quinta-feira, 24 de Abril de 2014, 22:37
Pesquisa
pesquisar
Emprego Imobiliário Motores
iPad
Bastonário diz para Governo avançar com novo aeroporto

12 de Janeiro, 2012
O bastonário da Ordem dos Engenheiros defendeu hoje que o Governo devia avançar com a construção do novo aeroporto de Lisboa e afirmou que o Plano Estratégico dos Transportes (PET) deve definir uma estratégia a longo prazo.

«Devia avançar-se com o novo aeroporto», disse Carlos Matias Ramos aos jornalistas, à margem de um debate sobre o PET, organizado pela Ordem dos Engenheiros e a decorrer em Lisboa.

Para justificar a sua posição, o bastonário afirmou que o aeroporto da Portela «vai saturar a curto prazo e um novo aeroporto não demora menos de sete anos» a construir.

Carlos Matias Ramos sustentou que a construção do novo aeroporto permitirá evitar que o aeroporto de «Madrid se sobreponha ao de Lisboa», sublinhando que «a evolução do crescimento do tráfego de passageiros na Portela tem sido notável e não se está a afastar das previsões».

Segundo o PET para o período 2011-2015, «o Governo irá dar orientações para que sejam revistos os pressupostos que serviram de base à decisão de construção do novo aeroporto de Lisboa, dando prioridade à rendibilização da capacidade disponível no aeroporto da Portela».

Questionado pelos jornalistas sobre o PET, o bastonário afirmou tratar-se «mais de um orçamento do que de um plano», referindo que o documento tem «uma lógica financeira e pouco estratégica».

Carlos Matias Ramos defendeu que «planos desta natureza devem ser consensuais para o desenvolvimento do país e independentes do Governo», acrescentando que devem «ser sustentados em políticas de Estado e não em políticas de governo».

Neste sentido, o bastonário criticou ainda as «variações constantes» no que diz respeito aos anúncios dos últimos governos sobre projectos infra-estruturas, argumentando que «a não consolidação de estratégias para o investimento público cria expectativas que depois não se concretizam».

Lusa/SOL




20 Comentários
Antonyjunior
13.01.2012 - 20:27
AJPC
13.01.2012 - 19:27

Ai, ai...Mónica! Nunca li um comentário tão, tão desenquadrado! Valha-a Deus, rapariga!
Já leva tempo de acertar nas coisas básicas!
AJPC
13.01.2012 - 19:27
Antonyjunior
13.01.2012 - 18:19

Diz lá ó filha, como é que consegues ser tão aldrabão, tirastes o curso junto com o teu chefe, Troika-Passos, ou será que o teu instinto de aldrabão, já é de nascença. Quanto a gajas filha, elas comem bolota como tu, não te preocupes, tens ração por muito tempo.
Antonyjunior
13.01.2012 - 18:19
AJPC
13.01.2012 - 13:49

Mónica vá perguntar ao francês sobre o descaminho de 20 milhões gastos na compra de acções à SLN, dona do BPN.
Nessa tua banda só há gajas com carrapatos a gostar de comer bolota! Já a parasol deu-lhe para ser o cavalo de montada do CondedeMenteTriste!
Não têm nada melhor que vocês!?
CondedeMenteTriste
13.01.2012 - 14:45
Responder ao parasol é descer ao nível dele que é inferior ao das minhocas, vermes que vivem nos lodaçais!!!
Abrindo excepção para tão refinado finório, e com a devida vénia ao CUICO, reproduzo uma quadra em que tal personalidade se encaixa perfeitamente:

«Os finórios de eleição,
Uns refinados marotos,
Têm menos cotação
Que as ratazanas dos esgotos!»

condedementetriste albardeiro e ferrador

AJPC
13.01.2012 - 13:49
Antonyjunior
12.01.2012 - 23:14

Se este empreendimento arrancar e for uma mais valia, espero que o Tribunal de Contas dê o seu aval.
Para arranque de obras para amigos, ilegais e sem o visto do TContas, já chegam as do socialista Sócrates.

PARA TI OS LADRÕES SÃO UMA MAIS VALIA... OU SEJA, ASSALTAM BANCOS OS RAFEIROS ALARANJADOS E, ACHAS NORMAL!!!!!!!!!!!!!!
parasol
13.01.2012 - 12:59
goncaloa
12.01.2012 - 23:00 Não entendeu a 3 palavras pelo simples facto que há dinheiro...
Onde é que descobriste que não há? Nos teus bolsos?

parasol
13.01.2012 - 12:57
Platao
13.01.2012 - 02:43 Não te esqueças da PPP que leva mais dinheiro que todas as outras: a Lusoponte, filha do genial Catroika...
Como propões acabar com ela? Deitas a Ponte Vasco da Gama abaixo?
parasol
13.01.2012 - 12:56
CondedeMenteTriste
13.01.2012 - 10:19 Se tu mandasses andavamos montados em burros porque cavalo era um investimento muito grande...
CondedeMenteTriste
13.01.2012 - 10:19
Sim senhor, boa ideia dum bom idiotário!!!
Vamos fazer um novo aeroporto, pedimos emprestados, se alguém ainda emprestar, mais uns milhões, distribuímos esses milhões pelos parceiros, amigos e conhecidos, a dívida aumenta, aumentam os juros, diminui o crédito, aumenta o défice aumenta-se a carga fiscal à conta de pagar a dívida e reduzir o défice, as empresas deixam de ser viáveis e fecham e com a recessão que vai por todo esse mundo as viagens de avião diminuem e o aeroporto fica sem utilidade!!!
No final não se paga o que se deve e fica tudo contente por terem um aeroporto novo sinal inequívoco do desenvolvimento nacional!!!

condedementetriste albardeiro e ferrador


Platao
13.01.2012 - 03:37
O "betunario" da ordem dos engenheiros devia dar-nos tambem a sua opiniao sobre os "investimentos" em PPPs nas obras alucinadas da xuxaria. Foram poucos...
Platao
13.01.2012 - 02:43
O "betunario" da ordem dos engenheiros devia dar-nos tambem a sua opiniao sobre os "investimentos" em PPPs nas obras alucinadas da xuxaria. Foram poucos...
Antonyjunior
12.01.2012 - 23:14
Se este empreendimento arrancar e for uma mais valia, espero que o Tribunal de Contas dê o seu aval.
Para arranque de obras para amigos, ilegais e sem o visto do TContas, já chegam as do socialista Sócrates.
pedescalco
12.01.2012 - 23:02
..


desde que seja o senhor bastonário a pagar do bolso dele, não me importo!

goncaloa
12.01.2012 - 23:00
Só se for a utilização civil do aeroporto de Alverca para as low cost....
sim porque sr bastonário " Não há dinheiro" ....quer que repita " não há dinheiro" qual das três palavras não entendeu ?
quijote
12.01.2012 - 22:44
O que é preciso é haver obras. Mas olhe que o caminho de ferro para Madrid tem prioridade. Se for preciso mais aeroporto pode-se usar o do Montijo e tirar os pássaros de lá.
MPortugal
12.01.2012 - 22:32
Gente do LNEC é sempre outra coisa.
jordi24
12.01.2012 - 20:39
Já tinhamos que aturar os "bestasionários" dos advogados e dos médicos, e ainda vem agora este!...
gipsyking
12.01.2012 - 20:35
O problema é que o gajo com visão estratégica foi corrido e puseram lá um bando de merceeiros...
quijote
12.01.2012 - 20:18
A nação está em guerra civil desde a morte de Salazar. Não há consenso possível entre os portugueses.
Sensor
12.01.2012 - 20:12
Apoiado Sr. Bastonário.

Especialmente quando afirma que «planos desta natureza devem ser consensuais para o desenvolvimento do país e independentes do Governo», acrescentando que devem «ser sustentados em políticas de Estado e não em políticas de governo». Ora, é exactamente aqui que reside o busílis da questão. É esta incapacidade para uma visão consensual em torno de meia dúzia de objectivos centrais de interesse nacional que conduziu esta espelunca ao ponto a que chegou.


PUB
PUB
Siga-nos
CD Carríssimas Canções de Sérgio Godinho
Assinaturas - Revista FEEL IT (PT)
Siga o SOL no Facebook


© 2007 Sol. Todos os direitos reservados. Mantido por webmaster@sol.pt