quarta-feira, 23 de Abril de 2014, 20:32
Pesquisa
pesquisar
Emprego Imobiliário Motores
iPad
Vaticano quer 'autoridade universal' que controle as instituições financeiras

24 de Outubro, 2011
O Vaticano apelou hoje a reforma urgente do sistema financeiro e a criação de uma autoridade pública mundial com poder universal para comandar as instituições financeiras e impedir uma nova crise financeira a nível mundial.

No documento hoje divulgado apela-se à criação de um banco central mundial com competência universal que se dedique «aos princípios de subsidiariedade e de solidariedade».

No documento, «Por uma reforma urgente do sistema financeiro e monetário internacional na perspectiva de uma autoridade pública com competência universal», apresentado pelo cardeal Peter Turkson, presidente do Conselho Pontifício Justiça e Paz, o Vaticano defendeu a introdução de um imposto sobre as transacções financeiras.

No documento, o Vaticano condicionou a recapitalização dos bancos com fundos públicos à adopção de «comportamentos virtuosos e com o objectivo de desenvolver a economia real».

Lusa/SOL 




16 Comentários
factos
26.10.2011 - 21:15
Vá-se lá saber o porquê meu caro "Calvin" vá-se lá saber!?

Será que no que diz Don Brown há mais verdade que fantasia!!??.

Com situações incertas mais vale um olho fechado e outro aberto..
Kalvin
26.10.2011 - 07:49
"Factos", eu também não sei se o livro presta, o que me chamou à atenção foi a crispação da IC relativamente ao mesmo. Se alguém escreve uma coisa que toda a gente sabe e que não tem interesse, porquê fazer polémica ? É só isso que estranho, nada mais. Admira-me, contudo, a IC não ter dito nada dos livros do Dan Brown.
factos
26.10.2011 - 02:06
Kalvin
25.10.2011 - 21:54 denunciar

"Factos",

Note que a minha crítica relativamente ao seu comentário não foi destrutiva mas sim construtiva.

"Kalvin"
Por mim tudo bem pois todo mundo pode criticar um comentário sem insultos,o que penso ser o nosso caso.

Quanto ao livro de José Rodrigues dos Santos,ao qual você se refere, pelos comentários que ouvi a "segundos" parece mais um livro de Saramago,mas como ainda não tive a oportunidade de ler pessoalmente não posso comentar.
Kalvin
25.10.2011 - 21:58
Uma coisa que achei estranha foi a reacção da IC relativamente ao novo livro de José Rodrigues dos Santos.

A polémica que levantaram vai servir para que tenha de gastar dinheiro e tempo para o adquirir e ler, já que a Igreja Católica cometeu um erro monumental. Então se José Rodrigues dos Santos está a revelar aquilo que já toda a gente sabe, porquê a polémica, qual o problema que causa tanta indignação à IC ? Ou o livro tocará em algo sensível ?

Quando alguém não está interessado em algo, não lhe passa cartão, pura e simplesmente, agora não arma escândalos nem sustenta polémicas sobre o que não lhe interessa, ou não será assim ? :)

Agora, se o livro é assim tão fútil como pretendem classificá-lo, se o autor pretende "abrir com grande estrondo uma porta que há muito está aberta", qual o motivo para tanta irritação ? :)

Nunca comprei nenhum livro de JRS, este vai ser o primeiro e ele pode agradecer à Igreja. É que normalmente quando vejo muito nervosismo é porque as coisas contém uma mensagem que vale a pena ler.
Kalvin
25.10.2011 - 21:54
"Factos", o facto de os indignados aparentemente não fazerem nada não quer dizer que passem a resignados.

Note que a minha crítica relativamente ao seu comentário não foi destrutiva mas sim construtiva. Eu compreendo o que pretende dizer, agora o que também percebo é que quem enveredar por aí será simplesmente alvo de chacota por aqueles que de facto estão empenhados na construção da nova ordem mundial.

Repare no método Alex Jones. Leva as coisas ao extremo, de tal modo que qualquer indivíduo céptico ou minimamente isento que leia o que ele escreve só pode pensar que ele não está bom da cabeça.

Aliás, ligam-lhe tanto que ele escreve coisas que poderiam ser consideradas como calúnias graves, para além de implicitamente incitar à rebelião e no entanto, o extremismo das palavras do indivíduo é de tal ordem que ninguém lhe liga, pois cai no ridículo.

Constituindo uma das técnicas de descredibilização, os governos tendem a pegar nesse tipo de frases para as conotarem com teorias de conspiração, com paranóias de minorias, do mesmo modo que as sociedades secretas apelidam os detractores de ignorantes, profanos, quando se sentem desmascaradas, para tentarem minimizar o impacto das palavras dos adversários.

Se alguém começa a apregoar o final dos tempos para justificar estas atitudes do Papa, será simplesmente ridicularizado. Agora se investigar a IC e o Vaticano, se pesquisar as ligações dos bancos do Vaticano com a máfia e entendendo-se por máfia não apenas a italiana mas também a dos EUA, entre outras, se estudar o contributo do Vaticano para as políticas neoliberais e também a relação promíscua entre Vaticano e Maçonaria sem esquecer a componente Opus Dei, denunciando o que descobrir, aí vai ver que o impacto é diferente.
Anonymous
25.10.2011 - 02:23
A 'NOVA ORDEM MUNDIAL', QUE É O GRANDE CAPITAL APÁTRIDA INTERNACIONALISTA ESTÁ A FAZER ISSO ...'INFELIZMENTE' ! A DERRUBADA DAS MONARQUIAS, DO NACIONALISMO, DO COLORIDO MULTICULTURAL.... DAÍ A APOLOGIA A MESTIÇAGEM, AOM HIBRIDISMO AO INTERNACIONALISMO, AS MEGA-FUSÕES, DA EUROPA SEM FRONTEIRAS, INFESTADA DE CRIATURAS ALIENÍGENAS' , MALDITOS HAMITAS MUSLINS, COLOREDS, ,AMERÍNDIOS, PRETOS, ASIÁTICOS AMARELOS...SÓ MALDIÇÃO...SÓ DESGRAÇA !
Anonymous
25.10.2011 - 02:12
Frase para refletir
"Não acredite em algo simplesmente porque ouviu. Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito. Não acredite em algo simplesmente porque esta escrito em seus livros religiosos. Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade. Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração. Mas depois de muita análise e observação, se você vê que algo concorda com a razão, e que conduz ao bem e beneficio de todos, aceite-o e viva-o."

Buda
SheilaNur
25.10.2011 - 01:29
será cigana2 ...salam
cigana2
24.10.2011 - 23:42
Este papa é o anti-cristo. Desde que ele foi eleito para papa, os selos do apolipse foram abertos, e ate os anjos da apocalipse já têm sido filmados. O fim está bem próximo. E como diz na biblia que o anti cristo viria, pois aí está ele. Acreditem se quiserem.
factos
24.10.2011 - 23:12
Será "Kalvin" um futuro muito próximo nos dirá a verdade e então na realidade de tais factos de indignados todos passaram a resignados...héhéhé
Kalvin
24.10.2011 - 21:59
Ao "Factos": com essa argumentação não vamos lá. Infelizmente, sites como esse encontram-se aos milhares, talvez milhões, na internet. Nenhum deles tem credibilidade e esse é mais um.

A introdução desses sites terá um objectivo, o mesmo que o Prison Planet, entre outros, ou seja, ridicularizar quem quer que ouse pensar em segundas intenções por parte de pessoas aparentemente imaculadas.

Quem ler esse site, pensará em mais uma seita a apregoar o fim do mundo, não pensará que a IC tem como chefe um indivíduo que independentemente da credibilidade que tem a nível mundial, apresenta um discurso típicamente Bilderbergeriano, pois o Papa é sempre o Papa e é aceite por milhões de pessoas que o consideram inquestionável.

Tempos finais ? Só falta a do Deus Jeová para compôr o ramalhete. Agora quanto a factos ? Bem, a protecção implícita aos padres e bispos pedófilos quando se abafaram milhares de casos e, pior ainda, se permitiu que esses "irmãos" continuassem a celebrar.

Durante a fase terrorista da Gripe A, o Papa apelou à criação de um organismo de controlo mundial da saúde para tomar conta destas epidemias e ter autoridade sobre todos os países.

Agora torna a fazê-lo com as instituições financeiras. É isto que deve ser analisado, não os tempos do fim do mundo, o qual aliás já era para ter sido inúmeras vezes, segundo as previsões de muitas seitas, algumas delas cristãs, que por aí andam.

De resto, para quem conhece o "mistério" Opus Dei e Maçonaria, estas tomadas de atitude não surpreendem. No fundo, as afirmações do Papa são simplesmente a união das peças que faltavam ao puzzle e não faltará muito para que todos percebam o que é, para o que serve e serviram as sociedades secretas bem como as religiões.
factos
24.10.2011 - 20:53
Vaticano quer 'autoridade universal' que controle as instituições financeiras



O apelo do Vaticano de estranho não tem nada,pois simplesmente está a preparar o caminho do 666 (A besta ou filho da perdição) que governará o mundo de mão de ferro..


Por que te admiraste? Dir-te-ei o mistério da mulher e da besta ..

http://www.tempofinal.com/aprimeirabesta.htm
Kalvin
24.10.2011 - 20:23
Errata: "o ideal era o Papa servir"
Kalvin
24.10.2011 - 20:20
Por muito que tente pensar em teorias da conspiração que leio em alguns livros, nomeadamente aquele famoso com o título "Os espiões de Gedeão", tenho de dar a mão à palmatória e começar a acreditar em algumas.

Para a Mossad e para a CIA, o ideal era o Papa ser vir de topo dos serviços secretos, a autoridade máxima, o espião dos espiões, se pudesse canalizar todo o seu carisma, toda a sua credibilidade para manipular o pensamento das massas.

Quem ler isto pensará que o autor do livro é doido, que se tratará de algum falhado que saiu da Mossad e resolveu dizer mal de tudo e de todos... e no entanto, ao ler este artigo e depois de ter lido o livro escrito por um ex-agente da Mossad, o que hei-de pensar ?

Autoridade máxima única para gerir a OMS. Agora uma autoridade mundial única para controlar as instituições financeiras, autoridade pública com competências universais.

Que tipo de discurso é este ? Não me agrada, sinceramente. Meu querido João Paulo II, que este não lhe chega nem à ponta dos calcanhares.
Renato Nunes
24.10.2011 - 19:19
Acho muito estranho este apelo do Vaticano, se e que de facto e verdade que foi feito.Duvido que tivese sido exactamente como foi reportado.
E que nao estou a ver o Vaticano a dar suporte a NOVA ORDEM MUNDIAL cuja intencao e subjugar o Mundo a Grande Banca Globalista Capitalista cujo objectivo nao e o melhorar a vida dos povos mas sim MAXIMIZAR LUCROS.
Da enorem GANANCIA da Banca ja nos temos demasiados exemplos.
Nao precisamos que o Papa se venha meter no assunto. Ainda a Igreja sai disto com um olho negro acusada de conivencia com os Super-Ricos.
vicentearaujo2
24.10.2011 - 16:17
Esta "autoridade universal" já existe e, ainda que decadente, é a responsável pelos males que nos afligem. Mesmo os que irracionalmente são a favor dela sabem que isso é verdade.


PUB
PUB
Siga-nos
CD Carríssimas Canções de Sérgio Godinho
Assinaturas - Revista FEEL IT (PT)
Siga o SOL no Facebook


© 2007 Sol. Todos os direitos reservados. Mantido por webmaster@sol.pt