sexta-feira, 25 de Abril de 2014, 3:24
Pesquisa
pesquisar
Emprego Imobiliário Motores
iPad
Derrapagem de 280 milhões com as parcerias público-privadas

15 de Fevereiro, 2012por Frederico Pinheiro
O Estado português voltou a gastar mais dinheiro do que o esperado com as parcerias público-privadas, de acordo com o relatório da Direcção-geral do Tesouro e Finanças, divulgado hoje. O saldo com as PPP rodoviárias, ferroviárias, da saúde e segurança, em 2011, foi negativo em 1.822,6 milhões de euros, 280,6 milhões de euros acima do esperado. Resumindo: é este montante que os portugueses terão de pagar a mais em impostos face ao esperado.

A grande derrapagem verificou-se nas PPP rodoviárias, onde o Estado perdeu mais 354,4 milhões de euros do que o orçamentado. Mais 274 milhões de euros em indemnizações aos privados e menos 132 milhões em receitas de portagens ditaram o desvio.

Nas PPP da Saúde também houve um desvio de 15,2 milhões de euros, com as perdas do Estado a fixarem-se nos 243,5 milhões de euros. As despesas com o Hospital de Cascais ficaram 25,7% acima face ao previsto, nos 71,9 milhões, e os encargos com Hospital de Braga foram 21,4% superiores ao esperado, fixando-se nos 129,5 milhões.

A grande poupança foi efectuada nas PPP ferroviárias, devido à poupança de 84,3 milhões de euros com o projecto da linha de alta-velocidade Poceirão-Caia, que foi cancelado.

frederico.pinheiro@sol.pt




38 Comentários
Daguarda
11.01.2014 - 17:06
Portugal tem , em percentagem, a maior rede de autoestradas da Europa. Tem ainda uma percentagem menor de camionetas. Assim está tudo conjudado para que o investimento em tantas vias não seja viável. Bom...os sonhos de Socrates deram nisto e agora só resta pagar
parasol
29.06.2012 - 15:21
joseAldrabarte
15.02.2012 - 20:31 Aldrafulha.
parasol
29.06.2012 - 15:19
Antonyjunior
16.02.2012 - 17:06 Estás muito enganado: nem a esquerda se emociona nem a direita tem razão...
Podias arranjar uns argumentos que se pareçam menos com novelas da TVI?
DEIXALA
14.03.2012 - 18:40
Ainda há que diga que nas nossas "autoroutes"não passam carros!?Então o que é aquilo que vem na faxa da esquerda visto de frente ou seja a direita do carro?
Antonyjunior
16.02.2012 - 17:06
AJPC
16.02.2012 - 09:05

Cara Mónica eu até lhe dava um abraço mas…como sabe o seu cheirete não o permite!
Uma esquerdalha, tal como você, pensa com o coração. Faz PPP porque o povo merece!
Um tio de direita procura certificar-se se “o direito de ter PPP” têm suporte legal se é rentável a longo prazo e pagável a medio prazo. É a razão a comandar.

Dou-lhe outro exemplo…para não ficar confusa:
A um tipo de esquerda cai-lhe uma cabra para dentro dum poço. O homem anda à volta do poço com as mãos na cabeça a gritar, ai minha cabra…coitadinha…ara a mais linda…ai a minha cabrinha! Emoção, dá para versos, cantigas, violas, loas etc…

Ao tio da direita quando a cabra lhe cai no poço… …pega numa escada e vai busca-la.
Reforça as grades do poço e previne-se contra a ocorrência. Razão, lógica, acção.

Santo Deus…já sei que não percebeu nada… …já vai fazer uns versos e uma cantilena à me.rda da cabra!

(não vai recordar os calotes)
AJPC
16.02.2012 - 09:05
Antonyjunior
16.02.2012 - 01:03

Ao ler o comentário deste rafeiro alaranjado, quase perdi os sentidos... Chiça parece um Poeta.
Antonyjunior
16.02.2012 - 01:03
Mas a destruição da economia não é o objectivo último da esquerda?
quijote
15.02.2012 - 22:21

---É.
Por isso, a esquerda usa a emoção e a direita a razão.
A emoção é muito criativa...
Antonyjunior
16.02.2012 - 00:59
Mas a destruição da economia não é o objectivo último da esquerda?
quijote
15.02.2012 - 22:21


É.
Por isso a esquerda usa a emoção e a direita a razão.
A emoção serve para cantilenas, tocar violão, poesia etc...!
São os chamados "caviares" filhos ou netos de gente rica...
Portugalix
16.02.2012 - 00:29
I

As sarnas de barões todos inchados
Eleitos pela plebe lusitana
Que agora se encontram instalados
Fazendo o que lhes dá na real gana
Nos seus poleiros bem engalanados,
Mais do que permite a decência humana,
Olvidam-se do quanto proclamaram
Em campanhas com que nos enganaram!

II

E também as jogadas habilidosas
Daqueles tais que foram dilatando
Contas bancárias ignominiosas,
Do Minho ao Algarve tudo devastando,
Guardam para si as coisas valiosas
Desprezam quem de fome vai chorando!
Gritando levarei, se tiver arte,
Esta falta de vergonha a toda a parte!

III

Falem da crise grega todo o ano!
E das aflições que à Europa deram;
Calem-se aqueles que por engano
Votaram no refugo que elegeram!
Que a mim mete-me nojo o peito ufano
De crápulas que só enriqueceram
Com a prática de trafulhice tanta
Que andarem à solta só me espanta.

IV

E vós, ninfas do Coura onde eu nado
Por quem sempre senti carinho ardente
Não me deixeis agora abandonado
E concedei engenho à minha mente,
De modo a que possa, convosco ao lado,
Desmascarar de forma eloquente
Aqueles que já têm no seu gene
A besta horrível do poder perene!

Luiz Vaz Sem Tostões
zapacorte
15.02.2012 - 23:56
Amanhã é tudo igual.
pedescalco
15.02.2012 - 23:03
...


mas ... quando é que os gestores destas PPP "derrapam" para a rua?


ram
15.02.2012 - 23:03
Mas a situação do País não exige aplicação de "medidas" extraordinárias às PPP ? tal como foi feito aos Portugueses desfavorecidos ? Ou querem que o Povo acabe com o Regime,por meios violentos?
quijote
15.02.2012 - 22:21
O estado nunca perde com as PPP, mesmo quando parece que perde. O estado joga sempre com um pau de 2 bicos, como parceiro e como cobrador de impostos. Se não ganha de uma maneira, rouba com a canhota. E entretanto cria emprego.
Faz é concorrência desleal à concorrência e destrói assim a economia, matando a galinha dos ovos de ouro que paga IVA e IRC.
Mas a destruição da economia não é o objectivo último da esquerda?
brisadomar
15.02.2012 - 22:12

REZEMOS COM FÉ E ESPERANÇA ...

Pai nosso que estais no céu,
aumentai os nossos salários,
diminuí os nossos impostos,
perdoai as nossas dívidas,
assim como nós perdoamos a existência de gananciosos ...
Não nos deixeis cair em irrecuperação,
MAS LIVRAI-NOS DOS NOSSOS POLÍTICOS ... AMEN !!!

Sensor
15.02.2012 - 21:47
Ricardo Filipe
15.02.2012 - 16:45

Excelente post! Os cidadãos agradecem. A POUCA VERGONHA estampada - devia-se arranjar maneira de afixa-la à porta da Assembleia e dos Ministérios.

As suas sugestões do post ulterior são também um bom contributo, para começar, porque outras podiam ser acrescentadas.
joseduarte
15.02.2012 - 20:31
Ricardo Filipe - 15.02.2012 - 16:45

Só é pena não citar a fonte - ou é você o autor? - e, sobretudo, não ser mais fácil de ler. Longas listas, e longos textos em CAPS, não ajudam.

À parte disso, parabéns: um post muito útil, e instrutivo.

Em nenhuma cadeia deste país encontraremos tantos TRAFULHAS.

E em nenhuma maternidade, se calhar de toda a Europa, tantos MAMÕES.
Zedk
15.02.2012 - 18:34
Ricardo Filipe
15.02.2012 - 16:45
Deve ter dado um trabalhão e podia ter saído obra asseada se apenas referisse os responsaveis políticos.
Desde sempre houve quem ganhasse bem neste País. Não posso crer que não haja mais individualidades topo de gama com vencimentos acima do trabalhador comum, produtivo ou administrativo.
Lembro, por exemplo, gestores de multinacionais, de empresas de distribuição de viveres, nomes das artes e do audio visual, etc., etc.
De qualquer modo, o seu rol, permite analisar situações que explicam a frieza de muitas falas e actuações, sem que gagajem ou lhes trema a voz.
À portuguesa: Eu estou bem, quero estar melhor, os problemas de outrém, eles que os resolvam, se souberem e puderem.
Há poucos meses, em Porto de Barcas, junto a uma conhecida marisqueira, avistei dois carritos vermelhos com dois cavalinhos, um à frente outro à traseira. Deviam ser de gente ali da região, talvez cavadores de enxada, que só não frequentam zonas muito movimentadas por motivo do mau odor, a suor, da sua roupa. Quanto a andarem aos pares, deve ser para, em caso de avaria, se ajudarem na solução.
A vida custa ...
Ricardo Filipe
15.02.2012 - 18:21
Peço a cada leitor que envie a um mínimo de vinte pessoas em sua lista de contatos, e por sua vez, peça a cada um deles que faça o mesmo.

Em três dias, a maioria das pessoas neste país lerá esta mensagem. Esta é uma ideia que deve ser considerada por todos os cidadãos.

Alteração da Constituição de Portugal para 2012 para poder atender o seguinte, que é da mais elementar justiça:

1. O deputado será pago apenas durante o seu mandato e não terá reforma proveniente exclusivamente do seu mandato.

2. O deputado vai contribuir para a Segurança Social de maneira igual aos restantes cidadãos. Todos os deputados ( Passado, Presente e Futuro) passarão para o actual sistema de Segurança Social imediatamente. O *deputado irá participar* nos benefícios* do regime* da *S*. Social *exactamente*
*como todos os *outros cidadãos**. *O fundo de pensões não pode ser usado para qualquer outra finalidade. não haverá privilégios exclusivos.

3. O deputado deve pagar seu plano de reforma, como todos os
portugueses e da mesma maneira.

4. O deputado deixará de votar o seu próprio aumento salarial.

5. O deputado vai deixar o seu seguro de saúde atual e vai participar no mesmo sistema de saúde como todos os outros cidadãos portugueses.

6. O deputado também deve estar sujeito às mesmas leis que o resto dos portugueses.

7. Servir no Parlamento é uma honra, não uma carreira. Os deputados devem cumprir os seus mandatos (não mais de 2 mandatos), e então irem para casa e procurar outro emprego.


O tempo para esta alteração à Constituição é AGORA. Forcemos
os nossos políticos a fazerem uma revisão constitucional.

Assim é como se pode CORRIGIR ESTE ABUSO INSUPORTÁVEL DA ASSEMBLEIADA REPÚBLICA.


Se você concorda com o acima exposto, ENTÃO VÁ PARA A FRENTE. Se não, PODE DESCARTÁ-LO.
OldPirate
15.02.2012 - 16:50


«...280,6 milhões de euros acima do esperado. Resumindo: é este montante que os portugueses terão de pagar a mais em impostos...»


Trocos ! Coisa pouca. Isso dá só mais 28,06 euritos a cada tuga. Aumentem o IVA para 25% que ainda sobra pilim prás derrapagens que se seguem.

Ricardo Filipe
15.02.2012 - 16:45
LISTA DOS PRINCIPAIS "COVEIROS" DO DESASTRE FINANCEIRO PORTUGUÊS PÓS 25 DE ABRIL
PARTIDO NOME DO POLITICO TACHOS CARGO ACTUAL SUBVENÇÃO/REFORMAS OBSERVAÇÕES
P.S.D. Alberto João Jardim P. Gov Reg. Madeira S.V. 94.000 Euros/ano
P.S. Alberto Martins Ex-Dep Ex-Min Adv. Prof. Prof. UN S.V. 2.905 Euros acresce vários venc.
P.S. Alberto Souto de Miranda Ass. Estag. UN/Ex-Pres. C. Vice Presid. Anacom 14.198 Euros acresce S.V. Câmara Aveiro
P.S. Alda Borges Coelho Ex-Dir Fed Port Rugby Adm. ANA/NAER 110.000 Euros/ ano c/carro, telem. Desp. Desl.
P.S. Alexandre Rosa Ex-Sec. Est Ex. Ch. Gab. Vice Pres. IEFP 79.000 Euros/ano carro c/mot., telef. Desp rep.
P.S. Almerindo Marques Ex- Dep. Bancário/Gestor Gestor da Opway S.V. ???? 200.000 Euros/ano
P.S.D. Álvaro Barreto Ex-Ministro Reformado S.V. 3.400 Euros ref. 3.500 Euros/mês
P.S. Ana Benavente Ex-Sec. Est. Sub. Reint. 62.000 Euros
P.S. Ana Catarina Mendes Ex-Dep. Sub Reint. 24.000 Euros
P.S.D. Ana Manso Ex-Dep. Sub. Reint.
P.S. Ana Sofia Tomaz Aces. Sec. Est. Vogal C.Adm. E.P. 151.000 Euros/ano mais carro+telef. (o que faz?)
P.S.D. Ângelo Correia Ex-Dep Ex-Ministro Presid. Empresas S.V. 2.200 EUROS acresce vários vencimentos
P.S.D. Aníbal Cavaco Silva Ex- Dep. Ex-Ministro P.Rep. Pres. República 140.000 Euros/ano Prescindiu venc PR 6.523 Eu
P.S. António Almeida Santos Ex-Dep. Ex-Min. S.V. ref. 4.400 Euros/mês
P.S. António Castro Guerra Ex-Sec. Est. Pres. Cimpor 210.000 Euros ano 2010
P.S. António Guilh. Rodrigues Ex. Acess Min. Ex. Sec Est. Presid. ANA 185.000 Euros/ano sub., desl./ cartão crédito
P.S. António Guterres Ex-Dep. Ex-1º Min. Alco Com Refug. ONU S.V. 700 a 900.000 euros/mês
C.D.S. António Lobo Xavier Ex-Dep. Com. Exec. BPI desconhece-se
P.S.D. António Mexia Ex-MinistroEx-Pres. GALP Presid. E.D.P. 3.100.000 Euros/ano 8.500 Euros/dia-ABERRAÇÃO
P.S.D. António Nogueira Leite Vogal C.G.D. desconhece-se
P.S. António Vitorino Ex-Dep. Ex-Ministro Advogado S.V. 2.000 Euros 383.000 Euros/ano 2005
P.S.D. Arlindo de Carvalho desconhece-se
P.S. Armando Vara Ex-Dep. Ex-Ministro/Outros Pres. Camargo S.V. 2.000 Euros 822.000 Euros/ano 2010 (a)
P.S. Artur Penedos Ex-Dep. ref. 1.800 Euros/mês
P.S.D. Artur Torres Pereira Ex-Dep. Sub. Reint. 44.000 Euros
P.S. Ascenso Simões Ex-Dep. Ex- Sec Est. Vogal Adm. ERSE 189.000 Euros/ano c/carro s/motorista
P.S.D. Assunção Esteves Ex-Dep. Pres. A. Rep. 120.000 Euros/ano
P.S. Augusto José Pereira Luis Ex-Adm Epal Presid. Nav 110.000 Euros/ano carro c/mot., telef. Desp rep.
P.S. Augusto Santos Silva Ex-Dep Ex-Min. Prof. Cat. S.V. 6.000 Euros/mês
C.D.S. Bagão Félix Ex-Dep Ex-Ministro Prof. Cated. Gestor S.V. 1.000 Euros ref. 1.800 Euros/mês e outras
P.S. Carlos Beja Ex-Dep Adm. Nav 100.000 Euros/ano carro c/mot., telef. Desp rep.
P.C.P. Carlos Brito Ex-Dep. S.V. 2.800 Euros
P.C.P. Carlos Carvalhas Ex-Dep. S.V. 2.800 Euros
P.S. Carlos Dias Alves Adm CTT desconhece-se
P.S. Carlos J. R. Santos Ferreira Ex-Dep. Presid. Mill-BCP desconhece-se
P.S. Carlos Melancia Ex-Ministro/Ex-Gov. Macau Emp. Hoteleiro S.V. 9.150 Euros acresce venc.
P.S. Carlos O. Nunes Madeira Vice Presid. ANA desconhece-se Presid. 189.273 Euros/ ano
P.S.D. Carlos Tavares Ex-Min. Pres. CMVM desconhece-se
C.D.S. Celeste Cardona desconhece-se
P.S. Correia de Campos Ex-Ministro S.V. 5.524 Euros
P.S.D. Daniel Sanches Ex-Pro.Rep. Ex-A SLN/BPN ref. 7.316 Euros/mês
P.S.D. David Justino Ex-Dep. Ex-Min. Sub. Reint. 38.000 Euros
P.S.D. Dias Loureiro Ex-Dep Ex-Ministro Gestor S.V. 1.700 Euros 861.000 Euros/ano 2001
P.S.D. Duarte Lima Ex-Dep Advogado S.V. 2.200 Euros acresce venc.
P.S. Duarte Nuno L. R. Araújo Adm. CTT 336.662 Eueos/ ano
P.S.D. Eduardo Catroga Ex-Ministro Prof. Cat. Pensão 9.693 Euros
P.S. Fátima Felgueiras S.V.
P.S.D. Fernando Faria de Oliveira Ex-Min. Pres. C.G.D. 560.012 Euros/ ano
P.S. Fernando Gomes Ex. Dep. Ex. Min. Ex. P. C. Vogal Galp 529.000 Euros/ano Prémios/PPR/renda casa
P.S.D. Fernando Nogueira desconhece-se
P.S. Fernando Rocha Andrade Ex- Sub Sec Est Adm REN 48.000 Euros/ ano vai à Ren 2 dias por mês
B.E. Fernando Rosas Ex-Dep. Prof. Cat Escritor S.V. recebeu sub. Reint.
P.S. Fernando Teix. dos Santos desconhece-se
P.S.D. Fernando Ultrich Ex-Chefe Gab. Min. Presid. BPI desconhece-se
P.S. Fernando Vaz de Medeiros Ex. Sec Est Adm. Empordep 4.184 Euros/ano resp Auditoria
P.S. Filipe Batista Ex.Sec. Est. Adj. Vogal Adm. Anacom 198.000 Euros Ano 2010 c/carro s/motorista
P.S. Francisco J. C. Reis Ex Pres. CP Pres. Metro Lisboa desconhece-se
B.E. Francisco Lousa Dep. 65.000 Euros/ano
P.S. Francisco Murteira Nabo Ex-Sec. Est. Ex- Min. Outros Pres. Galp desconhece-se
P.S. Francisco Torres Ex-Dep. Sub. Reint. 41.000 Euros
C.D.S. Freitas do Amaral desconhece-se
C.D.S. Gonçalo Ribeiro Da Costa Ex-Dep. Sub. Reint. 22.000 Euros
P.S. Gonçalo Velho Ex-Dep. Sub. Reint. 41.000 Euros
P.S. Guilherme Oliveira Martins Ex-Ministro Adm. BPN Efisa desconhece-se
P.S. Helena Roseta Ex-Vereadora ref. 2.800 Euros/mês
P.E.V. Isabel Castro Ex-Dep. S.V. ref. 2.200 Euros/mês
P.S. Isabel Pires de Lima Ex-Dep. Ex-Min. Sub. Reint.
P.S.D. Isaltino Morais desconhece-se S.V.
P.S. Jaime Gama Ex-Dep. Ex.Min. Ex.P.A.R. S.V. Ref.
P.C.P. Jerónimo de Sousa dep. 57.000 Euros/ano
P.S. João Cravinho S.V. 3.000 Euros Ref.
P.S. João José Amaral Tomaz ex-Sec. Est. Adm.B.P.
P.S.D. Joaquim Ferreira do Amaral Ex-Ministro Adm. Lusoponte S.V. 3.000 Euros 278.000 Euros/ano 2009
P.S. Joaquim Pina Moura Ex-Min. Adm. Iberdrola 700.000 Euros/ano 2006
P.S. Jorge Coelho Ex-Dep. Ex-Ministro VicePres. Mota-Engil S.V. 2.400 Euros 700.000 Euros/ano 2011
P.S. Jorge Sampaio Ex-Dep. Ex-Pres. Rep. S.V. Ref.
P.S. José Leitão Ex-Dep. ref. 2.400 Euros/Mês
P.S. José Lello Dep. Dep. S.V. 2.234 Euros acresce venc.
P.S.D. José Luís Arnaut Ex-Dep. Ex-Min. S.V.
P.S. José Luís Serra Ex-Presid. Câmara Adm. ENVC Não revela
P.S.D. José M. S. Rodrigues Pres. Carris desconhece-se
P.S. José Penedos Ex-Sec. Est. Pres. REN/Vogal Esp 728.000 Euros/ano 2009
P.S.D. José Silveira Godinho Ex-Ministro Adm. B.P. 364.000 Euros/ano (2005) agora + 400.000 Euros/ano
P.S. José Sócrates Ex. Dep.Ex. Min. Ex.1ª Min. 100.000 Euros/ano mais comissões/luvas
P.S. José Vera Jardim Ex-Dep. Ex-Min. S.V. Ref.
P.S. Laurentino Dias Dep. 3.400 Euros/mês
P.S.D. Leonor Beleza Ex-Dep. Ex-Sec. Est. Ex-Min. Pres. Fund. Champal. ref. 2.200 Euros/Mês acumula ordenado (e)
P.S. Luís Campos e Cunha Ex-Ministro/Ex-Adm. B.P. Adm Banif desconhece-se e pensão 114.000 Euros/ano
P.S. Luis F. M. Sousa Pardal Pres. Refer desconhece-se
P.S.D. Luis Filipe Menezes desconhece-se S.V.
P.S.D. Luis Filipe Pereira Ex-Ministro Pres. Efacec S.V. 5.663 Euros Sub. Reint. 26.890 Euros e ord.
P.S.D. Luis Marques Mendes Ex-Dep. Ex-Ministro S.V. 2.905 Euros
P.S. Luís Nazaré Ex-Presid. Anacom Com. Est. CTT 49.000 Euros/ano
C.D.S. Luís Nobre Guedes Ex-Dep. Ex-Min. Sub. Reint. 62.000 Euros
P.S. Luís Parreirão Ex-Sec. Est. Vogal Adm M.Engil 463.000 Euros/ano 2009
P.S. Luís Patrão Ex-Sec Est. Ex-Ch. Gab. Presid. Turismo Port. 83.000 Euros/ano c/carro, motorista, desp rep.
P.S.D. Macário Correia desconhece-se S.V.
P.S. Manuel Alegre Ex-Dep. S.V. 2.200 Euros e ref. 3.200 Euros/mês
P.S.D. Manuel Carlos Lopes Porto Presid C.G.D. desconhece-se
P.S. Manuel Pinho Ex-Minist. Prof. Un. Columbia não revela patroc. EDP 3 milhões Euros
P.S.D. Manuela Aguiar Ex-Dep S.V. ref. 2.800 Euros/mês
P.S.D. Manuela Ferreira Leite Ex-Dep. Ex-Ministra S.V. 2.905 Euros
P.S. Maria de Lurdes Alves Adm. Naer 7.500 Euros
P.S. Maria de Lurdes Rodrigues Ex-Min. Presid. FLAD não revela rem.
P.S. Maria do Carmo Romão Ex-Dep. Sub. Rein. 62.000 Euros
P.S. Maria Santos Ex-Se. Est. Sub. Reint. 62.000 Euros
P.S. Mário Lino Ex-Min. C.G.D. Seguros 26.861 Euros/ano S.V.
P.S. Mário Soares Ex-Dep. Ex.1º Min. Ex-P.R. S.V. 500.000 Euros/ano
P.S. Marques Junior Ex-Dep. S.V.
P.S. Medeiros Ferreira Ex-Dep. Ex-Min. S.V. ref. 2.800 Euros/mês
P.S.D. Miguel Beleza Ex-Ministro Adm BP desconhece-se
P.S.D. Miguel Cadilhe Ex-Ministro Adm BPA desconhece-se
P.S.D. Miguel Roquette Ex- Adj Ministro Ex-Ch Gab Adm Metro Lisboa 6.306 Euros
P.S.D. Mira Amaral Ex-Dep. Ex-Min. Adm B. BIC 414.000 Euros/ ano 18.000 Euros/mês
C.D.S. Narana Coissoró Ex-Dep. S.V. 2.905 Euros ref. 2.800 Euros
P.S.D. Norberto E. S. Rosa Ex-Sec Est Adm C.G.D. 17.457 Euros Porquê?
P.P.M. Nuno da Câmara Pereira Ex-Dep. Sub. Reint.
C.D.S. Nuno M.P. M. Fern. Thomaz Vogal C.G.D. desconhece-se
P.C.P. Odete Santos Ex-Dep. S.V. 3.000 Euros
P.S.D. Oliveira e Costa desconhece-se
P.S.D. Pacheco Pereira Ex-Dep. S.V.
P.S. Paulo Campos Ex-Sec Est. desconhece-se protagonista de negociatas
P.S. Paulo Casaca Ex-Dep. Sub. Reint. 53.000 Euros
P.S. Paulo Pedroso Ex-Dep. Ex.-Min. Sub. Reint. 48.000 Euros (b)
C.D.S. Paulo Portas Ex-Dep. Min. 52.000 Euros/ano
P.S.D. Paulo Teixeira Pinto Ex-Sub.Sec Est Ex-sec Est. Adm Mill BCP ref. 3.500 Euros/mês indem. 10 milhões Euros
P.S. Pedro A. A. Santos Coelho Ex- Sec. Est. Pres. Cons. Adm CTT 336.000 Euros/ano
P.S.D. Pedro M. D. Rebelo Sousa Vogal C.G.D. desconhece-se
P.S.D. Pedro Roseta Ex-Min. S.V. ref. 2.800 Euros/mês
P.S.D. Pedro Santana Lopes Ex-Dep. Ex-1º Min S.V. acomula várias reformas
P.S. Pedro Silva Pereira Ex-Min. Dep. desconhece-se
P.S. Ricardo Castanheira Ex-Dep. Sub. Reint. 41.000 Euros
P.S.D. Ricardo M. S. Bayão Horta Ex-Sec. Est. Ex-Min. Adm. Cimpor 285.000 Euros/ano S.V.
P.S.D. Rodolfo Lavrador Ex-chefe gab. Ex- Sec Est Adm C.G.D. 17.457 Euros Porquê?
P.S. Rui Ferreira Dinis Ex- Adj Sec. Est Adm E.P. 196.940 Euros / ano Porquê?
P.S. Rui Gonçalves desconhece-se
P.S. Rui M. S. Veres Adm. ANA/NAER 189.273 Euros/ mês Porquê?
P.S.D. Rui Manuel P. C. Machete ADM C.G.D. 558.000 Euros/ano
P.S. Rui Pereira desconhece-se
P.S.D. Rui Rio Ex-Dep. Pr. C. Adm. Metro P.
C.D.S. Silvio Cervan Ex-Dep. Sub. Reint. 41.000 Euros
P.S. Sónia Fortuzinhos Ex-Dep. Sub. Reint. 62.000 Euros
P.S. Torres Couto Ex-Sec. Geral UGT Dep. P.E. desconhece-se Caso Fundo S. Europeu
P.S.D. Valentim Loureiro Pr. C. Pres. Metro P. 157.670 Euros/ não (c)
P.S. Vasco Franco Ex-Dep. Reforma 4.500 Euros/mês
P.S.D. Vieira de Castro Ex-Sec. Est. ref. 2.800 Euros/mês (d)
P.S. Vitalino Canas Dep. 3.400 Euros/mês S.V.
P.S. Vitor Constâncio Ex-Dep./Ex-Min.Ex-G.B.P. V. Gov. B.Europeu 282.000 Euros/ano (2006) agora + 350.000 Euros/ano
P.S.D. Vitor Martins Ex.Pres. C.G.D. (1 ano) Cons. Ass. Eur. P.R. indem. 900.000 Euros
P.S.D. Zita Seabra Ex-Dep PCP/PSD Pres. Adm Alêtheia S.V. 3.000 Euros acresce venc.


(a) Arguido no processo Face Oculta e suspeito noutros. Anda e andará solto a gozar o que roubou.
(b) Indiciado no escândalo da Casa Pia, "ajuda" no desfecho final deste (prescrição). Tinha 7 anos e meio de serviço, onde recebeu mais de
4.500 Euros/mês e levou Sub. Reint. 48.000 Euros. Depois não querem ser criminosos!
(c) Foi capitão expulso do exército por receber comissões em negócio de batatas, reintegrado (forma duvidosa) em 1980
foi arguido em vários outros processos de resolução duvidosa
(d) Implicado no caso Somague (financiamento de partidos) subtracção 230.000 Euros
(e) Implicada no caso sangue contaminado com HIV. Proc. Arquivado. Estado indimenizou doentes



NOTA TODOS OS EX-POLÍTICOS EM REGIME DE EXCLUSIVIDADE QUE COMPLETARAM OS 12 ANOS, RECEBERAM SUBSÍDIO DE REINTEGRAÇÃO,
APÓS ABANDONO DE FUNÇÃO. OS QUE NÃO COMPLETARAM OS 12 ANOS RECEBERAM DURANTE TANTOS MESES QUANTO OS
SEMESTRES EM QUE EXERCERAM AS FUNÇÕES POLÍTICAS.
OS VALORES PAGOS ESTÃO NO SEGREDO DOS DEUSES, MAS PELA AMOSTRA SERÃO MILHÕES DE EUROS.

E NÃO ESTÃO REFERENCIADOS TODOS PÓS 25 DE ABRIL. (FALTAM MAIS, OUTROS TANTOS NO MÍNIMO).

O ESTADO TEM AINDA 663.167 FUNCIONÁRIOS E 6.148 AVENÇADOS.

AINDA TEMOS DE CONSIDERAR 117 PRESIDENTES DE CÂMARA COM DIREITO A SUBVENÇÃO DE VENCIMENTO.

NÃO ESQUECER AS VIATURAS DISTRIBUIDAS, (28.597), NA SUA GRANDE MAIORIA, TOPOS DE GAMA DE ALTA CILINDRADA.

OS FUNCIONÁRIOS E CONDUTORES DISTRIBUIDOS POR CADA UM DESTES COMPADRES.

O SUBSÍDIO DE REINTEGRAÇÃO QUE ALGUNS JÁ RECEBERAM E OUTROS (QUANDO ACABAREM OS MANDATOS) IRÃO RECEBER.

OS TELEMÓVEIS, AS AJUDAS DE CUSTO, OS SUBSÍDIOS DE ALIMENTAÇÃO, DE ALOJAMENTO, DE DESLOCAÇÃO, AS VIAGENS

AS DESPESAS DE REPRESENTAÇÃO, OS BÓNUS POR INTEGRAREM COMISSÕES DE INQUÉRITO, AS "COMISSÕES" E "AVENÇAS"

OS EMPREGOS COM VENCIMENTOS PRINCIPESCOS CONSEGUIDOS À CUSTA DO CARGO/FUNÇÃO EXERCIDA, PARA ELES, E
PARA ALGUNS FAMILIARES E AMIGOS.

A GRANDE MAIORIA DESTES POLÍTICOS, A NÃO ACONTECER O 25 DE ABRL, SERIAM OU EMIGRANTES OU CIDADÃOS QUE
NINGUÉM CONHECERIA. OUTROS PODERIAM ESTAR A CUMPRIR PENA DE PRISÃO (ASSALTANTES DE BANCOS E MUITOS OUTROS
CRIMES). COMO SE CONSTACTA, O TÍTULO DE ANTI-FASCISTAS QUE ALGUNS ADQUIRIRAM, É PURA UTOPIA, PROVA-SE HOJE
QUE NÃO PASSAVAM DE OPORTUNISTAS, VIGARISTAS, CAMBADA DE XULOS E GATUNOS..

NÃO FOI PARA ISTO QUE OS MILITARES FIZERAM O 25 DE ABRIL E DERRUBARAM A DITADURA


OUTROS NÃO MENOS POLÍTICOS "ESPALHADOS" EM EMPRESAS PÚBLICAS E BANCOS
MULTIPART. NOME TACHOS QUE OCUPOU TACHO ACTUAL VENCIMENTO OBSERVAÇÕES
Adriano Duarte Neves Adm. ZON
Alberto A. Oliv. Pinto Presid. BES
Alberto Castro V. Pres. Metro Porto presd. 157.670 Euros/ano
Alberto J. E. Cast. Ribeiro Adm. REFER
Alfredo Batista Adm. Port. Telecom
Alfredo V. Pereira Vice Pres. CP
Alfredo Resende Almeida Vogal BPI
Álvaro J. Bar. Nascimento Vogal C.G.D.
André Freire A. P. Ribeiro Adm. GALP
Aníbal C. Reis Oliveira Dir. BES F.G.
António Albuquerque Adm. Parpública 249.000 Euros/ano
António Domingues Vice Pres. BPI
António Gregório Ventura Vogal Metro Lisboa
António J. B. do Souto Adm. BES
António Luís Marinho Vogal RTP
Artur Santos Silva Ex-Pres. BNU Pres. S. CGD/Macau 500.000 Euros/ano
Carla Chousal Ex-Adm. RTP
Carlos A. João Fernandes Vogal REFER
Carlos A. Veiga Anjos Vogal TAP 483.000 Euros/ano
Carlos Alves Duarte Adm. Port. Telecom
Carlos da Câmara Pestana Vice Pres. BPI
Carlos J. Bento Nunes Vogal Metro Lisboa
Carlos Silva Costa Gov. Banco Portugal
Castro Nuno Gomes Silva Adm. GALP
Duarte Calheiros Adm. ZON
Eduardo M. H. Paz Ferreira Vogal C.G.D.
Estêvão R. Pires Moura Pres. Adm. INCMoeda 189.784 Euros/ ano
Fernanda Meneses Ex-Sec G. Metro Porto Pres. Adm. STCP
Fernando A. C. S. Pinto Pres. TAP 624.000 Euros/ano
Fernando J. A. Sobral Vogal TAP 483.000 Euros/ano
Filipe Pinhal Ex-Ad. Mill. BCP
MULTIPART. NOME TACHOS QUE OCUPOU TACHO ACTUAL VENCIMENTO OBSERVAÇÕES
Gonçalo Gentil Anastácio Vogal A Associação
Guilherme Costa Pres. RTP 254.000 Euros/ano
Isabel M. D. P. C. P. Neto Vogal INCMoeda
Jardim Gonçalves Ex-Pres. Mill. BCP Ref.
João L. T. B. Assunção Vogal TAP 483.000 Euros/ano
Joaquim Reis Adm. Parpública 249.000 Euros/ano
Jorge A. C. Martins Adm. BES
Jorge H. Correia Tomé Vogal C.G.D.
Jorge M. Quint. B. Jacob Vogal Metro Lisboa
Jorge Moreno Delgado Vogal Metro Porto
José A. Martins Matos V. Pres. C.G.D. 244.000 Euros/ano (2004) agora + 350.000 Euros/ano
José Benoliel Presid. C.P.
José Castel-Branco Adm. E.P. 190.000 Euros/ ano
José Inácio Coelho Toscano Vogal INCMoeda
José Joaq. B. S. Ramalho V. Gov. B. Portugal
José M. E. S. S. Ricciardi Adm. BES
José M. P. E. S. Silva Adm. BES
José M. Silva Rodrigues Presid. CARRIS
José Manuel Marquitos Vice Pres. RTP
José Pedro P. Costa Adm. ZON Multim.
Luis da Silva Rodrigues Vogal TAP 483.000 Euros/ano
Luis Lopes Adm. ZON Multim.
Luís M. S. S. Patrão Vogal TAP 483.000 Euros/ano
Luis M. Silva Ribeiro Vogal Metro Lisboa
Luis Pacheco de Melo Adm Port. Telecom
Luiz Gama Mor Vogal TAP 483.000 Euros/ano
Manuel F. M. G. E. S. Silva Adm. BES
Manuel Ferreira Oliveira Presid. GALP
Manuel J. F. M. Silva Pres. A.G. CARRIS
Manuel José Fontes Torres Vogal TAP 483.000 Euros/ano
Manuel Rosa da Silva Adm. Port. Telecom
Manuel S. P. Barbosa Pres. Sup. TAP 483.000 Euros/ano
MULTIPART. NOME TACHOS QUE OCUPOU TACHO ACTUAL VENCIMENTO OBSERVAÇÕES
Manuel Sousa Sebastião Cons. Adm. B.Portugal 226.000 Euros/ano (2005) agora + 300.000 Euros/ano
Maria Gorete Rato Adm. Metro Porto
Maria R. M. A. R. Vitor Vogal TAP 483.000 Euros/ano
Maria Teodora Cardoso Adm. B. Portugal
Nelson R. Bessa Machado Adm. Mill. BCP
Paulo J. R. Moita Macedo Vice Pres. Mill BCP
Pedro Duarte Neves Vice Gov. B. Portugal 254.000 Euros/ano (2006) agora + 350.000 Euros/ano
Pedro Garcia Cardoso Vogal C.G.D.
Pedro Leitão Adm. Port. Telecom
Pedro M. Oliveira Cardoso Ex-Vogal C.G.D Pres. BNU 259.000 Euros/ano e 182.000 Euros de prémios
Pedro Serra Pres. Aguas Portugal 205.000 Euros/ano
Plácido Pires Adm. Parpública Adm. Ren. 249.000 Euros/ano
Renato Silva Leitão Vogal INCMoeda
Ricardo E. S. S. Salgado Vice Pres. BES
Ricardo Fonseca Adm. Metro Porto
Rodrigo Costa Presid. ZON
Romeu Costa Reis Vogal REFER
Rui Dinis Adm. E.P.
Rui M. A. Pereira da Silva Vogal TAP 483.000 Euros/ano
Rui M. D. Sousa Silveira Adm. BES
Teresa Pignatelli Adm. R.T.P.
Tomás Pinto Gonçalves Adm. ZON Lusom.
Vitor J. Cabrita Neto Vogal TAP 483.000 Euros/ano
Vitor Manuel Pessoa Ex-Adm. B. Portugal 255.000 Euros/ano (2005) agora + 300.000 Euros/ano
Zeinal Bava Pres. P.T.








NOTA 30 A 35% DOS ADM DAS EMPRESAS PÚBLICAS CUSTA AO ESTADO (INCLUINDO AS MORDOMIAS) ENTRE 15.000
E 50.000 EUROS/MÊS E AS EMPRESAS QUE ADMINISTRAM APRESENTAM ANUALMENTE PREJUÍZOS DE MILHÕES.
QUEM PAGA TODA ESTA VERGONHA, SOMOS NÓS, OS IMPOSTOS QUE PAGAMOS.
RESTANTES ADM. CUSTAM AO ESTADO, (COM MORDOMIAS) ENTRE OS 50.000 EUROS E OS 150.000 EUROS/MÊS.

UM ADM. DO BANCO DE PORTUGAL, APÓS CUMPRIR UM MANDATO DE 5 ANOS, TEM DIREITO À PENSÃO

OS ADM. DO BANCO DE PORTUGAL RECEBEM MAIS UM COMPLEMENTO DE 5.000 EUROS/MÊS

OS ADM. DO BANCO DE PORTUGAL TEM DIREITO A CARRO DE ALTA CILINDRADA COM MOTORISTA

OS ADM. DO BANCO DE PORTUGAL PODEM CONTRAIR EMPRÉSTIMO PARA COMPRA DE HABITAÇÃO COM TAXAS DE JURO
MAIS BAIXAS

A GRANDE MAIORIA DOS ADM DOS BANCOS E DE EMPRESAS PÚBLICAS RECEBEM CHORUDOS PRÉMIOS ANUALMENTE
ISENTOS DE IMPOSTOS.

AINDA ACOMULAM ORDENADOS COM SUBVENÇÕES E REFORMAS

A TODAS ESTAS MORDOMIAS À A ACRESCENTAR CARTÕES DE CRÉDITO DAS EMPRESAS PARA PAGAMENTO DE DESPESAS
PESSOAIS, COM PLAFONS DE MILHARES DE EUROS.

COMO PODERÁ A CAIXA NACIONAL DE PENSÕES PAGAR PENSÕES DE REFORMA DAQUI POR 20 ANOS?

TODOS OS DESCONTOS DE 10.000.000 NÃO VÃO CHEGAR PARA PAGAR AS REFORMAS DOS POLÍTICOS E DOS ADM. PÚBLICOS

"FELIZMENTE" PORTUGAL VAI DEIXAR DE TER CLASSE MÉDIA, MAS, E ACIMA DE TUDO, DEIXARÁ DE TER POBRES.
PORTUGAL PASSARÁ A TER 250.000 HABITANTES TODOS POLITICOS OU EX-POLITICOS, ADM. E EX-ADMINISTRADORES,
A VIVER NO MEIO DE 9.850.000 MENDIGOS.

AFINAL, A DEMOCRACIA, QUE SERIA DE TODOS, FOI APENAS PARA ALGUNS.

ALGUNS EXEMPLOS COMPROVATIVO DOS EXCESSOS E DISPARATES DA N/DEMOCRACIA

O Presidente da TAP ganha POR MÊS o equivalente a 55,7 ANOS de salário médio de cada português 624.422,21 Euros/ ano

O Presidente da C.G.D. ganha POR MÊS o equivalente a 50 anos de salário médio de cada português 560.012,80 Euros/ ano

O Presidente dos CTT ganha POR MÊS o equivalente a 30 anos de salário médio de cada português 336.662,59 Euros/ ano

O Presidente da RTP ganha POR MÊS o equivalente a 22,7 anos de salário médio de cada português 254.314,00 Euros/ ano

O Presidente da Parpública ganha POR MÊS o equivalente a 22,3 anos de salário médio de cada portugês 249.896,78 Euros/ ano

O Presidente da NAV ganha POR MÊS 18,4 anos do salário médio de cada português 209.531,00 Euros/ ano

O Presidente das Águas Portugal ganha POR MÊS 18,4 anos do salário médio de cada português 205.814,00 Euros/ ano

Um vogal da SAGESTAMO ganha POR MÊS 18,3 anos de salário médio de cada português 205.573,17 Euros/ ano

O Presidente das Est. Portugal ganha POR MÊS 17,6 anos do salário médio de cada português 196.940,00 Euros/ ano

O Presidente da INCM ganha POR MÊS 16,96 anos de salário médio de cada português 189.784,00 Euros/ ano

O Presidente da ANA ganha POR MÊS 16,9 anos de salário médio de cada português 189.273,92 Euros/ ano

O Presidente da GERAP ganha POR MÊS 14,7 anos de salário médio de cada português 164.733,00 Euros/ ano

O Presidente da PARQUE EXPO ganha POR MÊS 14,5 anos de salário médio de cada português 162.997,00 Euroa/ ano

O Presidente do METRO PORTO ganha POR MÊS 14 anos de salário médio de cada português 157.670,26 Euros/ ano




UM EXEMPLO COMPROVATIVO DE COMO UMA EMPRESA PÚBLICA DESBARATA O N/DINHEIRO
R.T.P. (PASSIVO EM 2011 SERÁ DE 716,5 MILHÕES DE EUROS)
Excluindo o que recebem os quadros superiores e a administração, veja-se o que paga aos funcionários:
Catarina Furtado 30.000 Euros/mês
Fernando Mendes 20.000 Euros/mês
José Carlos Malato 20.000 Euros/mês
Jorge Gabriel 18.000 Euros/mês
Sílvia Alberto 15.000 Euros/mês
João Baião 15.000 Euros/mês
Sónia Araújo 14.000 Euros/mês
Nuno Santos 14.000 Euros/mês
José Rodrigues dos Santos 13.000 Euros/mês
Fátima Campos Ferreira 10.000 Euros/mês
Tania Ribas de Oliveira 10.000 Euros/mês
Vitor Gonçalves 8.000 Euros/mês
Rui Pego 8.000 Euros/mês
Maria Elisa 7.000 Euros/mês
Paula Moura Pinheiro 4.000 Euros/mês
E o que paga aos avençados (atenda-se quem eles são)
Marinho Pinto 600 Euros por programa
Rui Rangel 600 Euros por programa
Moita Flores 600 Euros por programa
António Mendonça 600 Euros por programa
Carvalho da Silva 600 Euros por programa
Joana Amaral Dias 600 Euros por programa
Paulo Rangel 600 Euros por programa
Bagão Felix 200 Euros por programa
E o que paga a alguns dos comentadores (atenda-se quem eles são) - a lista é bem maior
Elisa Ferreira 200 Euros por semana
Zita Seabra 200 Euros por semana
Ana Gomes 237,50 Euros por semana
SEM COMENTÁRIOS! O MESMO PRINCÍPIO DOS POLÍTICOS "QUANTO MAIS SE ROUBAR, MAIS SE DIGNIFICA A PROFISSÃO"

EXEMPLOS DE EMPRESAS PÚBLICAS COM PREJUÍZOS CRÓNICOS
E.P. Prejuizos de mais de 2.000 milhões de Euros, c/10 elementos administrativos a ganhar 835.000 Euros/ano mais mordomias
STCP Prejuizos de 773 milhões de Euros c/13 elementos nos Orgão Sociais a ganhar mais de 1 milhão Euros/ano mais mordomias
pagou 500 mil euros de indiminizaçaõ a 3 directores para cessação de contrato por mútuo acordo
P. ESCOLAR Prejuízos de 665 milhões de Euros c/ 5 elementos nos Orgãos Sociais a ganhar mais de 161.000 Euros/ ano mais mordomias
PARPÚBLICA Prejuízos de 408 milhões de Euros em que os Orgão Sociais custaram mais de 710 mil Euros, mais 300 mil Euros em prémios de gestão
têm direito a carros alugados, combustíveis, telefones e outras mordomias.
MET. PORTO Prejuízos de 351 milhões de Euros, c/ Orgãos Sociais composto por 9 elementos que custam 474 mil Euros mais mordomias.
C.P. Prejuizos de 195 milhões de Euros c/5 elementos dos Orgão Sociais que recebem mais de 460 mil Euros mais mordomias.
e gastaram 50 Mil euros em carros de luxo.
MET.LISBOA Prejuízos superiors a 151 milhões de Euros, c/ 5 elementos nos Orgãos Sociais a ganharem mais de 151 mil Euros mais mordomias.
REFER Prejuízos superiores a 146,5 milhões de Euros, c/ 4 elementos nos Orgãos Sociais que custam 460 mil Euros mais mordomias
TAP Preluízos superiores a 75 milhões de Euros, c/ 13 elementos nos Orgão Sociais que no conjunto custam mais de 2,4 milhões de Euros
mais mordomias, prémios de gestão, etc.
ÁGUAS PORT Prejuízos de 75 milhões de Euros c/18 elementos nos Orgãos Sociais que custam mais de 1 milhão de Euros com mordomias
distribuiram 2,3 milhões de Euros em prémios, gataram 2,5 milhões em viaturas de serviço (têm 400 carros para os quadros
intermédios e gestores). Em 2010 já apresentaram lucros de 78 milhões????????
CARRIS Prejuízos de 42,2 milhões de Euros, c/ 5 elementos nos Orgãos Sociais que custaram 460 mil Euros mais mordomias.
EMPORDEF Prejuízos de 40 milhões de Euros e um passivo de 200 milhões de Euros (falida)
R.T.P. Prejuízos de 13,8 milhões de Euros c/ 5 elementos nos Orgãos Sociais que custaram 1,133 mil Euros mais mordomias
TRANSTEJO Prejuízos superiores a 13 milhões de Euros c/ 10 elementos nos Orgãos Sociais
P. EXPO Prejuízos de 4,98 milhões de Euros c/ 5 elementos nos Orgãos Sociais que custaram 597 mil Euros mais mordomias.

SERAM Prejuízos no sector empresarial da Região Autónoma da Madeira, em que das 51 empresas 26 perderam 15 milhões de Euros

E. MUNICIP. Das inúmeras empresa municipais conhecidas 46 encontram-se falidas e muitas mais vão a caminho
dados recolhidos junto da DUN & BRADSTREET

CLARO QUE A LISTA DAS EMPRESAS PÚBLICAS QUE REGISTAM PREJUÍZOS É BASTANTE MAIOR. ESTA EXPOSIÇÃO É PARA
DEMONSTRAR A FALTA DE RESPONSABILIÇÃO DOS GESTORES PÚBLICOS E A CONIVÊNCIA DOS NOSSOS GOVERNANTES.
SERIA PREFERÍVEM QUE ASSUMISSEM A NECESSIDADE DE APRESENTAÇÃO DE PREJUÍZOS PARA GARANTIR O FINANCIAMENTO
ILEGAL DOS PARTIDOS.

CASOS, APÓS 25 DE ABRIL, EM QUE A JUSTIÇA NADA FEZ OU FOI IMPEDIDA DE ACTUAR

CASOS NOMES ENVOLVIDOS COMO FOI ADMINISTRADA A JUSTIÇA CONSTACTAÇÕES
PORTUCALE Abel Pinheiro Calcula-se ter sido desviado 1 MILHÃO DE EUROS, através da falsificação de 1 Milhão de euros desviados
António de Sousa Macedo documentos. Constituidos 11 arguidos. O envolvimento de figuras públicas financiamento de partidos?
António Ferreira Gonçalves e ex-políticos, determinou que não se fizésse justiça. Ausência de crimes. e a justiça?
Carlos Calvário Ninguém foi culpabilizado, mas alguns saíram beneficiados. que Justiça?
Eunice Tinta Temos bons advogados a ganhar fortunas.
João Carvalho
José António Valadas
José Manuel Sousa
Luís Horta e Costa
Manuel Rebelo
Teresa Godinho

CASOS NOMES ENVOLVIDOS COMO FOI ADMINISTRADA A JUSTIÇA CONSTACTAÇÕES
SUBMARINOS António Lavrador A. Jacinto Processo ainda em curso na justiça. Trata-se dum processo de corrupção e 24 Milhôes de Euros ao ar
António Parreira Roquete pagamento de luvas/comissões na compra de 2 submarinos para a Marinha financiamento de partidos?
Fernando J. C. Gonçalves Portuguesa com vários arguidos e algumas figuras políticas e públicas. aguarda-se o envolvimento
Filipe M. S. Moutinho Nada se vai provar e os tribunais vão "arrastar" no tempo com milhentos da justiça.
José Mendes Medeiros recursos e outros meios, de forma a deixar prescrever.
José Pedro Sá Ramalho Mais uma vez não haverá culpados pelo desvio de 24 milhões de Euros
Rui Moura Santos Vão aparecer bons advogados para rasteirar a justiça e ganhar milhões.

CASOS NOMES ENVOLVIDOS COMO FOI ADMINISTRADA A JUSTIÇA CONSTACTAÇÕES
UNIV. INDEP. Amadeu Lima de Carvalho Processo que conclui haver corrupção, burla, fraude fiscal, abuso de Muitos milhões perdidos
António Labisa confiança, associação criminosa, falsificação de documentos, branqueamen- financiamento de partidos?
Elsa Velez to de capitais, começou com 24 arguidos. O envolvimento de figuras públi-
Luís Arouca cas determinou nada se ter provado de concreto. Alguém penalizado foi
Rui Martins principescamente compensado pelo incómodo. Milhões perdidos.
Rui Verde Advogados encheram os bolsos


CASOS NOMES ENVOLVIDOS COMO FOI ADMINISTRADA A JUSTIÇA CONSTACTAÇÕES
F.S.EUROPEU João Pinto Coelho Processo iniciado a 1988 conclui-se com a absolvição dos réus em 2007, 1,8 milhões roubados
João Proença quasi 20 anos depois. Os réus, políticos ligados à UGT, acusados de fraude, financiamento de partidos?
José Veludo e desvio de 1,8 MILHÕES DE EUROS do Fundo Social Europeu, passados 20 e a justiça onde está?
Rui Oliveira e Costa anos já nem sabiam do destino dado ao dinheiro, e a justiça ainda teve de
Torres Couto lhes pedir desculpa (coitadinhos, tão honestos). O Povo é que ficou sem
Victor Hugo Cerqueira o dinheiro. E os advogados……….

CASOS NOMES ENVOLVIDOS COMO FOI ADMINISTRADA A JUSTIÇA CONSTACTAÇÕES
A. DOURADO José Luís Oliveira Cerca de 170 arguidos, acusados de corrupção "activa e passiva". Alguns são caso para perguntar;
Pinto da Costa figuras públicas e políticas. Foram indiciados 24 que em julgamento foram e os outros?
Pinto de Sousa absolvidos com um pedido de desculpa e não sei se indeminizados. O Assim a justiça vai andando
Valentim Loureiro tribunal não conseguiu ver o que todo o povo sabe. Coisas de advogados.
Quanto custou ao Estado este processo?

CASOS NOMES ENVOLVIDOS COMO FOI ADMINISTRADA A JUSTIÇA CONSTACTAÇÕES
FREEPORT José Inocêncio Processo iniciado em 2004. Alguns dos arguidos com ligações a figuras de 2,4 milhões desviados
José Marques topo na política, conseguiram por arrastamento e conivência do PGR e financiamento de partidos?
Honorina Silvestre do Supremo, o arquivamento daquele, e 2,4 milhões de Euros lá foram. Santa ingenuidade. As grava-
Manuel Pedro Advogados muito bons….. ções eram falsas? Coitados.
José Sócrates

CASOS NOMES ENVOLVIDOS COMO FOI ADMINISTRADA A JUSTIÇA CONSTACTAÇÕES
CASA PIA Carlos Silvino Além dos arguidos, figuras públicas, havia fortes suspeitas e indicios do Muitos milhões perdidos
Carlos Cruz envolvimento dos políticos Paulo Pedroso e Ferro Rodrigues, que por obra A justiça é só para o pobre,
Manuel Abrantes de algum milagre, não foram a julgamento. Tal facto vai em favor dos réus, se tiver fome não pode
José Rito que condenados a penas de prisão efectiva, jamais lá irão parar. Uma mão roubar uma maçã.
Ferreira Dinis lavará a outra. A justiça tudo fará para deixar prescrever o processo. Os ricos são INTOCÁVEIS.
Hugo Marçal Quanto custou este processo ao "Estado"? Muitos milhões. Os politicos INTOCÁVEIS são.
Gertrudes Nunes Quem pagou? O povo (até aos advogados e às vítimas).



CASOS NOMES ENVOLVIDOS COMO FOI ADMINISTRADA A JUSTIÇA CONSTACTAÇÕES
BRAGAPARQUES Carmona Rodrigues Afinal a Polícia Judiciária anda a investigar pessoas inocentes, leva-as a a justiça vai de mal para pior
Fontão de Carvalho tribunal acusadas de crime de corrupção, conclui-se haver corruptor que
Eduardo Napoleão é punido, por não conseguir corromper, e os acusados vem o processo ser
Domingos Névoa arquivado. Confirma-se temos excelentes advogados ou maus juízes.
Quanto custou ao Estado (povo) este espectáculo?


CASOS NOMES ENVOLVIDOS COMO FOI ADMINISTRADA A JUSTIÇA CONSTACTAÇÕES
FURACÃO Visabeira Processo determinou que 200 MILHÕES de Euros de Impostos não cobrados Voaram mais de 800 milhões
Tabaqueira do Funchal com fuga de capitais para offshores, que originaram um prejuízo de 600 financiamento de partidos?
Emp. Madeir. de Tabacos MILHÕES ao BCP??? (os seus administradores nem sequer foram indiciados) e que compensações terão
Mota-Engil O envolvimento de figuras públicas e de políticos da época (hoje adminis- os magistrados?
Grupo Amorim tradores e Presidentes de Bancos e Empresas Públicas) determinaram o Nem Nª Sª de Fátima nos
Grupo Média Capital arquivamento do processo. salva deste vespeiro.
Grupo Estoril Sol Os tribunais têm duas medidas: uma para os ricos e políticos; outra para os
Banco Insular pobres.
Millenium BCP Os ricos tem excelentes advogados a quem pagam milhões.
BPN/SLN

CASOS NOMES ENVOLVIDOS COMO FOI ADMINISTRADA A JUSTIÇA CONSTACTAÇÕES
ISALTINO Isaltino Morais O Ex-Ministro e actual Presidente de Câmara de Oeiras foi acusado dos milhões de euros que voaram
crimes de: participação económica em negócio, corrupção, branqueamento bela justiça a nossa.
de capitais, abuso de poder e fraude fiscal. Julgado, condenado por engano
a 7 anos de prisão efectiva (reduzidos para 2 anos). Continua Presidente
de Câmara, solto, a levar boa vida. Vai de recurso em recurso até conseguir
a prescrição. Nem pulseira eléctrónica lhe foi imposta. Está tudo sob con-
trole, nem pensa em fugir. E os outros!
Não se podem prender uns com tantos outros tão ou mais importantes
à solta. Seria imoral, e uma grande injustiça. Quanto custou este processo?



CASOS NOMES ENVOLVIDOS COMO FOI ADMINISTRADA A JUSTIÇA CONSTACTAÇÕES
BOLAMA Desconhecidos Resumidamente trata-se de um navio que se afunda, de forma suspeita, a Pagaram-se indeminizações
04 de Dezembro de 1991, e que "vitimou" 30 pessoas, tendo sido resgatados aos familiares dos desapare-
8 corpos. Encontra-se no fundo do mar, direito, a uma profundidade de 130 cidos e não se pronunciaram
metros. Há indícios de que o navio teria sido sabotado, já que apresenta responsabilidades.
um furo oval feito a maçarico no lado estibordo. Supõe-se que, já no mar, Aqui já a política estava de
serviria para que lhe retirassem a sua preciosa carga!!!!!Suspeita-se que o mãos dadas com a justiça.
navio transportava URÂNIO.
Entre os desaparecidos estaria um genro de Salvador Caetano.
O navio tinha sido reparado recentemente na Rinave, que lhe certificou
a navegabilidade.
Tudo aponta para que o caso tenha sido propositadamente negligenciado
já que não interessaria às autoridades portuguesas da altura que o navio
fosse rápidamente encontrado ou que a investigação fosse mais cuidada.
O que se quis esconder?

CASOS NOMES ENVOLVIDOS COMO FOI ADMINISTRADA A JUSTIÇA CONSTACTAÇÕES
FACE-OCULTA Manuel Godinho Investigadas muitas empresas CP; EMEF;EMPORDEF;ESTALEIROS DE VIANA; Muitos milhões de euros
Armando Vara E.P.;CARRIS;CTT;EDP;GALP;IDD;LISNAVE;PORTO SETÚBAL;PORTUCEL;REFER. desviados e gastos neste
Rui Pedro Soares Foertes indícios revelam eventual envolvimento de José Sócrates no processo, que, tal como ou-
José Penedos negócio da compra da TVI pela Portugal Telecom para afastar Manuela M. tros, dá em nada. Apenas o
Lopes Barreira Guedes e Eduardo Moniz (assim confirmaram as escutas telefónicas feitas arguido Manuel Godinho
Domingos Paiva Nunes a Armando Vara, Paulo Penedos e Rui Pedro Soares). Indícios indicam que sairá condenado (oportuna-
António Paulo Costa José Sócrates e Armando Vara teriam planos para condicionar a actuação mente gratificado pelos res-
José Choc. Contradanças do Presidente da República, utilizando interesses do genro de Cavaco e tantes) e premiado c/ cartão
Outros politicos Silva.Indícios apontam que José Sócrates pretendia controlar os meios de dourado do PS.
comunicação social e usar verbas de empresas públicas em benefício do PS. Mais uma vez os políticos
Escutas revelaram referencias insultuosas ao P.R. e à líder do PSD. vão sair intocáveis.
A TMN destruiu (por sua iniciativa ou a pedido) dados considerados rele- Financiamento de partidos?
vantes pelas autoridades judiciais na investigação ao caso Face-Oculta, e
relativos ao trafego telefónico de Armando Vara, Rui Pedro Soares, Mário
Lino e Paulo Penedos. Aqui voltarão a aparecer os bons advogados.

CASOS NOMES ENVOLVIDOS COMO FOI ADMINISTRADA A JUSTIÇA CONSTACTAÇÕES
BPN/SLN Almiro Silva Caso muito complexo de corrupção, fraude fiscal, fuga de capitais e de ges- 9,7 MIL MILHÕES DE EUROS
António Franco tão danosa, dividido até ao momento em 4 processos, que envolve figuras DESAPARECIDOS
António Marques Cavaco públicas e políticas e que aponta prejuízos superiores a 9 mil milhões de Mais 5 MIL MILHÕES PAGOS
Fernando Cordeiro Euros. Note-se que para além dos que foram constituidos arguidos, surgem pagos pelo povo (C.G.D.).
Filipe Baião do Nascimento outros nomes associados a este caso, tais como o de Daniel Sanches, Miguel Quem ganha além dos de
Francisco Sanches Cadilhe, Rui Pedras, Norberto Rosa, Cavaco e Silva, Eduardo Catroga, Teófilo sempre!? Advogados.
Hernâni Ferreira Carrapeto Dias, Fernando Fantasia, José Pereira (teria desviado 1,5 milhões Financiamento de partidos?
Isabel Cardoso e fugido), Artur Alho (desviou 2,5 milhões e fugiu), Américo Amorim, Victor
Isabel Ferreira Constâncio. Após a nacionalização do BPN pelo governo Sócrates, a C.G.D.
José Monteverde injectou mais de 5.000 milhões de Euros naquele banco, para mais tarde ser
José Oliveira e Costa vendido a um banco com capital angolano e de Américo Amorim, por 440
José Vaz de Mascarenhas milhões de Euros (BIC presidido por Mira Amaral). Não foi esclarecido ainda
Leonel Mateus se Américo Amorim deveria ou não ao BPN 1,6 mil milhões de Euros.
Luis Caprichoso José Sócrates no parlamento em 05/11/2008 negou que a Segurança Social
Luis Ferrera Alves teria depositados no BPN 500 milhões de Euros, no entanto em 11/11/2008
Luis Reis Almeida a mesma S.S. levantou 300 dos 500 milhões lá depositados!
Manuel António Sousa A Federação Portuguesa de Futebol tinha investidos no BPN cerca de 2,5
Manuel Marques Cavaco milhões de Euros e a 23/08/2010 a C.G.D. pagou aquela verba a F.P.F.!
Manuel Silva Santos A Assembleia da República a 04/03/2010 retirou do BPN 17,4 milhões de
Ricardo Oliveira Euros que tinha lá depositado, e transferiu aquela verba para a C.G.D. uma
Rui Almeida Fonseca semana antes da nacionalização!
Rui Guimarâes Dias Costa Clientes com nomes sonantes devem muitos milhões ao BPN (e nada vão
Telmo Belino Reis pagar, não irão presos e alguns até serão principescamente beneficiados):
Arlindo de Carvalho veja-se os casos de Arlindo de Carvalho (crédito de 20 milhões de Euros);
José Neto o caso de Duarte Lima (consta-se que terá um crédito de 40 milhões);
Coelho Marinho e Américo Amorim (teria um crédito de 1,6 mil milhões de Euros).
Dias Loureiro A forma como estão a ser conduzidos e separados os processos, aponta para
Luis Duque um desfecho similar a muitos outros. De recursos e incidentes processuais
Carlos Ortigueira arrastar-se-à no tempo até o eventual falecimento do "principal" arguido
Carlos Marques (desejado por todos os restantes implicados, pelos juízes, pelos advogados,
Nelson Rego pelos políticos e ex-políticos, pelos partidos, pelos empresários,banqueiros)
João Sardinheiro Será então em Oliveira e Costa que desabarão todas as culpas, os restantes
CASOS NOMES ENVOLVIDOS COMO FOI ADMINISTRADA A JUSTIÇA CONSTACTAÇÕES
BPN/SLN Diamantino Morais serão compensados com a prescrição ou agraciados com uma amnistia.
Teresa Cantanh. Rodrigues Se assim não fosse?? Os que beneficiaram de todos estes milhões, os mais
de 9 mil milhões desaparecidos, e os 5 mil milhões lá enterrados pela C.G.D.
Qual o interesse em gastar mais uns milhões com julgamentos?
Assim terá de ser, pois alguns lobos terão de ser saciados para travar a
"justiça".
Normal e naturalmente, quando aparece um cadáver logo surgem os ditos
abutres. Assim se vai preservando o nosso querido Portugal.

CASOS NOMES ENVOLVIDOS COMO FOI ADMINISTRADA A JUSTIÇA CONSTACTAÇÕES
MELANCIA Carlos Melancia Processo iniciado devido a um Fax caído do céu no Jornal Independente, desvio de 250.000 Euros
EMAUDIO Rui Mateus que indiciava o pagamento de luvas e corrupção no concurso para constru- E a justiça onde está?
Mário Soares ção do Aeroporto de Macau. Os 250.000 Euros desviados para a Fundação
Almeida Santos M. Soares (segundo se depreende no livro de Rui Mateus) tiveram pouco
Carlos Monjardino significado, e, quem se lixou? O mexilhão claro.
Santos Ferreira

CASOS NOMES ENVOLVIDOS COMO FOI ADMINISTRADA A JUSTIÇA CONSTACTAÇÕES
FÁT. FELGUEIRAS Fátima Felgueiras A Ex-Presidente de Câmara foi "injustamente" acusada de 23 crimes. sem palavras
Foi condenada por apenas 3 crimes de somenos importância. De recurso
em recurso lá conseguiu obter a absolvição e consequentemente o pedido
de desculpas por parte da justiça. Até deve ter razão pois a justiça está na
hora da morte e sem crédito.
Um destes dias os Srs Juízes terão de ser responsabilizados pelos danos
patrimoniais e morais causados aos arguidos mal pronunciados.


CASOS NOMES ENVOLVIDOS COMO FOI ADMINISTRADA A JUSTIÇA CONSTACTAÇÕES
PARTEX José Alfaia Caso com envolvimento de figuras públicas e ex-políticos que determinou financiamento de partidos?
Melro Félix que se arrastasse no tempo até à prescrição. Quem saíu beneficiado? e a justiça?


CASOS NOMES ENVOLVIDOS COMO FOI ADMINISTRADA A JUSTIÇA CONSTACTAÇÕES
VALE AZEVEDO João Vale e Azevedo Ex-Presidente do Sport Lisboa e Benfica, advogado de profissão, foi acusado desvio de mais de 5 milhões
de variadíssimos crimes, tais como:
Se ter apropriado indevidamente de 386.000 Euros relativos à transferência
do guarda-redes russo do Benfica para o Alverca.
Processo de alienação dos terrenos Sul do Benfica (Euroárea), e compra e
venda simulada de uma herdade no Seixal - futuro Centro Estágio Benfica.
Peculato e branqueamento de capitais
Por 8 crimes de falsificação de documentos no processo Dantas da Cunha.
Processo Ribafria.
Foi julgado, condenado e preso. Com recursos e mais recursos conseguiu
ficar a aguardar os resultados dos recursos na sua residência.
Fugiu, e foi viver descansado para Londres desde 2006.
Os tribunais pediram a sua extradição no entanto continuam a aguardar que
a justiça inglesa lhes dê razão. Quem paga este filme?


ATENÇÃO QUE ISTO APENAS É UM RESUMO DE TODAS AS TRAPALHADAS MAIS BADALADAS E CONHECIDAS, COM DESFECHOS DUVIDOSOS,
POUCO CLAROS, SEMPRE EM BENEFÍCIO DE ARGUIDOS, E COM CONTORNOS QUE INDICIAM TUDO SE DEVER AO FINANCIAMENTO ILEGAL
DOS PARTIDOS POLÍTICOS.

MAS,HAVERÁ MUITOS MAIS CASOS, TAMBÉM COM COM INDICIOS DE INGERÊNCIA POLÍTICA OU DE POLÍTICOS, NA SUA MAIORIA ABAFADOS
E "NEGOCIADOS" COM OS PARTIDOS ATRAVÉS DE COMISSÕES PARLAMENTARES DE INQUÉRICO CRIADAS PARA ESSE EFEITO.

ATÉ HOJE, E DE TODAS AS COMISSÕES PARLAMENTARES DE INQUÉRITO CRIADAS, PELA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA, NO SENTIDO SE APURAR
A VERDADE DE FACTOS OU OCORRÊNCIAS, É VER OS RESULTADOS OBTIDOS.
NEGÓCIOS ENTRE CONCORRENTES MAS COMPADRES COM OS MESMOS INTERESSES.

NO MEIO DE TUDO ISTO HAVERÃO ALGUNS ATROPELOS E EXCESSOS DE ALGUMAS FIGURAS PÚBLICAS, QUE FACE AOS DESMANDOS DA CLASSE
DIRIGENTE E SUA IMPUNIDADE, TERÃO DE MERECER TRATAMENTO DE EXCEPÇÃO DA JUSTIÇA.
A JUSTIÇA TEM DE SER EQUILIBRADA!


NOTA FINAL O EXEMPLO DOS POLÍTICOS PORTUGUESES (MAU EXEMPLO) É SEGUIDO PELOS ADMINISTRADORES DAS EMPRESAS PÚBLICAS.
SABEMOS QUE A DEMOCRACIA É UM REGIME MUITO CARO. TANTO MAIS QUANDO OS PARTIDOS DÃO GUARIDA A PESSOAS
SEM ESCRÚCULOS, DESONESTOS, SEM CARÁCTER E SEM PÁTRIA (A SUA PÁTRIA É O DINHEIRO), PELO QUE A CORRUPÇÃO E O JOGO
DE INTERESSES MINARÃO A DEMOCRACIA. O QUE ESTÁ AQUI EM CAUSA É O FINANCIAMENTO DOS PARTIDOS, NADA MAIS.
AS LEIS SAÍDAS DA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA PROTEGEM DE FORMA DESCARADA A CLASSE POLÍTICA DAÍ QUE OS TRIBUNAIS
NÃO PODENDO ACTUAR SOBRE OS PRINCIPAIS CRIMINOSOS A COBERTO DE IMUNIDADES PARLAMENTARES OU DO PROTECTORADO
DE ENTIDADES COMO O P.G.R., E PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL, OPTARAM POR "DEIXAR ANDAR ATÉ Á PRESCRIÇÃO".
E, VEJA-SE, QUANDO NÃO O FAZ, JULGAM E CONDENAM, QUAL É O RESULTADO?
CLARO QUE OS JUÍZES SÃO INTILIGENTES E SEGUEM O DITADO POPULAR - "SE NÃO PODERES COM ELES, JUNTA-TE A ELES"
DAI TIRAREM OS DIVIDENDOS QUE SE CONHECEM E FÁCILMENTE SERÃO COMPROVADOS ATRAVÉS DO QUE ESTÁ ESCRITO
ANTES DA ENTREGA DO PODER POLÍTICO AOS PARTIDOS PELO CONSELHO DA REVOLUÇÃO.
OS POLÍTICOS COMEÇARAM POR QUERER DIGNIFICAR A CLASSE, E, PARA ISSO, AUMENTARAM OS SEUS VENCIMENTOS PARA O
DOBRO, CRIANDO PARA SI UMA SÉRIE INFINDÁVEL DE SUBSÍDIOS, SUBVENÇÕES, AJUDAS DE CUSTO, AVENÇAS, SÓ COM DIREITOS
E SEM QUALQUER RESPONSABILIZAÇÃO.
OS JUÍZES, POR ARRASTAMENTO, E NECESSIDADE DOS PRÓPRIOS POLÍTICOS, FORAM PREMIADOS, POIS VIRAM OS SEUS VEN-
CIMENTOS E MORDOMIAS SUBSTANCIALMENTE MELHORADAS EM RELAÇÃO A OUTRAS CLASSES NÃO MENOS IMPORTANTES
MAS IGNORADAS PELOS POLÍTICOS. VEJA-SE COMO EXEMPLO, UM JUÍZ DE CÍRCULO GANHAVA O MESMO QUE UM CORONEL
DO EXÉRCITO EM 1980, HOJE O QUE GANHA E COM AS MORDOMIAS QUE TEM É O DOBRO DO QUE GANHA UM CORONEL
NO ACTIVO.
JÁ NEM FALAMOS NOS REFORMADOS DA CLASSE POLÍTICA OU DOS ADMINISTRADORES DAS EMPRESAS PÚBLICAS, COMPARADOS
COM AS REFORMAS DOS MILITARES E DE OUTRAS CLASSES, ENTÃO AÍ O FOSSO E ABISSAL. PERDERAM POR COMPLETO A VERGONHA.
OS CHEFES MILITARES E OS MILITARES EM GERAL NÃO ESQUECEM QUE NA CONSTITUIÇÃO ESTÁ ESCRITO:
"INCUMBE ÀS FORÇAS ARMADAS A DEFESA MILITAR DA REPÚBLICA. LEIA-SE O ARTº 22 DA LEI DE DEFESA NACIONAL, EM QUE AFIRMA
QUE O INSTRUMENTO MILITAR DE DEFESA NACIONAL SÃO AS FORÇAS ARMADAS EM EXCLUSIVO. A CONSTITUIÇÃO ALARGA AS
MISSÕES DAS FORÇAS ARMADAS A OUTROS ÂMBITOS, NOMEADAMENTE AO APOIO À POLÍTICA EXTERNA, AO APOIO DA POLÍTICA
INTERNA, PROTECÇÃO E SOCORRO, À VALORIZAÇÃO SOCIAL DAS POPULAÇÕES E À INTERVENÇÃO DURANTE OS ESTADOS DE EXCEPÇÃO
DECLARADOS. PREVÊ ASSIM EXPRESSAMENTE A NECESSIDADE DO EMPREGO DAS FORÇAS ARMADAS PARA GARANTIR A SEGURANÇA
DURANTE O PERÍODO DE DECRETAÇÃO DO ESTADO DE SÍTIO OU DE EMERGÊNCIA, OPERANDO NA DEFESA DA ORDEM CONSTITUCIONAL
DEMOCRÁTICA E DA SEGURANÇA INTERNA NOS TERMOS DOS ARTº 19 E DO Nº 6 DO ARTº 275º DA CONSTITUIÇÃO DA R. PORTUGUESA.
ERA BOM QUE OS POLÍTICOS TOMASSEM CONSCIÊNCIA QUE JÁ ESTÃO MUITO PARA LÁ DO QUE LHES FOI MANDATADO NAS
ÚLTIMAS ELEIÇÕES, E, NO CASO DE DÚVIDA, ACONSELHA-SE FAÇAM UM REFERENDO SOBRE AS PRINCIPAIS QUESTÕES QUE NESTE
MOMENTO MAIS ATORMENTAM O POVO E REVOLTAM A SOCIEDADE. TALVEZ TENHAM UMA DESAGRADÁVEL SURPRESA.

ENTÃO COMO SE RESOLVE O PROBLEMA DE PORTUGAL?

TERÁ DE SE CONSEGUIR UMA MAIORIA DE 2/3 NO PARLAMENTO PARA MELHORAR A NOSSA CONSTITUIÇÃO, DE FORMA A:

IMPEDIR/PROIBIR QUE NAS LISTAS DE CANDIDATOS SEJAM INCLUÍDOS INDIVÍDUOS COM IMPLICAÇÕES JUDICIAIS.
IMPEDIR/PROIBIR QUE NAS LISTAS DE CANDIDATOS SEJAM INCLUÍDOS INDIVÍDUOS COM LIGAÇÕES AO MUNDO DOS NEGÓCIOS.
IMPEDIR/PROIBIR QUE NAS LISTAS DE CANDIDATOS SEJAM INCLUIDOS INDIVÍDUOS COM LIGAÇÕES AO MUNDO DAS FINANÇAS.
FIQUE NA CONSTITUIÇÃO A INDICAÇÃO DO NÚMERO MÁXIMO DE DEPUTADOS A ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA NO LIMITE DE 150
FIQUE INSCRITO NA CONSTITUIÇÃO DE QUE OS DEPUTADOS ELEITOS PARA O PARLAMENTO,TÊM, OBRIGATÓRIAMENTE, DE RESIDIR
NA ÁREA DO CIRCULO QUE OS ELEGE, PELO MENOS À MAIS DE 10 ANOS.
FIQUE INSCRITO NA CONSTITUIÇÃO, QUE CADA DEPUTADO SÓ PODE EXERCER, NO MÁXIMO, DOIS MANDATOS.
FIQUE NA CONSTITUIÇÃO A COMPOSIÇÃO DOS GOVERNOS (NÚMERO DE MINISTÉRIOS E DAS VÁRIAS SECRETARIAS DE ESTADO).
FIQUE NA CONSTITUIÇÃO A INDICAÇÃO DO NÚMERO LIMITE DE ASSESSORES DA CONFIANÇA DE CADA MINISTRO, NO MÁXIMO 4.
FIQUE NA CONSTITUIÇÃO A DESCRIÇÃO DOS QUADROS ORGÂNICOS DE CADA MINISTÉRIO E DAS VÁRIAS SECRETARIAS DE ESTADO.
FIQUE NA CONSTITUIÇÃO DESCRITA A COMPOSIÇÃO DOS QUADROS ORGÂNICOS DOS GABINETES DE APOIO AOS GRUPOS PARLAMEN-
TARES DA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA (SEMPRE EM FUNÇÃO DO NÚMERO DE DEPUTADOS POR GRUPO PARLAMENTAR) NO MÁXIMO
ATÉ 1 FUNCIONÁRIO PARA CADA 1 DEPUTADO E 1 CHEFE DE GABINETE/COORDENADOR DO GRUPO..
FIQUE NA CONSTITUIÇÃO A INDICAÇÃO DOS TECTOS SALARIAS MÁXIMOS PARA:

PRESIDENTE DA REPÚBLICA
PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA
PRIMEIRO MINISTRO
PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL DE JUSTIÇA
PRESIDENTE DO TRIBUNAL CONSTITUCIONAL
PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL ADMINISTRATIVO
PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE CONTAS
MINISTRO ESTADO
MINISTRO NEGÓCIOS ESTRANGEIROS
MINISTROS
PRESIDENTES DE CÂMARAS LISBOA E PORTO
PRESIDENTES DE CÂMARA COM MAIS DE 40.000 ELEITORES
VICE PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA

PROCURADOR GERAL DA REPÚBLICA
CHEFE DO ESTADO MAIOR DAS FORÇAS ARMADAS
PROVEDOR DE JUSTIÇA
REPRESENTANTES DA REPÚBLICA PARA AS REGIÕES AUTÓNOMAS DOS AÇORES E DA MADEIRA
PRESIDENTES DAS ASSEMBLEIAS LEGISLATIVAS DAS REGIÕES AUTÓNOMAS
PRESIDENTES DOS GOVERNOS REGIONAIS
CONSELHEIROS DE ESTADO
PRESIDENTES DAS COMISSÕES PERMANENTES DA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA
SECRETÁRIOS DE ESTADO
SUBSECRETÁRIOS DE ESTADO
CHEFES DOS ESTADOS MAIORES DA ARMADA, DO EXÉRCITO E DA FORÇA AÉREA
VEREADORES DAS CÂMARAS DE LISBOA E PORTO
DEPUTADOS Á ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA
ALMIRANTES DA ARMADA E MARECHAIS
CHEFES DA CASA CIVIL E MILITAR DO PRESIDENTE DA REPÚBLICA
PRESIDENTE DO CONSELHO ECONÓMICO E SOCIAL DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE MUNIC. PORTUGUESES
PRESIDENTE DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE FREGUESIAS
GOVERNADOR DO BANCO DE PORTUGAL
CHANCELERES DAS ORDENS HONORÍFICAS PROTUGUESAS
VICE-PRESIDENTE DO CONSELHO SUPERIOR DE MAGISTRATURA
JUÍZES CONSELHEIROS DO TRIBUNAL CONSTITUCIONAL
JUÍZES CONSELHEIROS DO SUPREMO TRIBUNAL ADMINISTRATIVO
JUÍZES CONSELHEIROS DO TRIBUNAL DE CONTAS
SECRETÁRIOS E SUBSECRETÁRIOS REG. DOS GOV. DAS REGIÕES AUTÓNOMAS DOS AÇORES E DA MADEIRA
DEPUTADOS ÁS ASSEMBLEIAS LEGISLATIVAS DAS REGIÕES AUTÓNOMAS
COMANDANTE-GERAL DA GUARDA NACIONAL REPUBLICANA
DIRECTOR NACIONAL DA POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA
SECRETÁRIOS-GERAIS DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA
SECRETÁRIOS- GERAIS DA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA
SECRETÁRIOS-GERAIS DA PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS
SECRETÁRIOS-GERAIS DO MINISTÉRIO DOS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS
CHEFE DO PROTOCOLO DE ESTADO

PRESIDENTES DOS TRIBUNAIS DA RELAÇÃO E TRIBUNAIS EQUIPARADOS
PRESIDENTES DO CONSELHO DE REITORES DAS UNIVERSIDADES PORTUGUESAS
PRESIDENTES DO CONSELHO COORDENADOR DOS INSTITUTOS POLÍTÉCNICOS
BASTONÁRIOS DAS ORDENS
PRESIDENTES DAS ASSOCIAÇÕES PROFISSIONAIS DE DIREITO PÚBLICO
PRESIDENTES DA ACADEMIA PORTUGUESA DE HISTÓRIA
PRESIDENTE DA ACADEMIA DE CIÊNCIAS DE LISBOA
REITORES DAS UNIVERSIDADES
PRESIDENTES DOS INSTITUTOS POLITÉCNICOS DE DIREITO PÚBLICO
MEMBROS DOS CONSELHOS DAS ORDENS HONORÍFICAS PORTUGUESAS
JUÍZES DESEMBARGADORES DOS TRIBUNAIS DA RELAÇÃO E TRIBUNAIS EQUIPARADOS
PROCURADORES GERAIS ADJUNTOS
VICE-REITORES DAS UNIVERSIDADES
VICE PRESIDENTES DOS INSTITUTOS POLITÉCNICOS DE DIREITO PÚBLICO
VEREADORES DE CÂMARAS COM MAIS DE 40.000 ELEITORES
PRESIDENTES DE CÂMARAS COM MAIS DE 10.000 ELEITORES
PRESIDENTES DAS ASSEMBLEIAS MUNICIPAIS COM MAIS DE 10.000 ELEITORES
PRESIDENTES DE CÂMARA COM MENOS DE 10.000 ELEITORES
PRESIDENTES DAS ASSEMBLEIAS MUNICIPAIS COM MENOS DE 10.000 ELEITORES
CHEFES DE GABINETE DO PRESIDENTE DA REPÚBLICA
CHEFES DE GABINETE DO PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA
CHEFES DE GABINETE DO PRIMEIRO MINISTRO
ALMIRANTES E OFICIAIS GENERAIS COM FUNÇÕES DE COMANDO DE ACORDO COM A HIERARQUIA MILITAR
COMANDANTES OPERACIONAIS, COMANDANTES DE ZONA MILITAR, ZONA MARÍTIMA E ZONA AÉREA DAS
REGIÕES AUTÓNOMAS DOS AÇORES E DA MADEIRA
DIRECTORES DO INSTITUTO DE DEFESA NACIONAL, INSTITUTO DE ESTUDOS SUPERIORES MILITARES
COMANDANTES DA ESCOLA NAVAL, DA ACADEMIA MILITAR, ACADEMIA DA FORÇA AÉREA
ALMIRANTES E OFICIAIS GENERAIS DE 3 DE DE 2 ESTRELAS
CHEFES DE GABINETE DOS MEMBROS DO GOVERNO
SUBDIRETORES GERAIS E DIRECTORES REGIONAIS
JUÍZES DE COMARCA E PROCURADORES DA REPÚBLICA
VEREADORES DE CÂMARAS COM MAIS DE 10.000 ELEITORES

VEREADORES DE CÂMARAS COM MENOS DE 10.000 ELEITORES
ASSESSORES, CONSULTORES E ADJUNTOS DA PRESIDENCIA DA REPÚBLICA
ASSESSORES, CONSULTORES E ADJUNTOS DA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA
ASSESSORES, CONSULTORES E ADJUNTOS DO PRIMEIRO MINISTRO
PRESIDENTES DE JUNTAS COM MAIS DE 20.000 ELEITORES
PRESIDENTES DE JUNTAS COM MAIS DE 10.000 ELEITORES
PRESIDENTES DE JUNTAS COM MAIS DE 5.000 ELEITORES
PRESIDENTES DE JUNTAS COM MENOS DE 5.000 ELEITORES
MEMBROS DAS ASSEMBLEIAS MUNICIPAIS
PRESIDENTES DAS ASSEMBLEIAS DE FREGUESIA E MEMBROS DAS JUNTAS E ASSEMBLEIAS DE FREGUESIA
DIRECTORES DE SERVIÇO
CHEFES DE DIVISÃO
ASSESSORES E ADJUNTOS DOS MEMBROS DO GOVERNO

FIQUE NA CONSTITUIÇÃO INSCRITA A PROIBIÇÃO DE TODOS OS SUBSÍDIOS; SUBVENÇÕES; AJUDAS DE CUSTO; AVENÇAS; PRÉMIOS;
E A ACOMULAÇÃO DE VENCIMENTOS COM REFORMAS A TODO O SECTOR DO ESTADO SEM EXCEPÇÃO.
FIQUE INSCRITO NA CONSTITUIÇÃO A REGULAMENTAÇÃO DO USO DE CARROS DO ESTADO E QUEM A ELES TEM DIREITO.
FIQUE INSCRITO NA CONSTITUIÇÃO DE QUE EM PORTUGAL NINGUÉM PODE GANHAR TANTO QUANTO O PRESIDENTE DA REPÚBLICA.
FIQUE INSCRITO NA CONSTITUIÇÃO TODAS AS VERBAS DESTINADAS E DISTRIBUIDAS PELO ESTADO AOS PARTIDOS COM A INDICAÇÃO
EXPRESSA SER O ÚNICO FINANCIAMENTO PARTIDÁRIO PERMITIDO POR LEI ALÉM DA QUOTIZAÇÃO E GRATIFICAÇÃO DOS MILITANTES.
FIQUE REGULAMENTADA NA CONSTITUIÇÃO A QUESTÃO DAS REFORMAS DOS POLÍTICOS, SUGERE-SE QUE A IDADE DE REFORMA
SEJA IGUAL PARA TODOS OS CIDADÃOS, MAS OS POLÍTICOS POSSAM COMPRAR OS ANOS EM FALTA PARA A OBTER. O VALOR DA
PENSÃO DE REFORMA SERIA CALCULADA PELA MÉDIA DE TODOS OS ANOS DE EXERCÍCIO DAS FUNÇÕES PÚBLICAS.
NO CAPÍTULO DAS INCOMPATIBILIDADES TERÁ DE FICAR DESCRITO NA CONSTITUIÇÃO QUE MEMBROS DO GOVERNO E DEPUTADOS
APÓS CESSAREM FUNÇÕES NÃO PODERÃO INTEGRAR OU SER FUNCIONÁRIOS DE EMPRESAS PRIVADAS QUE PRESTEM SERVIÇOS OU
TRABALHEM PARA O ESTADO, PARA AS AUTARQUIAS OU PARA AS EMPRESAS PÚBLICAS.
FIQUE INSCRITO NA CONSTITUIÇÃO A OBRIGATORIEDADE DOS GOVERNOS LEVAREM AO PARLAMENTO PARA APROVAÇÃO
TODOS OS CONCURSOS PÚBLICOS LANÇADOS E DE VALOR IGUAL OU SUPERIOR A 1 MILHÃO DE EUROS.
SEJAM RETIRADOS DA CONSTITUIÇÃO OS IMPEDIMENTOS NA ADMINISTRAÇÃO DA JUSTIÇA A, POLÍTICOS E DETENTORES DE CARGOS
PÚBLICOS (CASOS DAS IMUNIDADES PARLAMENTARES OU PARECERES DA PROCURADORIA E PRESIDENTE DO SUPREMO) OS TRIBUNAIS
TEM DE TER A LIBERDADE TOTAL NA ADMINISTRAÇÃO DA JUSTIÇA, NÃO PODEM SER TUTELADOS OU CONDICIONADOS. BASTAM OS
TRIBUNAIS DE RECURSO. A JUSTIÇA TEM DE SER CÉLERE, MAIS BARATA E IGUAL PARA TODOS OS CIDADÃOS.

FIQUE INSCRITO NA CONSTITUIÇÃO A PROIBIÇÃO DAS EMPRESAS PÚBLICAS APRESENTAREM RESULTADOS NEGATIVOS E PODEREM
RECORRER A FINANCIAMENTO PÚBLICO SEM AUTORIZAÇÃO DO PARLAMENTO ATRAVÉS DO MINISTÉRIO DA TUTELA.
FIQUE INSCRITO NA CONSTITUIÇÃO QUAL O QUADRO ORGÂNICO PERMITIDO PARA AS FORÇAS ARMADAS NOS RESPECTIVOS RAMOS.
FIQUE INSCRITO NA CONSTITUIÇÃO A OBRIGATORIEDADE DE GOVERNO FAZER APROVAR NO PARLAMENTO, NO PRAZO DE UM ANO,
UMA NOVA LEI DE DEFESA NACIONAL, QUE COMTEMPLE O NOVO QUADRO ORGÂNICO DAS FORÇAS ARMADAS NOS RESPECTIVOS
RAMOS E APRESENTE A SUA RESTRUTURAÇÃO AJUSTADA COM OS MEIOS EXISTENTES, E INDICAÇÃO DAQUELES QUE PODERÃO SER
ALIENADOS OU EXTINTOS.
FIQUE INSCRITO NA CONSTITUIÇÃO QUE A VENDA DE PATRIMÓNIO DO ESTADO TERÁ DE SER APROVADA E REGULAMENTADA PELA
ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA
FIQUE INSCRITO NA CONSTITUIÇÃO DE QUE A VIOLAÇÃO DAS NORMAS CONSTITUCIONAIS SERÁ PUNIDA COM EXONERAÇÃO DO
CARGO/FUNÇÃO E CONSEQUENTEMENTE SUSCEPTÍVEL DE PROCEDIMENTO JUDICIAL PROVANDO-SE HAVER MATÉRIA DE FACTO,
SANCIONADA COM PERDA DE MANDATO E EXCLUSÃO DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA.



PUB
PUB
Siga-nos
CD Carríssimas Canções de Sérgio Godinho
Assinaturas - Revista FEEL IT (PT)
Siga o SOL no Facebook


© 2007 Sol. Todos os direitos reservados. Mantido por webmaster@sol.pt