domingo, 20 de Abril de 2014, 19:24
Pesquisa
pesquisar
Emprego Imobiliário Motores
iPad
Catroga admite necessidade de reajustar programa de auxílio

12 de Fevereiro, 2012
O antigo ministro da Economia, Eduardo Catroga, admitiu hoje a necessidade de reajustar o programa de auxílio a Portugal, por iniciativa da troika, porque os seus pressupostos mudaram, depois da Alemanha ter dito que Berlim estava disposto a tal.

«A troika é que deveria tomar a iniciativa de fazer o reajustamento, eu interpreto as palavras do ministro alemão nesse sentido, porque foi a troika que aceitou um determinado conjunto de pressupostos, feitos em Abril, Maio. Agora quando fizerem um ano em Abril, maio, precisam de ser reavaliados», disse Eduardo Catroga, à margem de uma conferência no Instituto Superior de Economia e Gestão.

«A primavera é o momento oportuno para fazer essa reavaliação», acrescentou Catroga, que liderou a delegação do PSD que negociou o plano de resgate com a troika, quando o partido estava ainda na oposição.

Na passada semana, numa conversa informal durante a reunião de ministros das Finanças da zona euro, o ministro das Finanças alemão disse que a Alemanha estava pronta a reajustar o plano de apoio a Portugal, caso houvesse necessidade, depois da questão Grega estar resolvida.

Lembrando que o plano assinado entre Portugal e a troika do Banco Central Europeu, do Fundo Monetário Internacional (FMI) e da União Europeia prevê uma reavaliação trimestral e assenta em pressupostos, que terão de ser reavaliados.

Um pressuposto «fundamental», frisou Catroga, apontava para um crescimento da economia europeia de dois por cento, sendo as estimativas actuais de quebra do crescimento na Europa de 0,5 por cento.

«Um segundo pressuposto é que troika deu como bom uma estimativa apresentada, pelo então governo socialista de José Sócrates, que apontava para um défice público de 5,9 por cento do produto interno bruto, em 2011, sem receitas extraordinárias, e o que se veio a verificar e que foi de 7,2 por cento, sem receitas extraordinárias (...) o que não pode deixar de ter implicações nos objectivos para 2012 e 2012», acrescentou.

Outros dois pressupostos, disse ainda, é que não haveria problemas maiores no financiamento das empresas públicas, nomeadamente as de transporte, o que não veio a acontecer e que seria necessário 12 mil milhões de euros para recapitalizar a banca portuguesa, e que, no final, tal não será necessário.

«Há aqui pressupostos que precisam de ser reajustados e eu diria que é a troika que tem de fazer esse reajustamento. Portugal está a cumprir, está a fazer tudo aquilo a que se comprometeu. Qualquer reajustamento que venha ser feito, tem de ser feito por iniciativa da própria troika porque os seus pressupostos precisam de ser reajustados», afirmou.

«É muito reconfortante saber que, se por acaso - e não é pelo facto de Portugal não ter cumprido - essas alterações de pressupostos determinarem que ainda não é possível regressar normalmente aos mercados no segundo semestre de 2013, vamos continuar a ter apoios», disse Catroga.

O ex-ministro participava na conferência Meet, Learn and Grow, dos antigos alunos do Instituto Superior de Economia e Gestão, em Lisboa.

Lusa/SOL




18 Comentários
JA082MF
13.02.2012 - 11:44
Este mafioso tem que justificar os 40.000 da EDP com conversa fiada !! vai é trabalhar seu gatuno , tu e a cambada de xulos que estão no poleiro !!
Alfredo Da Costa Pinto
13.02.2012 - 09:40
Será que este atrasado mental não vê que já mete nojo, o que vem dizer qualquer criança sabe, esta corja do psd são todos iguais uns lembe botas.

Levam-nos o nosso dinheiro e com certeza vão pôlo no estrangeiro.

Será que já não há lugar na casa amerela para estes débeis mentais?
Portugalix
12.02.2012 - 18:52
Este não faz parte do bando BPN? Que como premio agora foi para EDP dos chineses.
Manuel Rocha Rocha
12.02.2012 - 18:40
O antigo ministro da Economia, Eduardo Catroga, admitiu hoje a necessidade de reajustar o programa de auxílio a Portugal, por iniciativa da troika, porque os seus pressupostos mudaram, depois da Alemanha ter dito que Berlim estava disposto a tal.


ESTE DESCOBRIO A PÓLVORA...AFINAL NÃO ERA NADA DO QUE SE PODIA ESPERAR...ALIÁS O JOGUETE PREPERTADO NAS NEGOCIAÇÕES FORAM PRA INGLÊS VER.

JÁ SABÍAMOS QUE AS NEGOCIAÇÕES QUE CATROGA LEVOU A CABO COM A TROYCA NÃO NOS LEVAVA A LUGAR NENHUM!
mundonovo50
12.02.2012 - 18:29
este já conseguiu o que queria um belo taxo aos 70 anos depois de ter uma reforma choruda de perto de 10 000 euros, este piegas devia deixar-se de pintelhices
gipsyking
12.02.2012 - 17:33
Olha, um pentelho nepotista falante!...
neves2323
12.02.2012 - 16:37
este so merece um tiro na cabeca.......
ABA
12.02.2012 - 16:26
Como é que a juventude há-de ter trabalho se há indivíduos como este que têm uma dúzia de empregos ganhando milhões só por estarem presentes?!!!
A CGTP esquece-se destes casos neste país de gerontes e seus afilhados.
Até para dirigir o CCB foi escolhido um com reforma milionária do PEuropeu. Talvez depois dele apareça um neto capaz de exercer tão difícil cargo....
Até o Sampaio com reforma milionária de PR foi para Guimarães ganhar outra sinecura choruda...
Este pobre país está cheio de gente desta e com polícias na insolvência como tanta gente que fez conta à vida que os governos furaram e nunca são presos nem julgados.
fátima, fado e futebol.......
jooliveira
12.02.2012 - 15:54
Agora já é preciso reajustar?

Olhe lá sabe de alguma coisa sobre o BANDO DO BPN e dos BANDIDOS que nos roubaram?
Zeus
12.02.2012 - 15:29
Este focinho de Cãotroga, chulo-Mor da praça, devia manter o focinho de Porco caladinho antes que alguém lhe aperte o papo. Esta Besta incompetente só vomita disparates. Já está a dever muitas décadas à cova. Quando mais depressa deixar de abrir o focinho de Porco melhor.
BIAFRA
12.02.2012 - 15:28
eu acho que o povo menos atento devería estar informado dessa possibilidade......mas como já ninguém fala verdade......
isso são só pentelhos........
pedescalco
12.02.2012 - 15:25
...


este gajo tem mesmo lata!


carcamano
12.02.2012 - 14:39
Falou o feiticeiro-mór.......
Mas quando falará o aprendiz??.
AJPC
12.02.2012 - 14:26
Este pentelho branco, até aos cães já mete nojo... este fedorento aldrabão alaranjado lambecus, é um dos responsáveis por este país estar como está.
PM45
12.02.2012 - 13:53
Quando é que esteme verme da sociedade Portuguêsa sai se cena. Já começa a enfartar...
OldPirate
12.02.2012 - 13:11

Trapalhol, conseguiste escrever 4 linhas ? Ainda chegas a dótor, pá !

parasol
12.02.2012 - 12:57
Este grandessissimo aldrabão diz que a Troika deu como bom o defice de 5,9, quando nessa altura já se sabia desde Fevereiro qual era o novo defice resultado da mudança de criterios da UE.
Os pressuspostos de que fala devem ser os esqueletos do PSD, com a despesa descontrolada, a Mamadeira, a bronca BPN, e mais uns calotes da mesma origem que aí vêm...
Viriato Pedrada
12.02.2012 - 12:50
Desde o primeiro dia que vozes se levantaram que o dinheiro não ia chegar e o tempo era demasiado curto. No entanto foi o homem dos pentelhos que veio dizer na televisão que se era um bom acordo a ele se devia. Anda por ai muita gente que nunca tem dúvida e nunca se engana. No entanto não deixam de enganar o povo português com os seus chorudos ordenados e as suas reformas escandalosas. Este senhor pertence ao lote daqueles que vêm à televisão dizer aos portugueses que é preciso fazer sacrifícios.


PUB
PUB
Siga-nos
CD Carríssimas Canções de Sérgio Godinho
Assinaturas - Revista FEEL IT (PT)
Siga o SOL no Facebook


© 2007 Sol. Todos os direitos reservados. Mantido por webmaster@sol.pt