quinta-feira, 24 de Abril de 2014, 17:09
Pesquisa
pesquisar
Emprego Imobiliário Motores
iPad
Mais de 100 pessoas aguardaram suspeito no Tribunal

15 de Fevereiro, 2012
Mais de cem pessoas estiveram hoje concentradas nos arredores do Tribunal de Beja a aguardar a chegada do suspeito de ter matado a mulher, a filha e a neta para ser interrogado por um juiz de instrução criminal.

A PSP de Beja montou um dispositivo de segurança em torno do tribunal e cortou o trânsito na rua traseira ao edifício, por onde estava previsto que entrasse o alegado homicida.

A maioria das pessoas estiveram concentradas junto às grades que vedam o acesso à rua com o trânsito cortado, de «olhos postos» na porta por onde o suspeito deverá entrar.

O triplo homicídio voltou hoje a dominar as conversas entre as pessoas da cidade e algumas, concentradas junto ao tribunal, gritam «assassino» e «monstro».

O homem suspeito de ter matado a mulher, a filha e a neta, com uma catana, vai ser ouvido hoje pelo juiz de instrução criminal, mas fonte judicial adiantou à Agência Lusa não estar ainda determinada a hora.

O suspeito do triplo homicídio, de 59 anos, que está detido nos calabouços da PSP local, entregou-se na segunda-feira, por volta das 19h40, à PSP, que, após o ter detido, entrou na casa, onde encontrou os cadáveres da mulher, de 53 anos, da filha, de 28, e da neta, de quatro anos.

Os crimes terão sido cometidos há cerca de uma semana, adiantou a fonte policial.

A mesma fonte relatou à Lusa que as vítimas foram degoladas com golpes no pescoço efectuados com uma catana.

Lusa/SOL




0 Comentários


PUB
PUB
Siga-nos
CD Carríssimas Canções de Sérgio Godinho
Assinaturas - Revista FEEL IT (PT)
Siga o SOL no Facebook


© 2007 Sol. Todos os direitos reservados. Mantido por webmaster@sol.pt