quinta-feira, 24 de Abril de 2014, 22:38
Pesquisa
pesquisar
Emprego Imobiliário Motores
iPad
Global Notícias quer obrigar Aletheia a retirar livro sobre saneamentos no DN em 1975

5 de Fevereiro, 2014
A Global Notícias quer impedir a publicação do livro "Os Saneamentos Políticos no Diário de Notícias", tendo alertado a editora por carta de que vai usar todos os meios judiciais para o efeito, disse hoje à Lusa fonte da Aletheia.

"A carta que nós recebemos, obriga-nos a retirar o livro do mercado sob pena de a Global Notícias recorrer a todos os meios judicias e extrajudiciais disponíveis", disse à Lusa fonte da editora, acrescentando que o lançamento do livro "Os Saneamentos Políticos no Diário de Notícias", de Pedro Marques Gomes, está marcado para quinta-feira.

De acordo com a editora Aletheia, trata-se de "uma acção de censura inadmissível no Portugal democrático" e uma "tentativa abusiva de impedir o direito à liberdade de expressão em Portugal, conquistada com o 25 de Abril".

Face a esta situação, a Aletheia convocou uma conferência de imprensa para hoje, às 19:00, na qual vai estar presente a editora Zita Seabra.

O livro, "Saneamentos Políticos no Diário de Notícias", entre outros aspectos, identifica José Saramago como o "iniciador" do processo de afastamento de jornalistas, no Verão Quente de 1975.

O investigador Pedro Marques Gomes, autor do livro, disse à Lusa que José Saramago foi o "iniciador" do processo que levou ao afastamento dos jornalistas do matutino.

"Passadas quase quatro décadas sobre o 'Verão Quente' de 1975, são muitos os jornalistas que descrevem o ambiente então vivido no DN como tenso. É o caso de Manuela Azevedo, que já tinha integrado o Diário de Lisboa e a Vida Mundial, dizendo que o DN sofreu o que nunca tinha sofrido: 'foi a censura dos comunistas'", escreve Pedro Marques Gomes na obra "Os Saneamentos Políticos no Diário de Notícias", que vai ser apresentado na quinta-feira, em Lisboa.

"Este é um estudo completamente novo. Parti de estudos feitos pela Revolução. Todos referiam este caso do DN como emblemático, sobretudo nas lutas que se travavam sobre o controlo dos órgãos de comunicação social e pela definição do tipo de regime. Mas esses trabalhos não aprofundavam a temática do DN. Parti desses apontamentos e depois fiz uma investigação de raiz, consultando a imprensa da época, mas sobretudo falando com muitos dos protagonistas", diz Pedro Marques Gomes.

A Lusa está a tentar contactar a Global Notícias, para obter um comentário sobre o assunto.

Lusa/SOL




2 Comentários
Kubo
06.02.2014 - 10:52
À Aletheia e Zita Seabra, ao autor Pedro Marques Gomes, o devido obrigado, pela postura não conforme à intelectualidade reinante e bem pensante que desde sempre é predominante nesta apagada e vil tristeza.
Alguma coragem é necessária para esclarecer os incautos sobre as celebradas excelências que as elites intelectuais vaidosamene adoram exultar e cultivar, ocultando sempre a oca vacuidade da indigência da intelectualidade portuguesa dominante.
Nóbeis figuras; tristes exemplares de indigência soberba, sempre ignara de sabedoria humilde e real.
Ler hoje o não-Nobel Eça, é constatar que a intelectualidade portuguesa não mudou nada, na sua vácua vaidade.
pieidge
05.02.2014 - 20:29
Quem é a Global Notícias?


PUB
PUB
Siga-nos
CD Carríssimas Canções de Sérgio Godinho
Assinaturas - Revista FEEL IT (PT)
Siga o SOL no Facebook


© 2007 Sol. Todos os direitos reservados. Mantido por webmaster@sol.pt