quinta-feira, 17 de Abril de 2014, 14:25
Pesquisa
pesquisar
Emprego Imobiliário Motores
iPad
Trabalhadores da Rodoviária de Lisboa marcam nova greve para 4 de Outubro

17 de Setembro, 2012
Os motoristas da Rodoviária de Lisboa (RL) voltam a paralisar 24 horas no dia 4 de Outubro, segundo decisão hoje tomada em plenário de trabalhadores e citada à agência Lusa pelo coordenador do Sindicato Nacional dos Motoristas.

Ainda sem números da greve de hoje, Manuel Oliveira anunciou nova paralisação para Outubro para reivindicar a integração de um abono na tabela salarial.

«Os motoristas da RL foram discriminados. Os restantes tiveram um aumento de 1,3% em 2011 e os de Lisboa foram aumentados em zero, com a administração a atribuir o abono por ato de gestão, mas sem o integrar», explicou o sindicalista.

Os motoristas são ainda «credores de 1,2 milhões de euros» por falta de reconhecimento de tempos de descanso compensatório.

O sindicato informou estar disponível para desistir da acção judicial contra a empresa pelo «carácter discriminatório».

A empresa avançou à Lusa que cerca de 70% dos serviços estavam a ser executados hoje, em dia de greve.

A mesma fonte não precisou o número de motoristas que aderiram à paralisação de 24 horas, mas referiu que a percentagem é «inferior à greve de 1 de Agosto», altura em que a taxa de realização de serviços foi de 50%.

Na Rodoviária de Lisboa, que opera nos concelhos de Lisboa, Loures, Odivelas e Vila Franca de Xira, trabalham 773 trabalhadores.

A empresa possui 375 viaturas, que servem cerca de 400 mil habitantes e transportam 200 mil passageiros por dia.

Lusa/SOL




4 Comentários
jmwm
17.09.2012 - 23:08
Um dos enumeros problemas de Portugal é não avaliar os cargos de administradores que consumem uma grande parte do lucro das empresas públicas, é um vício que até hoje estar a prejudicar o país, ou levam a sério o esta questão de apadrinhamento e acaba com este cancro as empresas públicas, quando públicas dam prejuizo quando privadas dam lucroa.
favaseca45
17.09.2012 - 22:58
Estes deviam ser postos na rua para nao andarem a gozar com as pessoas que nao teem trabalho e precisam deles!Se nao querem trabalhar deixem os que querem e precisam!
magico
17.09.2012 - 22:57
MAIS UMA GREVE DA BURGUESIA COMUNISTA QUE DESTRUIU PORTUGAL!!RUA COM OS BURGUESES COMUNISTAS FUNCIONARIOS PUBLICOS!!
0za
17.09.2012 - 19:01
JÁ NÃO PARA !!!! Quase todos os dias uma greve !!!

MAIS VALE FAZEREM UMA GREVE GERAL, E SÓ DUMA PENADA, OBRIGAM O CAVACO A TOMAR MEDIDAS !!!!!!!!!


PUB
PUB
Siga-nos
CD Carríssimas Canções de Sérgio Godinho
Assinaturas - Revista FEEL IT (PT)
Siga o SOL no Facebook


© 2007 Sol. Todos os direitos reservados. Mantido por webmaster@sol.pt