segunda-feira, 21 de Abril de 2014, 3:01
Pesquisa
pesquisar
Emprego Imobiliário Motores
iPad
Quase seis mil famílias voltaram este ano a ter abono de família

4 de Março, 2013
Quase 6.000 famílias conseguiram obter o abono de família desde o início do ano depois da Segurança Social ter revisto os rendimentos dos últimos três meses, revelou hoje o Ministério da Solidariedade e Segurança Social.

Segundo a tutela, dos cerca de 25 mil pedidos entrados e devidamente instruídos, 5800 famílias já tiveram revisão e consequente alteração de escalão, passando a usufruir de abono de família.

O Ministério da Solidariedade e Segurança Social esclareceu que essa revisão ocorre depois da aplicação das novas regras do abono de famílias, entradas em vigor em outubro, e que permitem que a Segurança Social faça a revisão do escalão em função dos rendimentos do agregado familiar nos últimos três meses.

Segundo os últimos dados globais disponibilizados no portal do Instituto de Segurança Social (ISS) , o número de beneficiários de abono de família caiu 2,85 por cento em dezembro de 2012 para pouco mais de 1,175 milhões, face ao período homólogo de 2011.

Em dezembro de 2012, o número de beneficiários de abono de família foi de 1.175.476, enquanto em dezembro de 2011 a prestação social foi atribuída a 1.210.029 crianças e jovens, segundo o ISS.

No ano passado, setembro foi o mês que registou a maior queda no número de beneficiários, para os 1.165.181, menos 46.769 face a agosto, mês com mais abonos atribuídos (1.211.950).

Em outubro, o número de beneficiários voltou a subir, para se fixar em 1.170.810, mais 5.629 do que em setembro.

A descida, em setembro, da concessão de abonos de família coincidiu com a falta da entrega atempada, por parte dos pais, da prova escolar obrigatória, disse anteriormente, à agência Lusa, o secretário de Estado da Segurança Social, Marco António Costa.

Para o corrente ano letivo, que começou em setembro, a Segurança Social decidiu, a 13 de julho, antecipar o prazo de entrega da prova escolar, de 31 de outubro para 31 de julho.

O abono de família só começa a ser pago um mês depois de efetuada a prova escolar.

Lusa / SOL




1 Comentário
delopes
05.03.2013 - 15:18
É o preço do desemprego, quanto mais desemprego mais subsídio de desemprego, mais abonos, mais...


PUB
PUB
Siga-nos
CD Carríssimas Canções de Sérgio Godinho
Assinaturas - Revista FEEL IT (PT)
Siga o SOL no Facebook


© 2007 Sol. Todos os direitos reservados. Mantido por webmaster@sol.pt