quinta-feira, 24 de Abril de 2014, 3:15
Pesquisa
pesquisar
Emprego Imobiliário Motores
iPad
SOL&SOMBRA

21 de Fevereiro, 2012por José António Lima
Quem está ao SOL e quem ficou à SOMBRA. A semana vista por José António Lima.

SOL...

Cristiano Ronaldo

Selou com mais três golos a vitória que colocou o Real Madrid 10 pontos à frente do Barcelona e a um passo de conquistar o título espanhol (que, nos últimos três anos, tem ido invariavelmente parar às mãos da super-equipa catalã de Messi e Pep Guardiola). O avançado português continua a marcar golos, muitos golos, e a bater recordes: já soma 27 golos em apenas 22 jogos, prometendo acabar a Liga espanhola com novo máximo, acima dos 41 golos da época passada. Confirma ser um talento único e um goleador temível. Que já marcou lugar na história do Real Madrid.

...&SOMBRA

Faria de Oliveria

É SOB a sua liderança que a Caixa Geral de Depósitos regista um prejuízo histórico de quase 500 milhões de euros no exercício de 2011. Com imparidades superiores a 1,4 mil milhões (exposição bolsista, crédito mal parado e dívidas soberanas), além de financiamentos de risco (como os 3 mil milhões deslocados para salvar o banco espanhol BCG), a Caixa vê afectada a sua tradicional imagem de solidez e confiança. Não será fácil recuperá-la.

Domingos Paciência

Depois do sucesso no Sp. Braga, que conduziu à final da Liga Europa, veio o fracasso no Sporting, uma equipa abúlica, com pouca competitividade e afastada de quase todos os objectivos da época. É verdade que Alvalade se tornou uma espécie de central incineradora de treinadores, desde há muitos anos (de Paulo Bento a Fernando Santos, hoje à frente de selecções nacionais, de Couceiro a Carvalhal, hoje dirigindo clubes que vão longe nas competições europeias), mas o jovem técnico não teve estofo nem arte para resistir às pressões e ao mau futebol da equipa leonina.

Godinho Lopes

Um presidente que assegura manter o treinador no domingo e o despede no dia seguinte só perde autoridade e credibilidade. Viu falhar a sua aposta em Domingos e, em desespero, promoveu Sá Pinto, um nome muito apreciado pela Juve Leo e a ala mais radical e arruaceira dos adeptos, mas que tem dado alguns péssimos exemplos de comportamento desportivo, dentro e fora do clube. Até pode conseguir, conjunturalmente, alguns resultados positivos. Mas não augura grande futuro para a imagem do Sporting.




0 Comentários


PUB
PUB
Siga-nos
CD Carríssimas Canções de Sérgio Godinho
Assinaturas - Revista FEEL IT (PT)
Siga o SOL no Facebook


© 2007 Sol. Todos os direitos reservados. Mantido por webmaster@sol.pt