sábado, 19 de Abril de 2014, 23:25
Pesquisa
pesquisar
Emprego Imobiliário Motores
iPad
Dinamarca: Cinco pessoas com novo vírus mortal

26 de Setembro, 2012
As autoridades sanitárias dinamarquesas anunciaram hoje terem isolado cinco pessoas num hospital, com sintomas de uma nova doença respiratória, da mesma família do vírus mortal que causa a Síndrome Respiratória Aguda Severa (SARS).

«Enviamos amostras dos cinco casos para testes e esperamos obter os resultados ainda hoje (…) Os cinco têm febre, tosse, e sintomas semelhantes à gripe», disse Svend Petersen Stenvang, do Hospital Universitário de Odense, citado pela agência noticiosa France Presse.

Petersen Stenvang disse que quatro dos internados são da mesma família, cujo pai esteve recentemente na Arábia Saudita. O quinto doente regressou há pouco tempo do Qatar.

Dois dos pacientes com sintomas têm menos de cinco anos, acrescentaram as autoridades dinamarquesas.

«Isolámos essas pessoas, porque não sabemos como o vírus se propaga. Assim como fizemos com a grise das aves e com a gripe suína, internámos essas pessoas e isolámo-las, para evitar o contágio», disse Petersen.

«Não temos qualquer medicamento que funcione contra o vírus», alertou.

As cinco pessoas contactaram os seus médicos, após as autoridades de saúde dinamarquesas terem emitido um alerta, recomendando às pessoas que tenham estado no Qatar e na Arábia Saudita que procurassem ajuda médica em caso de sintomas como febre, tosse, falta de ar e dificuldades respiratórias.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) está a investigar as implicações para a saúde do novo vírus, cujo primeiro caso foi detectado e confirmado pelo Centro Médico da Universidade Erasmus, na Holanda, num homem saudita de 60 anos, que morreu depois de ser internado.

A SARS matou, em 2003, cerca de 800 pessoas, numa epidemia que alastrou sobretudo na Ásia.

Lusa/SOL




7 Comentários
Carapeteiro
27.09.2012 - 21:57
Será ainda a gripe A ou será outra candidata a milhões de uros em vacinas inúteis?
Já duvidamos de tudo, fomos escaldados.
Houve também a história dos pepinos espanhóis que afinal era uma bactéria do país dos que levantaram o dedo, aquele malvados alemães. Lembram-se?
delopes
27.09.2012 - 10:41
Fazem bem em isolar os paxientes e estudar a estirpe em causa, é assim que se faz, dúvido dessas ditas doenças criadas nas decadas de 70 ou em laboratorios, nós é que somos já tantos (mais que a terra pode sustentar) que invadimos todos os ecossistemas e agora estamos a pagar essa invasão.
Kalvin
26.09.2012 - 20:33
De novo... enquanto não espalharem uma epidemia para matar milhões, não descansarão.
DownWithNewWorldOrder
26.09.2012 - 16:52
Estão a completar o circulo, as doenças criadas nos anos 70, estão de volta agora em 3D....

Big business!!!
ULtimoSeGundo
26.09.2012 - 15:59
mais uma pandemia ... negocio da industria farmacêutica quer arrecadar milhões os seus accionistas assim o exigem ...
MariaPortuguesa
26.09.2012 - 15:43
A gripe das aves começou de olhos em bico.

A gripe do oinc oinc começou com rancheras.

Agora vem das arábias! Talvez seja Gripe do Petróleo...

Já temos nova doença para encher os bolsos das farmacêuticas!

Não tardará muito, talvez, para falar de epidemia e pandemia, não tardará muito para se falar de uma vacina milagrosa.

Mas nas farmácias dir-nos-ão que podemos comprar a vacina ou então tomar Ben-U-Ron, chazinho de limão, muitos líquidos, muitos caldinhos, canjinha e repouso. E pronto, trigo limpo, farinha amparo.
GUEDES1955
26.09.2012 - 14:29
Fosca-se, a Arábia Saudita é um ninho de terrorismo internacional de alto nível!
Os gaijos são capazes de inventar qualquer coisa para dar cabo da malta!
CORRAM COM OS MUÇULOS DA EUROPA!
OBRIGUEM A ARÁBIA SAUDITA A PAGAR MILHÕES E EUROS POR CADA MESQUITA EXISTENTE NA EUROPA E POR TERMOS DE ATURAR OS GAIJOS


PUB
PUB
Siga-nos
CD Carríssimas Canções de Sérgio Godinho
Assinaturas - Revista FEEL IT (PT)
Siga o SOL no Facebook


© 2007 Sol. Todos os direitos reservados. Mantido por webmaster@sol.pt