quinta-feira, 24 de Abril de 2014, 19:41
Pesquisa
pesquisar
Emprego Imobiliário Motores
iPad
CDS: afirmações de Soares não são construtivas

8 de Maio, 2012
O porta-voz do CDS-PP, João Almeida, considerou hoje que as afirmações de Mário Soares defendendo o rompimento do acordo não é «construtiva», defendendo que um antigo Chefe de Estado «teria que estar à altura» da situação do país e ter «outra responsabilidade».

«Entendemos que um ex-Chefe de Estado teria que estar à altura da situação que vivemos e teria que ter outra responsabilidade, que manifestamente não teve nestas declarações», afirmou o porta-voz democrata-cristão João Almeida.

João Almeida sublinhou que o rompimento do acordo «representaria uma quebra de palavra por parte de Portugal que o próprio Partido Socialista já considerou que não faz sentido, quando disse que irá manter o compromisso e a palavra», além de «um oportunismo» que «também não é compreensível».

«É importante haver em termos nacionais uma postura séria e um debate construtivo em alturas como esta. Esta declaração não é construtiva», afirmou.

O líder parlamentar do PS, Carlos Zorrinho, garantiu hoje que o PS cumprirá as metas do memorando da troika.

«O PS cumpre sempre os seus compromissos e, portanto, nós cumpriremos as metas do memorando a que estamos associados», afirmou Carlos Zorrinho, em declarações aos jornalistas no Parlamento, a propósito da entrevista ao antigo Presidente da República Mário Soares publicada hoje no jornal i.

Na entrevista, Mário Soares defende que o PS deve romper o acordo da troika, alegando que a situação evoluiu e que a austeridade não funciona no país.

«Acho que é esse o caminho. A austeridade, tal como a definem, não tem sentido», diz Mário Soares, considerando que a obrigação já foi assumida há um ano, mas que «chegou ao fim».

Lusa/SOL




3 Comentários
parasol
09.05.2012 - 10:26
pinto2007
08.05.2012 - 19:09 Não te consigo compreender: dizes mal do PS , consideras que é a fonte de todos os males, e depois achas que se o PS se fartar das tuas aldrabices digo acusações seria catastrofico para o país?
Pareces aqueles maridos que se embebedam, chegam a casa e batem na mulher, e depois choram baba e ranho se ela se for embora, e mesmo assim ainda a insultam...
MOVC
08.05.2012 - 21:28
Esta história de João Almeida censurar o pensamento livre e as afirmações sem medos de Mário Soares parece-me uma rábula das antigas revistas do Parque Mayer. Este rapazinho é reamente divertido. Pena que o visado nem saiba certamente que ele existe, porque o brindaria com uma boa gargalhada!
pinto2007
08.05.2012 - 19:09
uma vez mais ,soares não se domina e continua a querer mais protagonismo!
sempre em bico dos pés para aparecer nos media, e os media sempre prontos a publicarem os seus bitates!
todos sabemos que a europa já está a mudar e que a austeridade tem os dias contados, não pelo holland mas pelo curso natural da politica!
uma vez mais soares só olha para os interesses do seu partido, "esquecendo-se" que o pós 25/4, descolonização, nacionalizações, desgovernos , guterres e o artista socrates nos puseram de tanga e de mãos estendidas!
romper o acordo com a troika é impensável e desastroso, terá tudo que ser renegociado a seu tempo!
os grandes movimentos terão que ser inicialmente conduzidos por países grandes, seguidos e apoiados por outros mais pequenos! os mais pequenos pouco contam nesta europa dos 27!
a rutura do ps com o governo seria catastrofica para o país!
soares nada sofreria porque tem os seus bens e fortuna fora do país, mas nós não temos esse previlégio!
porque soares não se cala e porque a comunicação social, mesmo prostituida aos vários interesses, deixa de lhe prestar tanta vassalagem e direito de antena?


PUB
PUB
Siga-nos
CD Carríssimas Canções de Sérgio Godinho
Assinaturas - Revista FEEL IT (PT)
Siga o SOL no Facebook


© 2007 Sol. Todos os direitos reservados. Mantido por webmaster@sol.pt