quinta-feira, 24 de Abril de 2014, 3:14
Pesquisa
pesquisar
Emprego Imobiliário Motores
iPad
FMI projecta uma dívida superior aos limites impostos em 2020

20 de Fevereiro, 2012
O Fundo Monetário Internacional (FMI) estima que a dívida pública da Grécia ultrapasse significativamente em 2020 o nível imposto pelo organismo, de acordo com a edição online do The Wall Street Journal.

Segundo o Relatório sobre a viabilidade da dívida do FMI, a dívida grega atingirá os 129 por cento do Produto Interno Bruto (PIB), quando o limite máximo estabelecido é de 120 por cento em 2020, indicou o jornal, citando como fonte «três pessoa»" conhecedoras do relatório.

«É ainda mais do que o nível que a maioria dos economistas considera viável, o que torna ainda mais difícil apoiar um país que nunca poderá reembolsar as suas dívidas», escreve o The Wall Street Journal.

Para evitar correr riscos, o FMI tem como política não conceder empréstimos aos países que não tenham condições para fazer face às dívidas.

A dívida grega estava estimada pelo FMI em 166 por cento do PIB no final do ano.

Depois de ter estimado ao longo de 2010 e início de 2011 que a Grécia não precisava de reestruturar a sua dívida, o Fundo apelou a que Atenas chegasse a acordo com os seus credores privados de forma a obter fundos suplementares dos parceiros europeus.

Os parceiros da Grécia no seio da zona euro, incluindo os ministros das Finanças reunidos em Bruxelas, prevêem chegar a acordo hoje sobre uma solução para evitar que Atenas entre em incumprimento.

A contribuição do FMI para o novo plano de ajuda internacional continua envolvida em alguma incerteza, com os estados membros divididos sobre a oportunidade de financiar um país que não consegue fazer face a todos os seus compromissos.

No domingo, os Estados Unidos indicaram que apoiam a ideia de um novo empréstimo à Grécia.

Lusa/SOL




0 Comentários


PUB
PUB
Siga-nos
CD Carríssimas Canções de Sérgio Godinho
Assinaturas - Revista FEEL IT (PT)
Siga o SOL no Facebook


© 2007 Sol. Todos os direitos reservados. Mantido por webmaster@sol.pt