Sérgio Godinho
Assinaturas - Revista FEEL IT (PT)
Siga o SOL no Facebook


© 2007 Sol. Todos os direitos reservados. Mantido por webmaster@sol.pt