quinta-feira, 17 de Abril de 2014, 14:25
Pesquisa
pesquisar
Emprego Imobiliário Motores
iPad
Passos pediu silêncio no PSD sobre Cavaco

28 de Janeiro, 2012por Sofia Rainho*
Reacção do 1.º-ministro soou a aviso. Nem os cavaquistas saíram em defesa do PR, que foi obrigado a explicar-se. Em Belém, espera-se que o tempo cure a polémica
Passos Coelho não quer que o PSD se envolva na polémica em torno das declarações do Presidente da República (PR) sobre as suas pensões e deu instruções bem claras nesse sentido na reunião da Comissão Política, na terça-feira.

Depois de ter reagido enquanto primeiro-ministro – numa declaração que muitos leram como um aviso –, o líder do PSD entendeu que não deviam ser os sociais-democratas a fazer arrastar o caso.

Mas há quem entenda que esse silêncio à direita deixou Cavaco sem defesas – como Pedro Santana Lopes (ver página 10). E a verdade é que, com raras excepções, o PR ficou sozinho na polémica. Houve até quem, precisamente à mesma hora que Passos dava a ordem ao partido, não poupasse críticas ao Presidente – caso de Carlos Abreu Amorim, vice-presidente da bancada do PSD, que manifestou na RTP-I o seu «contentamento» por não ter votado em Cavaco.

E nem os cavaquistas se ouviram em defesa do PR. António Capucho é excepção: «É importante que o Presidente recupere rapidamente a confiança dos portugueses», porque, «nas difíceis circunstâncias que vamos enfrentar», faz falta a sua intervenção «como árbitro e como moderador».

Já em Belém espera-se que o tempo ajude a fazer esquecer este episódio «infeliz». As polémicas declarações de Cavaco sobre as suas reformas obrigaram-no a vir justificar-se em público – coisa pouco habitual. E, mesmo no sector cavaquista, reconhece-se que estas explicações «pecaram por tardias».

sofia.rainho@sol.pt

*com Helena Pereira




37 Comentários
MPortugal
30.01.2012 - 21:28
O PSD é o partido da rolha, da rolha que obtura a livre expressã, que limita a democracia. Nada que surpreenda. Quem aderiu ao pSD tinha um saudosismo do tempo doo utro senhor AOliveira Salazar.
parasol
30.01.2012 - 18:08
mundonovo50
30.01.2012 - 12:16 Quem te engana é o Jeropiga...
mundonovo50
30.01.2012 - 12:16
Comentários

Marocassemares
30.01.2012 - 10:13

Pois eu não vou esquecer nunca e bem arrependido estou em ter votado nele!

ele já não vai precisar mais do teu voto, a mim nunca me enganou, nem ele nem o passos nem o socretino
Marocassemares
30.01.2012 - 10:13
Pois eu não vou esquecer nunca e bem arrependido estou em ter votado nele!
Helder Nunes
30.01.2012 - 06:41
Alem de mentiroso e sonso
GabrielOrfaoGoncalves
30.01.2012 - 01:39
GALAICOLUSITANO
29.01.2012 - 11:03

Não há da minha parte nenhum ódio aos funcionários públicos.

Na minha família há uma pessoa reformada da pensão pública que se escandaliza com o facto de, reformada, receber mais do que alguma vez recebeu a trabalhar.

A CGA, se não fosse o dinheiro dos contribuintes a entrar para lá todos os meses, mais os que para lá descontam (mas que só por si não chegaria), mais o pouco que foi ficando dos descontos feitos para lá, já teria falido há muito tempo.

Ou acha que um Economia em recessão pode sustentar tanta gente a ganhar mais de 5000 euros por mês?

Ver no youtube

"Medidas de austeridade - 1 de 3 - Debate na RTP"

ao minuto 7:00

Está lá tudo dito.

Os trabalhadores privados sempre fizeram descontos segundo um cálculo que lhes dará, depois de reformados, e tendo em conta a esperança média de vida, o mesmo que descontaram (óbvio que a inflação entra nas contas).

Mas com os funcionários públicos (verdade que não rigorosamente todos), sempre tiveram um sem número de prerrogativas inadmissíveis: era o menor tempo de serviço, em comparação com os privados, eram as menos horas de trabalho, era a reforma não com a média dos descontos mas em muitos casos com o último escalão, era a ADSE...

Agora é que as coisas se vão equilibrando.

Mas olhe, veja a carreira contributiva de um qualquer funcionário aposentado do banco de Portugal, e veja se não tem um ataque: o que eles ganham não é com os descontos que fizeram - é com o seu dinheiro.
MSantosSantos
29.01.2012 - 22:53
Silva, o Grunho! O tal da vivenda Mariani!
PALHAÇO milionário e sem VERGONHA... Tenhamos nós vergonha por ele!
José Vítor Malheiros, Vergonha e desemprego, hoje no Público. Excertos:
Claro que o “outro” quer silêncio sobre o assunto
«Cavaco devia ter vergonha de invocar a sua condição de pensionista e de usufruir de duas pensões quando está ainda no activo, a trabalhar a tempo inteiro, como Presidente de República.

Cavaco devia ter vergonha de ter prescindido do seu salário de Presidente da República para poder receber mais uns milhares de euros, quando deixou legalmente de poder acumular as suas pensões com esse ordenado. E de insinuar que o facto de prescindir do salário de PR em favor das suas pensões se deveu a um gesto voluntário, quando a escolha entre os dois rendimentos era um imperativo legal.

Cavaco devia ter vergonha de insinuar que o facto de prescindir do salário de PR em favor das suas pensões se deveu a um gesto de abnegação, quando a escolha que fez consistiu apenas em escolher o maior rendimento possível.

Cavaco devia ter vergonha de referir a sua pensão de 1300 euros como se fosse a sua única ou principal fonte de rendimento, quando não é. E de escamotear o montante da sua pensão como funcionário do Banco de Portugal, dizendo não saber exactamente qual é.

Cavaco devia ter vergonha de dizer “aos senhores jornalistas” que poderiam inteirar-se facilmente do valor da sua pensão do BdP, quando sabe que essa informação não é fornecida pela instituição nem seria fornecida por ele próprio.

Cavaco devia ter vergonha de esconder o facto de, apesar de não receber salário como PR, ter as suas despesas pessoais pagas pela Presidência da República. [...]

Cavaco devia ter vergonha de se recusar a esclarecer cabalmente os seus negócios com o BPN e a compra da sua casa em Albufeira e de tentar intimidar quem pede os esclarecimentos a que todos temos direito.

Cavaco devia ter vergonha de dizer que já esclareceu tudo o que há para esclarecer sobre as suas finanças quando apenas publica notas crípticas a propósito de metade dos factos que todos os portugueses gostariam de conhecer.

Cavaco devia ter vergonha de ter uma tal duplicidade de critérios [...]Mas não tem. Cabe-nos a nós ter vergonha por ele. [...]»24/01/2012 | 11:30 | Dinheiro Viv


O Presidente da República tentou ontem explicar as declarações que fez na sexta feira sobre os seus rendimentos e que que lhe valeram fortes críticas. Na última declaração de rendimentos que depositou no Tribunal Constitucional, referente a 2010, estão feitas as contas: entre trabalho dependente, pensões e aplicações financeiras, o casal Cavaco Silva fechou o ano com 999.894,95 euros.1. Trabalho dependente
Em 2010, Cavaco Silva reportou rendimentos de trabalho dependente que ascenderam a 138.942,02 euros2. Pensões
Entre o fundo de pensões do Banco de Portugal e a reforma da Caixa Geral de Aposentações, o Presidente da República recebeu em 2010 141.519,56 euros3. Depósitos à ordem
De acordo com a declaração entregue no Tribunal Constitucional, Cavaco Silva era, em 2010, titular de quatro contas à ordem, cujo valor total era de 41.417,16 euros, distribuídos da seguinte forma: BCP (16.881,65 euros); BPI (5543,24 euros); CGD (10.688,15 euros); Montepio Geral (6.304,12 euros)4. Depósitos a prazo
Cavaco Silva surgia, em 2010, como titular de cinco depósitos a prazo: BCP (185.000,00 euros); BCP (175.000,00 euros); BPI (91.000,00 euros); BPI (141.000,00 euros); CGD (20.000,00 euros)5. PPR
O Presidente da República é detentor de um plano de poupança reforma que, no final de 2010, tinha 53.016,21 euros6. Obrigações
Cavaco Silva reportou também uma aplicação em obrigações, constituída na CGD, que era de 15.000,00 euros.7. Ações
O Presidente da República declarou ter 101.960 ações de 10 empresas portuguesas, incluindo da Jerónimo Martins e do BCP.
fundamentalista00
29.01.2012 - 19:11
silencio que se vai cantar o fado.
Freda
29.01.2012 - 18:14
(...)"As polémicas declarações de Cavaco sobre as suas reformas obrigaram-no a vir justificar-se em público" (...)

Mas, não era preciso justificação nenhuma, pois os esquerdopatas xuxialistas, comunistas e quejandos, só se preocupam com a vida dos adversários, e não olham para o próprio umbigo!
Basta dar uma olhada na concorência, pois o "Sol", estas notícias, não publica!

" Lello escondeu conta milionária

José Lello não declarou conta no BCP no valor de 600 mil euros." (...) in CM

Onde param, os "bobos-alegres" dos indignados?


AJPC
29.01.2012 - 18:11
Antonyjunior
29.01.2012 - 14:02

CONTINUAS A GOSTAR DO CHEIRO, POIS Ó RAFEIRO ALARANJADO, VOU CONTINUAR A COMENTAR AQUI, PARA QUE TU SUÍNO, CONTINUES A TER QUE FAZER. AH, NÃO TE ESQUEÇAS DE IR LAMBER OS COELHONES AO TROIKA PASSOS, PODE SER QUE SEJAS ESCOLHIDO, PARA LAVARES A PEIDA A ESSA RAÇA DE LADRÕES.
Adao
29.01.2012 - 16:48
Estranho que as mumias defensoras do do Sr Silva não venham a "terreiro" defender a honra do homem.
Será que tal como o joseduarte já começam a ficar tão envergonhados que dicidiram tirar umas ferias sebáticas.
A realidade é que o Cavaco é um idiota e como tal por vezes diz asneirada, daí que os afilhados e membros da tenebrosa organização PSD, precisam recorrer á lei da "rolha" para ver se o assunto morre.....
Que tristeza de politicos mediocres e hipocritas.....
parasol
29.01.2012 - 15:09
GALAICOLUSITANO
29.01.2012 - 10:58 Em democracia os malandros como tu podem falar...
E ainda dizes mal dela?
Viriato Pedrada
29.01.2012 - 15:08
Devia ter feito o mesmo pedido a Cavaco e que não abra a boca no Inverno, porque não há moscas e no Verão deve fazer o mesmo para elas não entrarem.
Antonyjunior
29.01.2012 - 14:02
AJPC
29.01.2012 - 11:06

Desgraça, Monica!
Coisa ruim...todos gostam do seu latir!
Hoje já lavou os dentes?
grunlion
29.01.2012 - 12:25
Ordem na casa.

Ou o Passos e a sua equipa, volta a trás nas nomeações taxistas do Catroga, e companhia e não faz mais nenhuma do género,

Ou então a democracia deixa de fazer sentido.

Uma coisa é pedir sacríficios a todos, e podemos todos perceber ser necessário.
Mas esses sacríficios têm um custo. Muito Alto.
Manter os princípios éticos e morais intocáveis.

SEM ISSO TUDO CAI PELA BASE como um castelo de cartas.

À mulher de Cesar não basta ser séria, tem também de parecer......
HPC59
29.01.2012 - 11:13
Claro que o Presidente da República está isolado.
Já viram por aí Santana Lopes? Há quem diga que não pod efalar por que está com a boca no pote de mel e pode afogar-se.Será verdade? Os muitos palradores no PPD/PSD estão a mamar na teta da vaca Orçamento do Estado quando não nomeado para as funções no Estado vão para as PRIVADAS ou têem ajustes directos. Por que tanto silêncio no meio de tanta gente?
Será que banquete servido é tão bom que não há tempo a perder nem para dar uns bitatos? Ou a ameaça da perda dela é tão forte que impera o medo infernal da PERDA!?
AJPC
29.01.2012 - 11:06
COITADOS DOS QUE ACREDITARAM NAS BESTAS... AGORA NEM SE QUER PODEM FALAR. OS COMENTARISTAS RAFEIROS ALARANJADOS AGORA NEM PIAM.
GALAICOLUSITANO
29.01.2012 - 11:03
GabrielOrfaoGoncalves
29.01.2012 - 04:13

porquê esse ódio aos funcionários públicos?
olhe que sem serviços públicos nada funciona.
quer tribunais privados só para si?

não confunda políticos ladrões com trabalhadores ou é mais um inútil invejoso típico dos tugas?
GALAICOLUSITANO
29.01.2012 - 10:58
respondam-me os democratas se puderem:
em democracia algum tribunal obrigou um ladrão a repor o dinheiro que roubou?

então phoda-se a vossa democracia- comei-a e metei-a no recto.

a mim não enganais desde há muito tempo

desta vez é preciso combater o democrata passos de coelho

.... que pede ao ppd que não fafe.

senhore democratas: é proibido falar.


e esta ein?
GALAICOLUSITANO
29.01.2012 - 10:53
141148
29.01.2012 - 10:17

idem, ibidem

AGORA NÃO SE PODE FALAR?
MALDITOS ABUTRES DEMOCRATAS DE LONGA DATA

PORQUE FALÇAM MAL DE SALAZAR ESTES VENDE PÁTRIAS? AFINAL SÃO PIORES QUE ELE.



PUB
PUB
Siga-nos
CD Carríssimas Canções de Sérgio Godinho
Assinaturas - Revista FEEL IT (PT)
Siga o SOL no Facebook


© 2007 Sol. Todos os direitos reservados. Mantido por webmaster@sol.pt