domingo, 20 de Abril de 2014, 11:47
Pesquisa
pesquisar
Emprego Imobiliário Motores
iPad
Seguro acusa Passos no Facebook

21 de Fevereiro, 2012
O secretário-geral do PS acusa Passos Coelho de ser «um primeiro-ministro de braços caídos e sem iniciativa», lamentando que o chefe do Executivo não tenha assinado uma carta em que 12 governantes defendem políticas europeias de crescimento económico.

«Num momento em que o crescimento e emprego são a preocupação dos portugueses é difícil de compreender como o primeiro-ministro português não subscreveu a carta que onze dos seus colegas dirigiram ao presidente do Conselho e ao presidente da Comissão propondo mais crescimento económico. Temos um primeiro-ministro de braços caídos e sem iniciativa», escreveu hoje António José Seguro na sua página na rede social Facebook.

O líder socialista refere-se a uma carta, assinada por 12 chefes de Governo da União Europeia, enviada aos principais responsáveis comunitários, em que propõem um programa com oito pontos destinados a promover o crescimento económico e a responder à crise a nível da União.

«Desde que assumi a liderança do PS que fiz do emprego e do crescimento económico a principal prioridade da minha acção política. Simultaneamente, tenho defendido que a UE necessita de adoptar medidas concretas para fazer face à crise. Destaco a emissão de euro-obrigações, a emissão de moeda pelo BCE, a criação de uma agência de rating europeia, harmonização fiscal, entre outras», escreve ainda Seguro no texto publicado na internet.

«Há cada vez mais iniciativas de diversos líderes políticos defendendo que as políticas europeias respondam eficazmente aos problemas das pessoas. Este é o caminho», acrescenta.

A carta dos 12 líderes de governos europeus foi enviada ao presidente do Conselho Europeu, Herman Van Rompuy, e ao presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso.

O texto defende que a crise que enfrenta a Europa é «também uma crise de crescimento» e, apesar de considerar «essencial» a tarefa de pôr em ordem as contas públicas nacionais, diz ser «necessário» modernizar a economia, aumentar a competitividade e corrigir os desequilíbrios macroeconómicos.

Sob o título «Um programa de crescimento para a Europa», 12 líderes de Governo afirmam que «é necessário restabelecer a confiança, entre os cidadãos, as empresas e os mercados financeiros, na capacidade da Europa para crescer de forma firme e sustentada».

Os signatários avisam ainda que a Europa se encontra num momento «perigoso» porque o crescimento está «estagnado» e o desemprego está a aumentar, o que faz com que os cidadãos e as empresas enfrentem «as condições mais duras» em muitos anos.

O programa que propõem para promover o crescimento inclui oito pontos, entre eles desenvolver mais ainda o mercado único europeu, especialmente no sector dos serviços, e a criação de um verdadeiro mercado digital europeu até 2015.

Defendem ainda um efectivo mercado único de energia até 2014 e «redobrar o compromisso com a inovação», através de uma aposta na investigação.

O texto pede ainda uma «acção decisiva» no sentido de abrir os mercados mundiais ao comércio livre, reduzir o peso da burocracia europeia nas empresas e promover mercados de trabalho eficazes que ofereçam «oportunidades de emprego» aos jovens, às mulheres e às pessoas mais velhas.

Os signatários propõem também o desenvolvimento de um sector de serviços financeiros «forte, dinâmico e competitivo que apoie as empresas e os cidadãos». Para isso, defendem a redução das garantias para o resgate das entidades financeiras, por considerarem que distorcem o mercado único, e que devem ser os bancos, não os cidadãos, a suportar os custos dos riscos que assumem.

Os signatários deste documento são os chefes de Governo de Espanha, Itália, Reino Unido, Holanda, Estónia, Letónia, Finlândia, Irlanda, República Checa, Eslováquia, Suécia e Polónia.

Lusa / SOL




13 Comentários
Jalopes
22.02.2012 - 15:18
Seguro...é um queixinhas!
bigfootsousa
22.02.2012 - 14:37
então faça como eu ... puxe uma cadeira e relaxe. Este circo está para durar e não se vislumbra em nenhum horizonte uma qualquer mudança. Há poucos anos, a partidocracia portuguesa fez a amabilidade de MATAR a participação democrática do povo ao extinguir administrativamente todos os partidos com menos de 5000 (cinco mil) filiados. Gostava que houvesse alguém que simplesmente enfiasse uma bala nos cornos de cada um dos deputados que assinou tal barbaridade. E digo isto de todo o coração
JChato
22.02.2012 - 13:25
bigfootsousa
22.02.2012 - 12:37

Meu caro,
Quem lhe disse que eu voto no p.s.ocretinos ou nos laranjinhas?
A minha posição é APARTIDÁRIA!
Tal como vc, partidozecos são, para mim, farinha do mesmo saco!
EU NÃO VOTO BRANCO! DESENGANE-SE!
Explico-lhe: EU VOTO NULO!
Razões? SIMPLES!
1) Vivemos numa partidocracia corrupta desprovida de Ética!
Pelo que SEI (e posso PROVAR E COMPROVAR) votos em branco são, nas contagens, "transformados" em votos nos partidozecos por conluio dos delegados que estão nas mesas de votos!
Ou seja...votar em branco é DAR o seu voto à corja!
2) Votar em branco tem uma "leitura política"!
Votar em branco é o "dizer" que "não sabe quem escolher"!
Não significa que não quer nenhum! Significa que NÃO SABE, dos que estão nos boletins, qual escolher!
3) O VOTO NULO PROPOSITADO TEM OUTRA LEITURA!
Quando as pessoas que, como vc e eu, resolverem que "vão dizer" nas eleições que NÃO ACREDITAM em NENHUM fazem como eu que ANULO O VOTO!
4) Tal como vc espero pela DEMOCRACIA!
Em DEMOCRACIA não há lugar para a prepotência dos partidozecos mas é a VONTADE expressa do Povo que tem mais "força" e não meia-dúzia de bandidos acantonados em partidozecos!

O DIA CHEGARÁ!
COMO CANTAVA ZECA AFONSO:
É PRECISO AVISAR A MALTA!

Quanto à troca de galhardetes entre mim e parasol (que não passa de escriba a soldo) quero esclarecer:
Com esse escroque não debato, INSULTO!
Sendo eu APARTIDÁRIO, como me assumo, muito este nick tem feito com que para além da indiferença em relação a partidozecos eu seja ANTI-p.s.ocretinos!
Mas não voto em NENHUM partidozeco!
Isso é tudo escumalha sendo a do p.s.ocretinos a pior!
bigfootsousa
22.02.2012 - 12:37
Enquanto o sr. JChato e Parasol vão trocando postas de pescada, haverão portugueses que votam sempre nos mesmo do costume por amor à camisola ... e haverão os que com 2 neurónios apenas chegarão à conclusão que votar PS ou PSD é sempre a mesma mherda. Vou, novamente, votar branco nas próximas eleições. Aguardo(sentado) que apareça uma força partidária criada por pessoas sem ligações aos partidos que nos desgraçam desde o 25 de Abril. Um político com um bom projecto, e mais importante que tudo, um político que já seja rico e que crie efectivamente postos de trabalho neste país ... estou farto dos políticos xhulos que temos.
JChato
22.02.2012 - 11:47
parasol
22.02.2012 - 11:00

Em contrapartida os seus ditos são a maior mherda que há nos Foruns do Sol. A par disso vc nada é mais do que o megafone dos escroques que durante 6 anos se encarregaram de dar cabo do País e que são tão cegos que ainda imaginam que alguém crê numa palavra que seja que sai da fossa da vossa estupidez doentia!
Frustrados e desenganados pelo resultados eleitorais mais não vos resta que usar de insultos e provocações de baixeza atroz!
Mas a vida é assim!
O Povo votante resolveu "dizer-vos":
DESAPAREÇAM SEUS ALDRABÕES!
Se estão ressabiados com o facto vacinem-se contra a raiva!
parasol
22.02.2012 - 11:01
Platao
21.02.2012 - 23:15 Achsa então que o Sr. Silva é um palerma? Defende exactamente o mesmo do Zézinho.

parasol
22.02.2012 - 11:00
JChato
22.02.2012 - 10:14 Continuas a ser o comerntador mais ridiculamente comico!
Parabens!
JChato
22.02.2012 - 10:14
Oh tózé betinho,
Para tua informação o betinho do stepps rabbit é uma marionete da troika porque o javardão do teu dono (zé socretinices) nos entregou nas mãos deles!
Foi o teu dono que chamou a troika!
Segundo diz o bochechas fez isso "à força"!
Se não fosse essa opção levava o País à bancarrota!
Foi o que ele e a cáfila legaram para estes gajos que estão no poleiro e para (algumas) gerações vindouras!
Se tivesses um pouco de vergonha na tromba calavas-te ou, pelo menos medias melhor as palavras.
Toda a gente sabe que tens de "levar com a ala de socretinos" dentro do teu partidozeco mas, seria excelente que tivesses tento na língua seu aldrabão!
Não sendo eu laranjada nem laranjinha denuncio as tuas demagogias até ao dia em que ASSUMAS que foi desse partidozeco que sairam os autores da DESGRAÇA!
Se não o fazes por "pressões internas" dentro do partidozeco não é problema nosso! O problema é teu e do teu p.s.ocretinos!

Em vez de usar o Facebook para "atacar" usa todo o mediatismo que te é dado para apresentar quais as soluções CONCRETAS que tens! Não tens? Já sei!

Na actual situação estes laranjinhas fazem o que podem e mais parecem bombeiros a atacar com copos de água um incêndio florestal.
"Incêndio" (diga-se) desencadeado pelo zé socretinices.
E, que se saiba, o zé era do teu partidozeco.
Que se saiba mantem, no teu partidozeco muitos dos escroques ladrões e incompetentes dele!
E essa "ala" do teu partidozeco zurra alto! Tudo na tua cara com a maior desfacatez e perante teu silêncio e refugio na cobardia!
É patente que estás aí "a prazo"!
Pelo menos tenta ter DIGNIDADE!
Platao
21.02.2012 - 23:15
O javardete tem solucao para tudo.

Euro-obrigacoes para que o pais se financie a baixo custo, a custa da credibilidade dos outros. Para que? Continuar a estoirar afundando ainda mais a Europa.

Liberarlizacao do mercado de energia? Sim claro. A hipocrisia do costume. Ha duas decadas que a conversa sobre o mercado iberico nao da em nada, com quase igual tempo de governacao xuxa, e vem agora o javardete falar do mercado europeu. Patetico. Tipicamente a conversa para enfiar na gaveta no dia apos as eleicoes.

Harmonizacao fiscal? Deve estar a pensar obrigar os outros estados a aumentar os impostos por solidariedade aos caloteiros portugueses...

Sobra a emissao de moeda do BCE, que ja faz em cada momento em que aumenta o credito aos bancos. Deveria estar a falar de credito directo aos estados...

Em suma, a conversa de mherda de um palerma. A xuxaria injectou 100 mil milhoes de Euros na economia com recurso a divida, supostamente para a estimular. Resultado? Uns quantos filhos da phuta de bolsos cheios e um pais na falencia. Diz o que o toze?...

E um filho da phuta, nada mais. Destes dispensam-se como se dispensa a sua verborreia. Metem nojo e sao demasiado nefastos. Pulhas que dizem umas coisas, fazem barulho, fingem que existem e que servem para alguma coisa.
Platao
21.02.2012 - 22:47
O javardete tem solucao para tudo.

Euro-obrigacoes para que o pais se financie a baixo custo, a custa da credibilidade dos outros. Para que? Continuar a estoirar afundando ainda mais a Europa.

Liberarlizacao do mercado de energia? Sim claro. A hipocrisia do costume. Ha duas decadas que a conversa sobre o mercado iberico nao da em nada, com quase igual tempo de governacao xuxa, e vem agora o javardete falar do mercado europeu. Patetico. Tipicamente a conversa para enfiar na gaveta no dia apos as eleicoes.

Harmonizacao fiscal? Deve estar a pensar obrigar os outros estados a aumentar os impostos por solidariedade aos caloteiros portugueses...

Sobra a emissao de moeda do BCE, que ja faz em cada momento em que aumenta o credito aos bancos. Deveria estar a falar de credito directo aos estados...

Em suma, a conversa de mherda de um palerma. A xuxaria injectou 100 mil milhoes de Euros na economia com recurso a divida, supostamente para a estimular. Resultado? Uns quantos filhos da phuta de bolsos cheios e um pais na falencia. Diz o que o toze?...

E um filho da phuta, nada mais. Destes dispensam-se como se dispensa a sua verborreia. Metem nojo e sao demasiado nefastos. Pulhas que dizem umas coisas, fazem barulho, fingem que existem e que servem para alguma coisa.
jcesar
21.02.2012 - 18:59
O actual Governo na oposição e em campanha eleitoral, diziam-se muito preocupados com o crescimento económico, e com o desemprego, até acusavam o anterior Governo de não ter políticas para o emprego.

Agora que são Governantes querem eles lá saber desses pormenores.

-Os desempregados que imigrem!

-Crescimento económico não faz falta!

-Eles no final do ano arranjam mais umas verbas extraordinárias, e está tudo resolvido.
grunlion
21.02.2012 - 18:24
Em vez de andar a assinar manifestos, o que o PM, precisa é de pensar o país, em vez de andar pelo país a falar de toda e qualquer medida do governo.
Este preocupa-se com o desemprego, mas não percebe (porque não sabe), que não adianta disfarces, com o a formação, Novas Oportunidades, etc, é preciso sim:
Desregulamentar o mercado de trabalho, estabilizar as leis fiscais, acelerar a justiça, para que Portugal seja um país competitivo e atractivo para os investidores.
grunlion
21.02.2012 - 18:06
Porque no te callas?


PUB
PUB
Siga-nos
CD Carríssimas Canções de Sérgio Godinho
Assinaturas - Revista FEEL IT (PT)
Siga o SOL no Facebook


© 2007 Sol. Todos os direitos reservados. Mantido por webmaster@sol.pt