sexta-feira, 25 de Abril de 2014, 6:00
Pesquisa
pesquisar
Emprego Imobiliário Motores
iPad
BdP contrata mais uma consultora externa

18 de Fevereiro, 2012por Tânia Ferreira
O Banco de Portugal (BdP) contratou a norte-americana Lazard, um dos nomes mais proeminentes na consultoria financeira a nível internacional, apurou o SOL.

A empresa, que também trabalha com o Banco Central Europeu, por exemplo, vai ajudar o supervisor a fazer o seu trabalho em várias frentes, nomeadamente, na aprovação dos planos de recapitalização dos bancos portugueses, que estão agora a ser avaliados pelo banco central. Outro dos trabalhos dos consultores será ‘dar a mão’ ao BdP na definição dos modelos de entrada e saída do capital do Estado nos bancos lusos. A Lazard está ainda, segundo foi possível saber, incumbida de auxiliar o Banco de Portugal a promover o financiamento externo e a desalavancagem do sistema financeiro nacional.

Dentro das suas competências, a consultora internacional – que opera nos quatro cantos do Mundo – terá ainda de apoiar o regulador na criação de modelos de veículos financeiros.

Esta contratação não está a ser bem acolhida no seio do sector financeiro português. Uma das fontes ouvidas pelo SOL diz que «é difícil entender que o Banco de Portugal, que diz ter quadros tão qualificados, tenha de recorrer, mais uma vez aos serviços externos de uma consultora internacional». Esta visão é partilhada por outra fonte da cúpula de um dos maiores bancos portugueses: «em causa estão questões críticas e estratégicas, que deveriam ser do foro do próprio BdP».

Contactado pelo SOL, o supervisor argumenta que «por força das atribuições que lhe estão estatutariamente conferidas, cabe ao BdP o acompanhamento e a coordenação do processo conducente à concretização das medidas previstas no Programa de Assistência Económica e Financeira a Portugal».

Apontando a «magnitude dos desafios que o sistema bancário enfrenta» e alegando que é preciso «garantir a melhor resposta possível a esses desafios», fonte oficial confirma que o Banco de Portugal, celebrou um contrato de consultoria com a Lazard & Co, Limited. E remata: «É uma instituição de referência na comunidade financeira europeia e com conhecimento especializado em outras jurisdições que enfrentam desafios similares aos da nossa economia e sistema bancário nacional», sem responder sobre a duração e o custo do contrato.

Esta não é a primeira contratação deste tipo, por parte do BdP. Em Novembro, por exemplo, o banco contratou a consultora norte-americana Oliver Wyman para validar os testes de stress realizados aos oito maiores bancos nacionais.

tania.ferreira@sol.pt




22 Comentários
JA082MF
20.02.2012 - 15:27
Qual é a comissão que esta consultora vai pagar aos parasitas que nos desgovernam e roubam ??
zaire
19.02.2012 - 12:39
Começo a perceber a queixa do Cavaco de que a sua reforma é pequena. Se calhar o trabalho que lá fez ainda foi mais pequeno. Baldava-se e ía dar aulas....
zaire
19.02.2012 - 12:28
A minha opinião é fechar o banco, entregar os activos ao Tesouro e substituir as tarefas que afinal não faz, por empresas de consultadoria externas.
JorgeDuque
19.02.2012 - 10:35
Isto é um verdadeiro escândalo!

Então anda o pais a pagar reformas e ordenados milionários aos "técnicos de alto gabarito" do Banco de Portugal e eles precisam de ajuda de uma empresa privada?

São mas é uma quadrilha de incompetentes regiamente pagos.

Por isso é que os bancos fizeram o que quiseram no tempo de Sócrates!

Passos Coelho, que tantos privilégios tem retirado, poderia aproveitar e acabar com a maioria das benesses desta cambada. Seria uma medida muito bem vista pelo povo.

O mais urgentemente possível!

Revoltante...
emadio
19.02.2012 - 04:51
POR CA A CORJA SO SAVE FAZER CONTAS DE SUMIR!!!!


SERA QUE TODOS TEM O CURSO IGUAL AO DO SOCAS????
carssol
18.02.2012 - 22:28
Querem ganhar umas massas?
E não vão ser poucas, Vejam o blog: wazzubcarlossimoes.blogspot.com.
Registem-se JÁ, está em pré lançamento, é gratuito: signup.wazzub.info/?lrRef=42ee3


carssol
18.02.2012 - 22:15
Querem ganhar umas massas?
E não vão ser poucas, Vejam o blog: wazzubcarlossimoes.blogspot.com.
Registem-se JÁ, está em pré lançamento, é gratuito: signup.wazzub.info/?lrRef=42ee3
Allentejo
18.02.2012 - 21:51
"BdP contrata mais uma consultora externa"

MAIS UMA ???

AS QUE TINHA NÃO CHEGAVAM ???

E PORQUÊ ESTRANGEIRA ???

A CARDONA NÃO RESOLVERIA O ASSUNTO,

MESMO ACUMULANDO ???
jcrf09
18.02.2012 - 21:39
BdP contrata mais uma consultora externa...

...É que já ninguém acredita nas contas destes excelsos economistas lusitanos, que a principal qualificação é ter um cartão partidário e um emprego vitalício cheio de benesses...

CepoDasMarradas
18.02.2012 - 21:29
Se no bDp já eram excedentários, agora é que ficam mesmo sem nadinha para fazer.

Sempre poderão tirar maior proveito do golfe e da quinta pata dos cavalos.
Hegel
18.02.2012 - 21:26
Um Estado dentro do Estado!

Insuportável!
Americ0
18.02.2012 - 17:27
E, assim, o grande capital estrangeiro fica melhor informado para decidir eventuais OPA's sobre a banca portuguesa...
pedroat750
18.02.2012 - 17:23
Tal como principal coveiro do país convidou 6 ou 7 "especialmente" para nos explicar a baixa natalidade em Portugal.....quem é escondeu os comprimidos ao Aníbal????
Agora vem uns pseudo especialistas para nos informar do óbvio.
Por amor da santa acabem com esta raça.
NORTHWIND
18.02.2012 - 17:22
LEGALISED AND INSTITUTIONALISED CRIME !!!!!!!!!

unicornio
18.02.2012 - 17:07
E o BDP não tinha conhecimento disto.

Não sei se chore se ria.


Existia um saco azul para pagar a ministros de Sócrates, avançando que as verbas secretas esticavam salários para 10 mil euros.
De acordo com o diário, Sócrates usava cartões de crédito e fundo de maneio para «despesas sem rasto», a antiga ministra da Cultura Gabriela Canavilhas «tinha um plafond de cinco mil euros» e na Justiça «todo o ministério estava nos 4 mil». Os juízes admitem queixa-crime contra gabinetes que não entreguem documentos."

Por aqui se constata a deriva deste país e como pode alguém ser responsável por um ministério ou uma empresa pública se a sua única preocupação é sacar o máximo no mínimo espaço de tempo.
Galactus
18.02.2012 - 16:47
Visto que perdeu a capacidade cambial aquando da introdução do euro, quase se podia tornar um quiosque o B.P..O mesmo se aplica a soberania, as forças armadas, não as militarizadas, com centena e meia de almirantes, muito mais que a marinha americana por exemplo, e mais uns quantos pategos, tambem confinados a um quiosque.
ABA
18.02.2012 - 15:48
Eu limitei-me a ironizar para não chamar a estes irresponsáveis o que não vem no dicionário. Imagino o Contencioso que o BP tem há décadas, mas não servem para apreciar as situações de mercado.
Este desgraçado país clerical está na mão destes sacripantas armados em técnicos de alto coturno, a ganhar o dobro de Obama, cheios de privilégios e que, na hora da verdade arranjam um parecer incógnito para se safarem das responsabilidades. O ditador que por aí andou despedia-os pelo telefone, mas agora a choldra é toda a mesma e a todos os níveis. Até a tropa fandanga através de um generaleco qualquer iria dizer hoje na rádio que o país, se não tiver recursos para eles, vá roubar para as ilhas caimão onde há muitos ladrões......Em Belém está uma virgem casta que não se apercebe de nada: laissez faire laissez passé!... Destruiram a economia nacional e não há responsáveis. O único que o seria está a estudar em Paris com a medeiros para representar ainda melhor!
Onde eu havia de ter nascido há tantas décadas...
joseduarte
18.02.2012 - 15:16
Mas que belo exemplo do nosso banco central: mesmo cheio de MAMÕES, bora lá pagar regiamente a uma consultora estrangeira, para nos ajudar a manter a chulice da CANALHA DA BANCA.

A avaliar pelo estado das coisas, estas consultoras devem ser mesmo brilhantes. Os resultados estão à vista, um pouco por todo o mundo.

Dinheiro bem empregue, vão ver...
Toinowsky
18.02.2012 - 15:13
Enquanto isso o BdP tem quadros pagos a peso de ouro para coçarem a micose.
Talvez o melhor seja despedir tudo e contratar consultoras externas.
Apesar de ser caro, provavelmente sairia mais barato do que sustentar as mordomias dessa gente que não é empresa privada, não é pública, não são funcionários públicos e que quando lhes interessa são portugueses, quando não convém são independentes de Portugal.
ZePovinho
18.02.2012 - 15:08
Foi a mando da 'troika'?



PUB
PUB
Siga-nos
CD Carríssimas Canções de Sérgio Godinho
Assinaturas - Revista FEEL IT (PT)
Siga o SOL no Facebook


© 2007 Sol. Todos os direitos reservados. Mantido por webmaster@sol.pt