quarta-feira, 23 de Abril de 2014, 17:57
Pesquisa
pesquisar
Emprego Imobiliário Motores
iPad
Comércio no Parque das Nações estará a meio gás e receia prejuízos

9 de Novembro, 2010
Com a cimeira da Nato à porta, lojas, cafés e restaurantes no Parque das Nações temem prejuízos provocados pelas restrições na circulação e no estacionamento.

As restrições de pessoas e veículos na zona começam já na segunda-feira e mesmo os comerciantes que vão estar abertos temem uma diminuição de clientes.

«Estamos fora do perímetro de interdição e vamos abrir, mas vamos ter menos clientes de certeza», prevê o responsável de uma casa de fotocópias situada junto ao Casino de Lisboa.

Numa loja de decoração na mesma área, o receio é idêntico, com uma funcionária a sublinhar que as restrições ao trânsito «vão afastar os clientes».

Já Carla Ferreira, responsável de um restaurante que fica na fronteira do perímetro de segurança, confessa que a próxima semana é uma «incógnita em termos de negócio».

«Nós vamos estar abertos, mas não fazemos ideia daquilo que nos espera. Por um lado, os nossos clientes não vão conseguir chegar até aqui, mas por outro haverá muita gente ligada à cimeira a circular na Expo», afirma.

Mais a Norte, já dentro da zona condicionada, as preocupações voltam a aumentar, com muitas lojas entre o Casino e a FIL, a terem entradas restritas.

«A partir de segunda-feira só teremos aberta a entrada pela Rua do pólo Norte. A nossa entrada principal, pela Alameda dos Oceanos, vai estar fechada», lamenta Ricardo Santos, gerente de um restaurante próximo da zona onde decorrerá a cimeira.

Este responsável lamenta não ter sido incluído pela organização da reunião no lote dos restaurantes que estarão abertos com e menus especiais para receberem as pessoas credenciadas pela NATO.

«Não vamos ter clientes durante a próxima semana. Talvez no almoço de dia 18 e 19 consigamos ter alguém, mas provavelmente vai ser uma semana de grande prejuízo», queixa-se Ricardo Santos, indicando que em média serve 150 refeições diárias a 10 euros.

Na mesma situação deste restaurante está um cabeleireiro, onde se perspectiva uma semana com poucos clientes e muita confusão nos acessos ao Parque das Nações.

«Aqui só teremos a porta de trás aberta. E só pode circular aqui quem está autorizado ou quem deixar ser revistado. Acho que vamos ter muito menos clientes à conta disto. É uma semana inteira com uma casa praticamente fechada», estima Esmeralda, responsável pelo salão.

As funcionárias deste cabeleireiro temem, por seu lado, o «caos no trânsito».

«Não sei como venho para aqui sem carro. E se trouxer o carro para perto não sei como vou estacionar», afirma uma das cabeleireiras.

Numa nota enviada à Associação de Moradores e Comerciantes do Parque das Nações, a PSP indica que entre as 00h do dia 15 e as 00h de 21 «não é permitida a entrada de viaturas ou pessoas» no perímetro de interdição «a menos que pertençam à cimeira ou que estejam devidamente credenciadas».

A PSP definiu como perímetro de Interdição a zona delimitada pelo Tejo a Nascente, Alameda dos Oceanos a Poente, Avenida da Boa Esperança entre a Rotunda dos Vice-Reis e a Torre Vasco da Gama a Norte e entroncamento da Rua do Caribe em direcção à Pala do Pavilhão de Portugal até à Doca dos Olivais a Sul.

Na zona envolvente ao perímetro de interdição, a PSP estabelecerá o perímetro condicionado, que passa pela Avenida da Boa Esperança, Rua do Pólo Norte, Avenida do Indico, Praça do Oriente, Avenida D. João II, Rua do Caribe e Alameda dos Oceanos, terminando junto ao Oceanário.

Nesta área, entre as 00h do dia 18 e as 00h de 21, «só é permitida a entrada a pessoas ou veículos devidamente credenciados pela PSP e serão revistados/buscados».

A PSP recomenda que os trabalhadores e residentes na zona usem os transportes públicos.

A cimeira da NATO realiza-se em Lisboa nos dias 19 e 20 de Novembro.

Lusa / SOL




1 Comentário
JChato
09.11.2010 - 16:52
O QUE OS COMERCIANTES DA ZONA EXPO DEVIAM FAZER ERA FECHAR AS PORTAS! OS CAMELOS DA CIMEIRA, MAIS OS RESPECTIVOS "MACAQUINHOS DE ESTIMAÇÃO" QUE LEVAM PARA TODO O LADO, PARA BEBER UM CAFÉ, QUE FOSSEM BEBER NO RAIO QUE OS PARTA!
ATÉ O CENTRO COMERCIAL VASCO DA GAMA FECHAVA!
MAI NADA!!!!
GENTE DE ÉTICA DUVIDOSA NÃO MERECE RESPEITO!!!!
PONTO FINAL!!!!


PUB
PUB
Siga-nos
CD Carríssimas Canções de Sérgio Godinho
Assinaturas - Revista FEEL IT (PT)
Siga o SOL no Facebook


© 2007 Sol. Todos os direitos reservados. Mantido por webmaster@sol.pt