sexta-feira, 18 de Abril de 2014, 19:12
Pesquisa
pesquisar
Emprego Imobiliário Motores
iPad
Portas: Portugal autorizou o sobrevoo de Morales

9 de Julho, 2013
O ministro dos Negócios Estrangeiros, Paulo Portas, assegurou hoje que o Governo português autorizou "atempadamente" o sobrevoo em território nacional do Presidente da Bolívia e não colocou em risco a vida de Evo Morales e da sua comitiva.

Paulo Portas participou hoje, ainda na qualidade de ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, numa audição na Comissão de Negócios Estrangeiros e Comunidades Portuguesas, dominada na primeira parte por uma agendamento protestativo do PCP relacionado com o sobrevoo e autorização de aterragem em Portugal do avião do Presidente da Bolívia, Evo Morales, por suspeita de levar a bordo o ex-espião Edward Snowden.

"Portugal autorizou o sobrevoo do Falcon do Presidente Morales no território nacional. Não só autorizou como na verdade o avião do Presidente Morales passou no espaço aéreo português, entrou na zona do Alentejo, até ao espaço aéreo de Porto Santo", referiu Paulo Portas, que em simultâneo apresentou um mapa com o trajecto aéreo do avião presidencial boliviano.

Na introdução prévia, o deputado do PCP Bernardino Soares, considerou que a questão "justificaria um pedido de demissão, não tivesse o senhor ministro já tomado esse decisão", e colocou uma questão que considerou decisiva: "Quem deu a ordem para o avião não aterrar?".

Na resposta, Paulo Portas optou por separar as duas questões "de substância" e pronunciar-se de início sobre a denúncia de escutas e vigilâncias por parte dos serviços de informações dos Estados Unidos (EUA) a missões diplomáticas da UE ou Estados da EU, "que tanto mais é tanto mais preocupante quando acontece entre aliados".

O chefe da diplomacia garantiu que recorreu às informações hoje publicadas em diversos ?media', que excluem a ausência de escutas às representações diplomáticas portuguesas, mas revelou que o Governo convocou o representante diplomático norte-americano.

"O embaixador dos EUA foi convocado ao ministério na semana passada para manifestar a nossa desconformidade inequívoca com tais práticas e que acompanhamos a posição europeia relativamente a solicitar explicações de Washington e deixar claro que escutas no edifício que é o coração da UE em Bruxelas ou em qualquer missão da UE no mundo são preocupação directa do Estado português", referiu.

Numa alusão ao incidente com o avião onde viajava em direcção a La Paz o Presidente boliviano, proveniente de Moscovo e forçado a uma escala de 13 horas em Viena, Paulo Portas reafirmou que o sobrevoo foi autorizado, e de acordo com as regras aéreas internacionais e no respeito pela soberania dos dois países.

"Em nenhuma circunstância o Governo português colocou em risco a vida ou a segurança de quem quer que fosse que estava nesse avião", sublinhou.

"Agimos com total cautela, a informação de que Portugal autorizava o sobrevoo foi confirmada diplomaticamente e por escrito com quase 24 horas de antecedência. Portugal respeitou o plano de voo aprovado, respeitou a legalidade internacional", frisou ainda.

Numa nova referência à "questão Snowden", o MNE assinalou que o Executivo "respeita em absoluto a posição de qualquer Governo legítimo, de qualquer Estado soberano, sobre Snowden, o seu trânsito e eventual asilo".

Nesta sentido, assegurou que "a nossa opção foi não pedir informações à República da Bolívia sobre quem vinha ou quem não vinha no avião. Não exigimos informações nem garantias".

Na ronda de perguntas dos deputados, Paulo Portas foi confrontado com as questões colocadas pela oposição, com a deputada do BE Helena Pinto a insistir "na questão de fundo, que foi não autorizar a aterragem", Bernardino Soares a insistir nos reflexos deste incidente nos acordos comerciais entre Portugal e diversos países da América Latina, ou a deputada do PS, Maria de Belém, a "concluir" que "afinal não aconteceu nada".

"Não aconteceu nada, afinal. Estamos a falar de uma ficção e isso é altamente preocupante. De acordo com as explicações que o senhor ministro deu, não houve violação do direito internacional, foi tudo avisado com antecedência, o avião sobrevoo o espaço aéreo", afirmou Maria de Belém Roseira.

A deputada socialista afirmou que, então, "alguma coisa terá que ser feita para evitar que uma não ocorrência" tenha impacto nas relações de Portugal com a América Latina e a Bolívia.

Helena Pinto, do BE, insistiu que Paulo Portas não respondeu à pergunta sobre quais foram "as considerações técnicas" que impediram a aterragem do avião de Evo Morales.

Já Bernardino Soares disse que as explicações do ministro mostram que "a consideração técnica não era verdadeira".

"Assumam isso", afirmou, sublinhando que o motivo avançado por Paulo Portas foi "Portugal não importar" um problema que não é seu, numa referência ao caso Snowden, acusando Portas de contribuir para "o cerco" feito pelos Estados Unidos ao antigo espião.

Paulo Portas voltou a remeter para a sua intervenção inicial, e reafirmou que Portugal não fechou o espaço aéreo ao líder boliviano.

"Não julgo o que fizeram outros Estados, mas Portugal não fechou".

E sublinhou, de novo: "Não pedi garantias ao Presidente da Bolívia sobre quem viajava no seu avião, respeito o que cada Estado soberano pensa sobre Snowden e o seu destino. O problema Snowden não é um problema do Estado português, a soberania de Portugal e da Bolívia foram inteiramente respeitadas".

[actualizada às 19h25]

Lusa/SOL




42 Comentários
geno75
10.07.2013 - 18:05
Estes comunistas são um espetáculo!!!
Uns ou umas... são dos mais ricos do Mundo!
Outros, compram clubes de futebol em Inglaterra e Mônaco outros tem bruta propriedade para espetáculos políticos no coração Alentejano!
Razão tinha a Srª.Mãe de um falecido político que dizia «QUE É ISSO ALVARINHO? TU, DE FATO E GRAVATA? MAMÃ, EU AGORA SOU MINISTRO!!! AI MEU DEUS QUE SERÁ DE NÓS SE O COMUNISMO VENCER!!!!»

ASS1719
10.07.2013 - 15:50
NÃO OLHES MUITO...BEM PODES LIMPAR O ÂNUS A ESSE PAPEL...QUE NÃO TE IRÁ ARRANHAR...JÁ ESTÁS, MAIS QUE HABITUADO...
MeiaNoiteNuar
10.07.2013 - 14:35
Portas preparou a fuga do pais , só teve um pequeno percalço o submarino teve uma avaria motor de arranque não pagou marinheiros ainda saíram e deram um empurrão , mas a coisa ficou dura de mais
Allentejo
10.07.2013 - 14:29
ARBEIT IST FREI !!!
pinto2007
10.07.2013 - 13:27
as frustrações dão em comentários de raiva e baixo nível!
tudo o que ataque Portas, CDS, Governo, direita, ...o PCP, BE sempre na linha da frente!
estão a fazer o seu papel e não passa disso!
Cavaco depois de os ouvir muito atentamente vai hoje, sussurrar-lhes ao ouvido algo que eles não vão gostar, mais frustrações, porra!
prontos, já passou!
Agora vamos, uns trabalhar e outros para as manifs!

tratorderasto
10.07.2013 - 13:07
RogerUK,12:36-ainda bem que tenho estrangueiros do meu lado,os comunistas sempre que passa um avião,ficam preocupados se vão comunistas lá dentro,se não forem eles dizem logo que é para abater.GDM-os comunistas não são de confiança
RogerUK
10.07.2013 - 12:36
Se nao proibiu foi covardia, devem de se posicionar ao lado dos aliados e contra a comunada que so quer comer criancinhas ao pequeno almoco.
Se alguns nao assumem a sexualidade como podem ter cara de assumir outros actos.
mundonovo50
10.07.2013 - 12:00
lá se vão os negocios dos magalhães na América latina e atrás irão também os negócios das construtoras
tratorderasto
10.07.2013 - 11:45
Ó zeferinonascimento,11:21-desde o dia do teu nascimento o zeferino tornou-se um irrevogável palerma.GDM-o padrinho,se calhar já era palerma.
ZeferinoNascimento
10.07.2013 - 11:21
E A VERDADE É SÓ UMA. ESTE IRREVOGÁVEL HIPÓCRITA E CÍNICO FANTOCHE NÂO AUTORIZOU A ESCALA. O RESTO É O SALTA POCINHAS A SALTAR...AI!AI!AI!
tratorderasto
10.07.2013 - 09:31
Se o avião do Morales fica-se todo esborrachado em solo Português,de quem era a culpa?GDM-eu diria que era do Zeus com a colaboração do Jesus e do Cardozo.
LuaLuar1
10.07.2013 - 08:42
Portugueses

A Quem Encobre Paulo Portas?

Uma Incompetência que Fará o Recuo das Exportações para a América Latina

Com ou Sem Culpa todos os Países Envolvidos, na Recusa ao Presidente EVO MORALES , França , Espanha e Itália já Pediram desculpa , a Incompetência em Portugal ESCONDECE nas LINHAS TORTAS E TORPES
Zeus
10.07.2013 - 05:29
**************************************************************************************************************** ****************************************************************************************************************
A Incompetência Gritante do Paulinho das Feiras Arruinou Décadas de Investimento nas Relações com a América Latina.
As Cimeiras Ibero-Americanas Perderam todo e Qualquer Sentido. Nenhum País da América Latina vai querer Voltar a ter Cimeiras com Portugal.
Quem é que vai compensar o Estado Português pelos milhares de milhões de Euros que vai perder devido a este ERRO CRASSO do Paulinho das Feiras???
**************************************************************************************************************** ****************************************************************************************************************
Zeus
10.07.2013 - 03:05
O PAULINHO DAS FEIRAS FOI UM PÉSSIMO MINISTRO DOS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS!!! PIOR SERIA IMPOSSÍVEL!
**************************************************************************************************************** ****************************************************************************************************************
1.- As únicas medidas que tomou como Ministro dos Negócios Estrangeiros foram vender computadores Magalhães e reforçar as relações com os países da América Latina. Tudo medidas do Govern de Sócrates que o Paulinho das Feiras tanto criticou a Sócrates.

2.- Mas se as únicas medidas positivas do Paulinho das Feiras foram medidas do Governo de Sócrates, o mesmo Paulinho das Feiras arruinou completamente essas medidas ao proíbir o Avião de Evo Morales de aterrar em Portugal. Ao tomar essa decisão subserviente, não só arruinou as medidas dos Governos de Sócrates (Magalhães e reforço das relações com a América Latina) como arruinou as relações de Portugal com a América Latina para as próximas décadas. Um irresponsabilidade Criminosa! Devia ser preso pelos enormes prejuízos que já causou e vai causar a Portugal!!!

3.- Mas a incompetência do Paulinho das Feiras não se fica por aí. De facto, o Paulinho das Feiras nada fez quanto ao único dossier importante que tinha em mãos: o do reconhecimento pela ONU da Plataforma Continental Portuguesa. O reconhecimento da Plataforma Continental estava agendado para 2013, mas a UE conseguiu pressionar a ONU para o adiar para 2015 e o Paulinho das Feiras nada fez para o impedir. A UE quer que a Plataforma Continental Portuguesa seja reconhecida não como sendo Portuguesa mas como sendo da UE. Isso seria o roubo da Plataforma Continental Portuguesa. Nada garante que Portugal esteja na UE no futuro. E mesmo que esteja na UE, se a Plataforma Continental Portuguesa for reconhecida como sendo da UE Portugal perderá completamente qualquer controlo sobre a sua Plataforma Continental. Outros países da UE já viram a sua Plataforma Continental ser reconhecida pela ONU. Não permitiram que a UE se apropriasse da sua Plataforma Continental.

Paulo Portas foi de longe o pior Ministro dos Negócios Estrangeiros que Portugal já teve.
**************************************************************************************************************** ****************************************************************************************************************
Portugalix
09.07.2013 - 23:53
Um vigarista sem um pingo de vergonha, mais m.erdas.
Iznougud
09.07.2013 - 23:30
oeiras -Nato HQ (serviços mínimos mas existe)

quando ao jantar discutiram a noticia, comentei: concordo,não sabemos quem lá vinha dentro (ou o que)

aparte isso Chavez irá sempre criticar os apoiantes e aliados dos "porcos imperialistas" como é o nosso caso.

Quanto a bandeira, Soares fez o mesmo e não só não foi preso como ainda chamam ao bandido "pai da democracia???? se fosse do socialismo português ainda vá.... enfim tristezas....para dar bronca nos jornais que lá fora também se lêem.
pontaesquerda
09.07.2013 - 23:11
obviamente, o "problema" é um caso de interesse á escala mundial...

...meia-dúzia de palhações sem rosto mas com nome e apelidos mandam na soberania dos Estados-Nações através de palhaços locais...

...penoso o papelucho deste pp na comissão parlamentar...facilmente desmontado por Bernardino soares do pc...
Aderitos
09.07.2013 - 22:51
Na foto em cima está um salta-pocinhas a consultar o mapa para vêr onde ficam as melhores poças, com o fito de bater o recorde em salto.
jooliveira
09.07.2013 - 22:36
Vamos ver se vai, de forma IRREVOGÁVEL, à Bolívia esclarecer directamente com Evo Morales!
anomimo
09.07.2013 - 22:18
Então agora desfaçam o imbróglio que é ter os governos do Brasil, Argentina, Chile, Equador, Peru, Venezuela e da própria Bolívia todos juntos numa ofensiva diplomática contra Portugal. Que vai ter consequências económicas.
Talvez mandando uma caixa de pastéis de nata a cada um, eles se rendam ao nosso poderio económico e esqueçam o assunto. O Álvaro já pôs o avental e chapéu de pasteleiro?



PUB
PUB
Siga-nos
CD Carríssimas Canções de Sérgio Godinho
Assinaturas - Revista FEEL IT (PT)
Siga o SOL no Facebook


© 2007 Sol. Todos os direitos reservados. Mantido por webmaster@sol.pt