sexta-feira, 18 de Abril de 2014, 11:34
Pesquisa
pesquisar
Emprego Imobiliário Motores
iPad
Israel, Finlândia e Suécia são os mais bem preparados para a ciberguerra

31 de Janeiro, 2012
Um estudo publicado pela McAfee considera que Israel, Finlândia e Suécia são os países que estão mais bem preparados para se defenderem em caso de ciberguerra

A conclusão é de um relatório divulgado pela McAfee, citado pela BBC, que teve como base a previsão de especialistas sobre a capacidade de 23 países analisados se defenderem em casos de ataques informáticos.

Segundo o estudo, Israel é o país que está mais bem preparado para um conflito informático, tendo obtido a classificação máxima ao lado da Finlândia e Suécia.

Pelo contrário o México, Brasil, Índia e Roménia foram os países analisados que estão menos preparados para responder a uma ciberguerra, considera o estudo.

De acordo com os autores do estudo, dos três países que obtiveram uma melhor classificação, Israel é o que está em melhores condições para se defender de ataques informáticos, tendo em conta que alegadamente o governo israelita tem de lidar com cerca de mil tentativas de ataques por minuto.

Um analista do Governo de Israel citado pelo relatório revela que «o grupo de hacktivistas Anonymous promove muitos ataques mas esses não provocam grandes danos. A verdadeira ameaça vem de estados e grandes organizações criminosas».

O mesmo especialista sublinha que Israel tem vindo a investir na área da segurança informática ao criar equipas especializadas para proteger as infra-estruturas mais importantes do país.

Um dado do curioso do estudo é o facto de a China estar no grupo dos países menos preparados para a ciberguerra.

Segundo especialistas citados no documento, tal deve-se ao facto de apesar de existirem várias organizações governamentais que organizam este tipo de operações, a falta de comunicação entre elas acaba por prejudicar uma estratégia comum.

Além de criar um ranking com os países mais bem preparados para este tipo de incidentes, o estudo propõe algumas medidas para combater os ataques informáticos, como promover uma maior partilha de informação sobre estas ocorrências a nível global ou dar mais poder às autoridades legais para investigações transfronteiriças.




1 Comentário
factos
31.01.2012 - 11:39
Oh Israel:

E o Senhor te porá por cabeça, e não por cauda; e só estarás por cima, e não por baixo; se obedeceres aos mandamentos do Senhor teu Deus, que eu hoje te ordeno, para os guardar e cumprir,
Deuteronômio 28:13



PUB
PUB
Siga-nos
CD Carríssimas Canções de Sérgio Godinho
Assinaturas - Revista FEEL IT (PT)
Siga o SOL no Facebook


© 2007 Sol. Todos os direitos reservados. Mantido por webmaster@sol.pt