quinta-feira, 24 de Abril de 2014, 0:25
Pesquisa
pesquisar
Emprego Imobiliário Motores
iPad
Suspeito de Toulouse falou em 'atentado contra a França'

21 de Março, 2012
O suspeito de ter assassinado na segunda-feira quatro pessoas numa escola judaica em Toulouse deverá entregar-se às autoridades «no final [desta] noite». O homem, identificado como Mohammad Merah, identificou-se esta manhã através de um telefonema a uma televisão francesa e, por esta altura, as autoridades têm um cerco montado em redor do apartamento onde se encontra barricado.

A TF1 citou Claude Guéant, ministro do Interior gaulês, para avançar que o suspeito já terá confessado que os ataques integravam «uma missão geral para um atentado em França», e que terá recebido «instruções directas» do grupo terrorista Al-Qaeda, quando se encontrava no Paquistão.

Alegadamente, foi proposta a Merah, de 23 anos, que executasse um atentado suicida, algo que o homem terá recusado, embora tenha aceite participar na «missão geral».

De acordo com François Molins, procurador da República gaulesa, o suspeito garantiu que se vai render «ao final da noite».  As autoridades francesas tinham declarado que, caso o homem não se entregasse até meio da tarde, uma unidade especial entraria na habitação para o deter. 

FOTOGALERIA: O cerco à casa do suspeito.

LINK: Como a polícia chegou ao suspeito de Toulouse.

Merah começou a negociar com as autoridades na manhã desta quarta-feira, e terá mesmo garantido de que não se iria suicidar. Durante a tarde, o RAID, uma força especial de intervenção da polícia francesa, tentou por várias vezes, sem sucesso, entrar no apartamento, devido às respostas armadas erguidas pelo suspeito.

Três agentes policiais já ficaram feridos no seguimentos destas tentativas.

A confissão que surgiu por telefonema

Ao início do dia de hoje terá sido feita uma chamada telefónica para a estação televisiva francesa France 24 por um homem que se identificou como o responsável pelos ataques.

Durante o telefonema, que a polícia confirma ser «credível», o homem, que se identificou como Mohammad Merah, afirmou que os seus ataques fazem parte de uma «campanha maior» e que a França se deve preparar, pois as cidades de Lyon, Marseille e Paris também vão ser palco de situações idênticas.

Durante a chamada o homem disse à editora sénior da France 24 que «as vítimas foram escolhidas aleatoriamente», mas acrescentou que qualquer pessoa a favor da intervenção no Afeganistão ou que trabalhasse «para a máquina de Sarkozy» era um alvo a abater.

Ebba Kalondo - a editora da estação televisiva - atesta que o homem lhe deu pormenores acerca do ataque, como, por exemplo, o número de balas disparadas, que apenas o atirador ou a polícia de investigação poderiam conhecer.

Merah confessou igualmente que planeava matar mais um polícia esta quarta-feira, e que já teria inclusivamente um alvo identificado.Recorde-se que o mesmo homem já terá morto quatro militares em dois anteriores ataques, executados também na cidade de Toulouse, a 11 e 15 de Março.

O perfil do suspeito

O Libération traçou um breve perfil do suspeito que as autoridades acreditam ter sido o autor dos ataques em Toulouse. 

Mohamed Merah, cidadão francês de descendência argelina, nasceu em 1988, na mesma cidade francesa, e cresceu ao lado de quatro irmãos. A sua infância ficou marcado por algumas detenções provocadas por actos de «pequena delinquência».

Já mais velho, terá entrado em contacto com vários grupos jihadistas em regiões tribais do Afeganistão e Paquistão. Em 2007 foi detido em Kandahar, capital afegã, e condenado a três anos de prisão após ser acusado de ter sido o autor de um ataque bombista.Porém, no ano seguinte, terá aproveitado um ataque talibã à sua prisão para fugir e desaparecer.

Embora sem adiantar uma data, o jornal diz igualmente que Merah terá tentado entrar, sem sucesso, na Legião Estrangeira Francesa, uma das mais famosas e reconhecidas unidades militares do país.

(notícia actualizada às 21h41.)

SOL




33 Comentários
factos
22.03.2012 - 19:34
A Rejeição.

O Artolas "gilgamesh" (Mohamed)foi rejeitado pelas virgens do paraíso por este ser bicha e está de volta, chamem o enrrabador que ele está com o cio, pobre artolas.

Artolas, toma juízo e lembra-te disto:
Sarkozy prometeu 'punir com a lei' o terrorismo em França..éhéhéh
Niajar
22.03.2012 - 15:53
O gilgamesh foi de ferias mas ficou o seu clone Adao /vendaP,he,he,he!!!
Niajar
22.03.2012 - 15:45
Vendap
Eu extranharia se nao lhe doe-se a barriga por aquele monstro !Um bom comuna é assim mesmo!
factos
22.03.2012 - 12:14
vendap
22.03.2012 - 02:05

Bom, por aqui alguns já vão reconhecendo que o braço da vingança é comprido.


Oh vendap,ao que parece os braços da justiça são ainda maiores!.
O Cão raivoso jà era...éhéhéh
quijote
22.03.2012 - 10:40
A besta já caiu.
quijote
22.03.2012 - 10:34
É preciso matar os mussulos antes que nos matem a nós. Andam a gastar o ar que nos faz falta.
DEIXALA
22.03.2012 - 06:20
Muita meerdinha escrita por aqui abaixo!!!
vendap
22.03.2012 - 02:05
Bom, por aqui alguns já vão reconhecendo que o braço da vingança é comprido. Pena que não o tenham visto antes de apoiarem as invasões covardes levadas a cabo por europeus e americanos. Se algum dia eu vir um a passar faço conta que não vi.
vendap
22.03.2012 - 02:01
Michio
22.03.2012 - 01:32
hE..HE..HE... segundo o suspeito o ataque é perfeitamente legítimo. Estou tentado a partilhar a opinião dele.
Michio
22.03.2012 - 01:32
incriveis as semelhanças deste Merah com o "nosso" camarada vendapov e os seus variadissimos nicks.

Baruch, nem 8 nem 80. extremas, quer sejam de direita, esquerda ou religiosas não são solução alguma!
Anonymous
22.03.2012 - 00:12
Claro que a vida de uma criança judia Vale MAIS QUE A VIDA DE UMA "CRETININHA" ÁRABE ISLÃMICA ! ÓBVIO QUE SIM ! Nós judeus somos APENAS 0,3 % da população mundial ! Para cada judeu temos 500 árabes e 1500 muslins que ao contrário de nós judeus, SÂO UNS MERDHAS ! pobres, Burros, medíocres, fanáticos, proselitistas, imperialistas, em NADA até hoje contribuíram para a Ciência, inventos, patentes, royalties etc NADA ! São sim uns LADRÔES que Apoderaram-se da Algebra e técnicas agrícolas, que são HINDU E ALEMÃ! E depois foi ainda mais "aprimorada" pelos alemães e alguns europeus com novas fórmulas e cálculos !

Pode-se matar árabes e islãmicos ' A vontade' que 'Não acabam e falta NENHUMA fazem a humanidade, mas ao contrário, é um ALÍVIO PLANETÁRIO... bala nesses vermes Hamitas ! raça dos DES-graçados !

E BEM DITO GONCALOA, cadê as desculpas á MAGNÍFICA, EFICAZ E SINCERA EXTREMA-DIREITA, O REMÉDIO AS VEZES AMARGO AOS HIPÓCRITAS E DEMAGOGOS LIBERTINÓIDES DEMOCRATISTAS ESQUERDOPATAS PANELEIROS, MAS QUE CURA TODOS OS MALES DE UMA SOCIEDADE DOENTE DE VIGARICES !

CADÊ AS DESCULPAS ???
Anonymous
22.03.2012 - 00:09
Claro que a vida de uma criança judia Vale MAIS QUE A VIDA DE UMA "CRETININHA" ÁRABE ISLÃMICA ! ÓBVIO QUE SIM ! Nós judeus somos APENAS 0,3 % da população mundial ! Para cada judeu temos 500 árabes e 1500 muslins que ao contrário de nós judeus, SÂO UNS MERDHAS ! pobres, Burros, medíocres, fanáticos, proselitistas, imperialistas, em NADA até hoje contribuíram para a Ciência, inventos, patentes, royalties etc NADA ! São sim uns LADRÔES que Apoderaram-se da Algebra e técnicas agrícolas, que são HINDU E ALEMÃ! E depois foi ainda mais "aprimorada" pelos alemães e alguns europeus com novas fórmulas e cálculos !

Pode-se matar árabes e islãmicos ' A vontade' que 'Não acabam e falta NENHUMA fazem a humanidade, mas ao contrário, é um ALÍVIO PLANETÁRIO... bala nesses vermes Hamitas ! raça dos DES-graçados !
goncaloa
21.03.2012 - 23:34
Vou ser politicamente incorrecto: Alguém, nomeadamente o Governo Francês, já se lembrou de pedir desculpa á estrema direita por se ter lançado a falsa suspeita da autoria dos crimes contra a escola judaica e os soldados?.....
vicentearaujo2
21.03.2012 - 23:01
Já não se comenta a notícia, os crimes relatados por ela. Preferem criminalizar sem embasamento os islamitas,os muçulmanos,os islâmicos, pelos assassinatos cometidos por um elemento solitário, solitário como o Breivik, a quem,na ocasião, não associaram seu crime aos "arianos", por exemplo. Percebe-se que a atribuição do crime aos muçulmanos é do interesse próprio e calculado dos que o fazem. Agem como agia quem considerava judeus e muçulmanos,juntos, como pertencentes a um só grupo de "inferiores" que deveriam ser eliminados.
agnostico1967
21.03.2012 - 22:23
A vida das crianças que morreram não valem mais ne menos que a vida de outras quaisquer ,sejam brancas ou negras,muçulmanas ou não .

Mas infelismente os jornalistas e seus patrões não entendem assim: quando morrem palestinianas ou outras quaisquer deste planeta não lhes dão a importancia destas que infelismente foram assassinadas.
Grande cambada de xenofobos que orientão estes meios de comunicação social

quijote
21.03.2012 - 22:17
A reconquista mussulmana começará, como não podia deixar de ser, pela Lusitania. Tal como a Palestina a Lusitania é mussulmana desde o século I da Hegira, tal como a Palestina a Lusitania também está ocupada pelos cães infiéis. Não perdem pela demora...
dmpt
21.03.2012 - 21:40
O quijote ou está a brincar com coisas sérias ou então anda a ver se leva nos cornos. Seu monhé porco pina-ovelhas, em Portugal somos laicos, se não gostas vais embora. Se ficas calas-te e agradeces o facto de te deixarmos viver num país tão evoluído que uma mente limitada como a tua não compreende. Vocês só matam criancinhas, ataca homens armados e vês como levas na boca...
factos
21.03.2012 - 21:32
O exemplo que a França da ao mundo ao se subjugar à vontade de um terrorista,não deixa a desejar nada de bom para o futuro.

Esta timidez e fraqueza da França, mostra bem a fraqueza das politicas Europeias,perante tais factos isto só vai incitar estes islâmicos a cometer cada vez mais atentados na eurpoa.
quijote
21.03.2012 - 21:11
Os atentados que se vão seguir por toda a Europa se encarregarão de credibilizar a jihad islâmica.
factos
21.03.2012 - 20:57
Este sanguinário islamita Mohamed Merah, um francês de 24 anos, de origem argelina, não só matou as crianças judias como os soldados franceses dias antes.

Por isso não tentem desculpar este assassino islâmico..



PUB
PUB
Siga-nos
CD Carríssimas Canções de Sérgio Godinho
Assinaturas - Revista FEEL IT (PT)
Siga o SOL no Facebook


© 2007 Sol. Todos os direitos reservados. Mantido por webmaster@sol.pt