sábado, 19 de Abril de 2014, 15:36
Pesquisa
pesquisar
Emprego Imobiliário Motores
iPad
Presidente do Iémen terá abandonado o país

4 de Junho, 2011
Ali Abdullah Saleh deverá tornar-se o terceiro líder árabe a cair perante a vaga de contestação popular que varre o Médio Oriente e o norte de África. Presidente terá rumado à Arábia Saudita para receber tratamento hospitalar depois de ter sido ferido na sequência de um ataque ao seu palácio, na sexta-feira.

A informação é avançada pelas agências internacionais, nomeadamente a Reuters, a AP e a AFP, que citam fontes sauditas, mas a notícia não foi confirmada até ao momento pelo Governo iemenita. Este sábado, a Al Jazeera afirmava que o rei da Arábia Saudita tinha ajudado a mediar uma trégua de uma semana entre as forças do regime e a oposição no país mais pobre do Médio Oriente.

A partida de Saleh para a Arábia Saudita poderá ser definitiva, especula-se. O líder iemenita juntar-se-ia ao ex-ditador tunisino Ben Ali num país com longa tradição na concessão de asilo a déspotas depostos.

Saleh foi ferido na sexta-feira durante um ataque ao palácio presidencial, no culminar de semana e meia de violentos confrontos na capital iemenita Sana. O Presidente terá sofrido queimaduras e terá um estilhaço de artilharia alojado perto do coração. Horas após o ataque, Saleh gravou e difundiu uma mensagem áudio a desmentir a sua morte, anteriormente noticiada, e a declarar a sua intenção de continuar no poder. A pretensão poderá estar agora em causa com a partida para o país vizinho.

O chefe de Estado iemenita está no poder desde 1978 e era até há poucas semanas um aliado fulcral do Ocidente na luta contra o terrorismo, já que é no Iémen que a filial mais activa da Al-Qaeda encontra actualmente abrigo, apesar dos esforços das autoridades do país em desalojar os extremistas. A aliança com norte-americanos e europeus, contudo, era recente, uma vez que Saleh apoiou Saddam Hussein durante a invasão do Kuwait em 1990 e manteve-se ao mesmo tempo próximo do Irão.

Desde o início de 2011, e em linha com vários países árabes, o Iémen vive um período conturbado com uma vaga de contestação popular a pedir a demissão de Saleh, acusado de corrupção, autoritarismo e violações dos direitos humanos. Nos últimos meses, porém, o movimento contestatário, predominantemente jovem, urbano e secular, foi ultrapassado por uma coligação de tribos lideradas por antigos membros do regime de Saleh. Hoje, o Iémen está à beira de uma guerra civil entre vários grupos políticos, étnicos e religiosos, ressurgindo ainda o fantasma do separatismo a Sul, que fora independente de Sana até 1990.


SOL




7 Comentários
Quetzal
06.06.2011 - 21:23
Que idade tens ??12 anos,quem falou em bancos Libios e seus capitais??????Eu falei em Fortuna pessoal !!!!!!Sabe o que é isso ,apliçacoes de capitais ,acçoes ,depositos,propriedades ,fabricas ,oficinas , investimentos particulatres em cerca de 40 paises ,na sua maioria paises Europeus ,e imagine-se até noa USA e Canada!!!!etc ,etc.....Procure na Net e deixe de fazer figura de ignorante por conveniencia ,ou quiça ligitima.
fundamentalista00
06.06.2011 - 16:35
Khadafi nao tem nem manda nesse dinheiro que diz ter, alias o que Khadafi domina é a economia local atraves de um banco governado pelo proprio governo e que nao tem qualquer interesse financeiro estrangeiro. Agora se chama a isso fortuna pessoal que na realidade é um banco nacional isso é com burros que acreditam na mais idiota das explicaçoes para partir para a guerra e destruição pela enesima vez.
fundamentalista00
06.06.2011 - 16:35
Khadafi nao tem nem manda nesse dinheiro que diz ter, alias o que Khadafi domina é a economia local atraves de um banco governado pelo proprio governo e que nao tem qualquer interesse financeiro estrangeiro. Agora se chama a isso fortuna pessoal que na realidade é um banco nacional isso é com burros que acreditam na mais idiota das explicaçoes para partir para a guerra e detruição pela enesima vez.
Quetzal
05.06.2011 - 23:06
Um Kadahafi "santo" e Honesto????????????????? quem tem uma fortuna pessoal 40.000 milhões de Dolares?????Então os nossos por cá são todos a Madre Teresa de Calcutá! verdadeiro Santo,he,he,he,mude de hospital psiquiátrico o mister fundamentalista00!
fundamentalista00
05.06.2011 - 17:08
Khadafi é um senhor, estes palermas nao o conhecem. Não conhecem a Líbia e decerto não conhecem o Iemen e o seu democrata presidente.
Quetzal
05.06.2011 - 16:14
Jadjd
Concordo consigo !O mesmo já deveria ter feito o genocida Kadhafi que durante 42 anos mandou matar e torturar todos aqueles quem ele sonha-se ser opositores ou não inteiramente leais !No entanto é ver o s comentários dos comunas e pró comunas cá do burgo a defender esse genocida,os mesmos que dizem defender as "amplas liberdades"enfim um Mundo Hipócrita!
JADJF
04.06.2011 - 23:28
Terá ou já abandonou. Se já o fez, podia tê-lo feito há mais tempo, se ainda não fez não sei de que está à espera. Então estre filho da p__a, ainda não tinha percebido que o melhor para ele e para o seu pais era ter abandonado o poder. Agora vai de rabo entre as pernas, sujeito a perder tudo ou mesmo a ser preso tendo em conta as mortes que a sua atitude levou a que o exército interviesse atirando a matar contra populações que cujo crime que cometeram foi pedir mais liberdade e manifestando-se contra quem ocupava o poder desde há trinta anos. Agora terá o que merece, e se porventura ainda não saíu de certeza que mais tarde ou cedo sairá a mal.


PUB
PUB
Siga-nos
CD Carríssimas Canções de Sérgio Godinho
Assinaturas - Revista FEEL IT (PT)
Siga o SOL no Facebook


© 2007 Sol. Todos os direitos reservados. Mantido por webmaster@sol.pt