sexta-feira, 18 de Abril de 2014, 21:46
Pesquisa
pesquisar
Emprego Imobiliário Motores
iPad
Governo vai deixar de acompanhar números da greve

16 de Março, 2012
Ao contrário do que tem sido feito em anteriores dias de greve, o Governo não vai registar nem processar informação em tempo real sobre as adesões à greve geral do próximo dia 22.

Num despacho divulgado pela Direcção Geral da Administração e do Emprego Público (DGAEP), o Governo recorda que em greves anteriores levou a cabo processos de registo online por parte de todos os serviços e organismos da Função Pública, divulgando o número de trabalhadores em greve mais tarde no site do DGAEP.

Porém, explica o despacho governamental, este registo não evitou as divergências habituais entre os números do Governo e os dos sindicatos, o que leva sempre a que a «qualidade e veracidade» dos números apurados seja posta em causa.

O Governo decidiu por isso descontinuar «os procedimentos de recolha e de divulgação de informação sobre a adesão à greve dos trabalhadores».

Mantém-se apenas a obrigatoriedade dos vários serviços públicos comunicarem à Direcção-Geral do Orçamento até 31 de Março o número de trabalhadores que têm de ter desconto do dia de greve nos seus salários, permitindo mais tarde uma «informação rigorosa e final» sobre o número de trabalhadores em greve.

SOL




2 Comentários
HORACA
18.03.2012 - 20:02
acho BEM.

em vez da polémica dos numeros, VÊ-SE A VERDADE DE QUANTOS NÃO RECEBERAM O DIA.

VÃO VER, QUE VAI HAVER GRANDES SURPRESAS.

VÁI HAVER MUITO, MAS MESMO MUITO MENOS GENTE A FAZER GREVE DO QUE AQUILO QUE AS CENTRAIS SINDICAIS DIZEM.
Jalopes
17.03.2012 - 19:31
Boa medida!


PUB
PUB
Siga-nos
CD Carríssimas Canções de Sérgio Godinho
Assinaturas - Revista FEEL IT (PT)
Siga o SOL no Facebook


© 2007 Sol. Todos os direitos reservados. Mantido por webmaster@sol.pt