quinta-feira, 24 de Abril de 2014, 3:14
Pesquisa
pesquisar
Emprego Imobiliário Motores
iPad
Passos Coelho ao SOL: 'Tenho aprendido com a troika, mas a troika também aprende connosco'

2 de Fevereiro, 2012
Na primeira grande entrevista concedida em 2012 pelo primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho fala da relação entre o Governo com a troika, as promessas eleitorais, o corte dos subsídios e outros grandes temas do momento.

Passos Coelho fala sobre a relação que mantém com a equipa do Fundo Monetário Internacional, do Banco Central Europeu e da Comissão Europeia.

«Temos uma interacção quase diária, não havendo uma relação de poder ou a imposição de metas que não estão fixadas», afirma.

«A troika também tem aprendido connosco. E é a razão por que, em alguns aspectos, o programa tem vindo a ser adaptado», declara Passos Coelho, que revelou ao SOL a nomeação de António Borges para supervisionar os processos de privatizações, as negociações das PPP, a reestruturação do SEE e a situação da banca [clique para ler notícia].

O chefe do Executivo diz ainda acreditar que, «por este caminho», Portugal não precisará de «mais dinheiro nem de mais tempo», defendendo o plano de ajustamento em curso: «Nenhum país pode crescer com excesso de dívida».




45 Comentários
Zhappa
03.02.2012 - 17:25
Sr. Condedementetriste Albardeiro e Ferrador, permita-me que lhe agradeça o seu comentário.
Para bom... espeto de pau! ;)

Muito Obrigado
calhordas
03.02.2012 - 15:48
O menino trapassos de coelho e a sua competentissima equipe de trapaceiros salazarentos, depois de corrida a pontapé pelos portugueses terá, naturalmente, uma cadeirazita disponível na troika (porque não santissima trindade?).
Tão competentes e vigaristas que eles são! Um consolo para as nossas almas, que nem a padralhada rançosa conseguiria dar.
Por saberem que podiam dar lições sobre assaltos e outras trafulhices, é que pediram tanto aos deuses, que a troika se instalasse por cá. Relembremo-nos que o sócrates sempre a recusou.
O sócrates tornar-se-à uma espécie de d. sebastião. Perdeu-se em combate contra as aves de rapina. Mas como o d. sebastião, será desejado, mas certamente não voltará. Parvo seria se o fizesse.
Antonyjunior
03.02.2012 - 15:42
O Estado tem sido o pai de muito filho da pu.ta que contribuiu para a bandalheira.
O Estado é uma empresa falida, ladra e caloteira!

Quando vejo o mundo socialista e esquerdalhos a barafustar é sinal que algo lhes desagrada e que as politicas em marcha estarão correctas.

A resistência dos socialistas é sintoma que fizeram ca.gadas. Vão mamar...OLÉ!
O L É !
141148
03.02.2012 - 15:33
E a Guiné aqui tão perto!
Pedrito vai ter com a tua família e desampara o tasco.
141148
03.02.2012 - 15:30
ESTES PUTOS BETINHOS DA JSD armados em governantes de passagem e maçons até ao tutano não passam de esquizofrénicos injectados pelo Adolfo.
141148
03.02.2012 - 15:27
Estão bem uns para os outros...estes betinhos de urinol que nunca trabalharam na vida e agora transformam o país em relvas de ilusões.
E a economia,FDP!
PQP.
tribilin
03.02.2012 - 15:03
O poder do "NÓS"!
http://wazzub.redegest.com/
mundonovo50
03.02.2012 - 12:59
o estado social é em si mesmo uma mais valia para o desenvolvimento se não houvesse um estado social forte na Europa Portugal não tinha tão desenvolvido a sua actividade turistica, sem poder de compra das classes médias e remediadas da Europa Portugal definhará definitivamente não há nada no nosso crescimento que substitua o nosso clima, as nossas praias, os nossos monumentos etc. apostar tudo em reduzir o poder de compra para se consumir menos é uma politica suicida para Portugal, deveria era fazerem-se leis para distribuírem mais equitativamente o rendimento nacional
Fandum
03.02.2012 - 12:55
«Passos Coelho ao SOL: 'Tenho aprendido com a troika, mas a troika também aprende connosco'»

Deve a troika ter aprendido a tomar medidas cujo efeito final é o inverso do anunciado como pretendido no que realmente é especialista!!!

A propósito de dizer-se que o resultado do aumento do preço dos transportes não vai superar a descida lucros pela carência de utentes, lembra-me o que cá pela suinilândia onde trabuco havia cinco padarias a trabalhar em pleno e a dada altura, por culpa da crise, a clientela desceu e os lucros caíram!!!
Os cinco padeiros reuniram-se em concílio democrático e decidiram pela maioria de três progressistas letrados, contra dois retrógrados ignorantes aumentarem o preço do pão!!!
Após o aumento os lucros continuaram a decrescer, já por menos compradores, já por virem da vizinhança outros padeiros com pão menos caro!!!
É então que os dois retrógrados ignorantes resolvem entre si baixarem o preço do pão ao nível anterior afim de cativarem mais clientes e com isto venderem mais, o que de facto aconteceu até porque os padeiros da vizinhança deixaram de vir!!!
Os três progressistas acusaram os retrógrados de concorrência desleal por desconhecerem que a concorrência é isso mesmo, cativar clientes e a partir de fascistas chamaram-lhes de tudo!!!
Actualmente os dois retrógrados continuam sem sobressaltos e os progressistas estão seriamente pensando em alienar o negócio por não dar lucro!!!
1ª Moral da história:
Nem sempre a razão está no lado da maioria!!!
2ª Moral da história:
Muitos poucos é melhor que poucos muitos!!!
3ª Moral da história:
Nem sempre os letrados são mais inteligentes e sabedores que os iletrados porque os estes frequentam uma escola que lhes ensina as realidades da vida enquanto que os aqueles só aprenderam teorias ideológicas e ideologias teóricas!!!
Porque é que existem paraísos fiscais???
Precisamente para atraírem capitais e investimentos com tributação baixa!!!
Se souberem um pouco de aritmética básica sabem que 50% ou mais de NADA é igual a coisa nenhuma e 10% de algo é sempre alguma coisa e se multiplicarem muitas vezes 10% alguma coisa cresce proporcionalmente e se multiplicarem a mesma quantidade de ou mais de vezes os tais 50%, dá sempre coisa nenhuma!!!
Enquanto os governos do país não se convencerem que a alta dos custos tem resultados opostos aos que normalmente apresentam como justificação e comecem a actuar no sentido de atrair investimentos, Portugal continua a afundar-se sem remissão por ter de contrair cada vez mais empréstimos!!!
Em conversa de funeral ouvi que na Net fala-se que há ex-governantes a receber comissões sobre os juros de empréstimos que contraíram, se é verdade ou não, não sei e vendo os robalos ao preço da lota, mas atendendo ao que por aí se observa, não parece difícil poder ser verdade!!!

condedementetriste albardeiro e ferrador

JorgePaz
03.02.2012 - 12:46
Pese embora a campanha suja desencadeada contra P. Coelho e bem patente em vários comentários anteriores, creio que, além de poupar, para haver crescimento e emprego, é preciso criatividade empresarial, com produtos inovadores e exportáveis.
Para tal, deve-se promover uma educação e investigação exigentes.
E além de não bastar poupar, é preciso incentivar o investimento (tributação mais favorável, menos burocracia, Justiça atempada, etc). O resto é "ba blá blá", de politiquice barata, na qual não entro.
Boa tarde!
Zhappa
03.02.2012 - 12:27
Em entrevista ao Sol, Passos Coelhou disse que «nenhum país pode crescer com excesso de dívida», mas insistiu que se Portugal seguir «por este caminho» a que se comprometeu, não necessitará de «mais dinheiro nem de mais tempo».

«Não há mais dinheiro para gastar - ( até aqui, esclarecido!) ...
e portanto temos de adequar as nossas necessidades de financiamento àquilo que somos capazes de produzir.( Uma medida assertiva!!!) E isso envolve políticas de austeridade e de habituar a sociedade a consumir menos recursos do que aqueles que tem consumido...», afirmou. (ou seja, a melhor forma de comer menos é deixar de comer!!!)
Porque «pobres já nós estamos», ( ESTAMOS??? Quem??? ) embora haja «é pessoas que ainda não se deram conta disso ( Estranho!!! ) e continuaram a viver como se não fossem pobres. Viveram não daquilo que tinham mas daquilo que lhes emprestavam». ( ou seja, viveram e vivem daquilo que lhes foi emprestado por aqueles que recebem, a fundo perdido, dos outros que recebem dos primeiros em contribuições e outros tipos acções!!! Certo???)

Afinal, se é assim tudo tão claro pergunto apenas, e porque parece já estar na hora:
QUANDO COMEÇA A TAL MUDANÇA PROMETIDA NO SEU SLOGAN DE CAMPANHA - "ESTÁ NA HORA DE MUDAR"????
mundonovo50
03.02.2012 - 12:20
a Europa sem o estado social não vale um chavo, nos ultimos 65 anos a Europa criou a maior zona desenvolvida do mundo com base no estado social, se o estado social desaparecer na Europa a guerra tomará o seu lugar
quijote
03.02.2012 - 12:10
Obviamente que não haverá recuperação económica. Nem teremos saudades da economia de faz de conta com que temos vivido. Não é possível ter uma economia comcorrencial num estado social como o que tínhamos. E o que não é concorrencial morre. RIP.
antoniopestana
03.02.2012 - 12:09




O resultado da aprendizagem que a troika está a ter com o Passitos é que a partir de agora mais nenhum país vai poder confiar ou recorrer ao FMI...



quijote
03.02.2012 - 12:05
Portugal não vai morrer, não. Portugal já morreu na abrilada. O que vai dar o berro é o estado social, quando não houver massa para pagar os ordenados, as pensões e os juros dos empréstimos. Talvez nem chegue ao próximo subsídio de férias. E este ano o natal vai ser muito diferente.
mundonovo50
03.02.2012 - 12:01
a politica economica da dupla Coelho / Gaspar controla o défice público com o saque aos trabalhadores e pensionistas, poliytica tipo merceeiro, mas por outro lado destroi a economia e para alem do desemprego galopante aumenta a dívida pública que neste momento já vai nos 110% do PIB e tiorna impossivel a recuperação económica e consequentemente o pagamento da dívida, neste particular António Seguro tem toda a razão, juntar austeridade mais austeridade só nos podelevar a duma situação igual à da Grécia
quijote
03.02.2012 - 11:59
Para o Zedu todos são aldrabões excepto o Jeropiga depois dum almoço na UCP Outubro Vermelho.
parasol
03.02.2012 - 11:28
josealdrabarte
03.02.2012 - 10:51 Os cubanos vivem de monocultura (cana de açucar) tu vives de monomania (Anti-PS).
É pior que não ver as cores... é cegueira, vês tudo negro...
joseduarte
03.02.2012 - 10:51
parasol - 03.02.2012 - 10:34

Sim, e tudo graças ao seu Querido Líder - também conhecido por PULHA PARISIENSE.
parasol
03.02.2012 - 10:34
Portugal não precisará de mais tempo nem de mais dinheiro? Aconteceu o mesmo a um viznho meu... coitado morreu.



PUB
PUB
Siga-nos
CD Carríssimas Canções de Sérgio Godinho
Assinaturas - Revista FEEL IT (PT)
Siga o SOL no Facebook


© 2007 Sol. Todos os direitos reservados. Mantido por webmaster@sol.pt