quarta-feira, 23 de Abril de 2014, 10:25
Pesquisa
pesquisar
Emprego Imobiliário Motores
iPad
As melhores propostas de refeições para a praia

30 de Julho, 2011por Marta Braga, fotografias de Raquel Wise
As uvas e o melão são bons frutos para comer na praia. A cenoura, o tomate e a rúcula dão cor e fibra às sanduíches.

Veja aqui as sugestões de Patrícia Almeida Nunes (Fotografias de Raquel Wise, Produção de Marta Braga

Agarrar em qualquer coisa para comer à pressa e logo sair de casa não podia ser mais errado. Até porque com pouco tempo é possível preparar o lanche ideal para levar para a praia, apostando sempre na simplicidade como palavra-chave.

«Fazer refeições leves e com baixo teor de gordura porque permitem uma fácil digestão e têm um baixo valor calórico, beber muita água, e evitar o consumo de álcool e de bebidas gasosas, preferindo o consumo de água ou chás não açucarados» são, segundo a dietista Patrícia Almeida Nunes, as regras básicas a reter num dia de praia.

Os chás, por exemplo, além de não conterem calorias como o álcool e os refrigerantes, matam a sede e previnem a desidratação. Convém não esquecer que um grama de álcool fornece sete calorias e um grama de açúcar contido nos refrigerantes fornece quatro calorias.

Por outro lado, o álcool engana a sede, ao aumentar a excreção urinária. «Se não compensarmos com um bom aporte de líquidos – nomeadamente, a água – podemos desidratar», alerta a dietista do Hospital de Santa Maria, em Lisboa.

Outro factor importante é a regularidade com que se come – o ideal é que se ingira algo de três em três horas. E o lanche que se leva para a praia deve ter, obviamente, em conta o tempo que se vai lá estar.

Para quem passa pouco tempo ao sol – vai de manhã cedo e à hora de almoço já está de regresso ou vai a seguir ao almoço e regressa a casa ao fim da tarde –, o melhor é optar por pequenas refeições como leite e iogurtes sólidos ou líquidos; bolachas (tipo Maria, torradas ou integrais, ou de água e sal sem sal à superfície); barras de cereais ou cereais de pequeno-almoço; ou hortícolas como o tomate, a cenoura, o aipo ou o pepino.

Pode consumir-se todo o tipo de fruta, mas a mais indicada é a que é mais rica em água. «Uvas, ananás, melão e melancia», aconselha Patrícia Almeida Nunes.

Se, pelo contrário, passa mais horas na praia, incluindo a hora de almoço, é natural que o lanche seja mais reforçado. Sopas, como o gaspacho, são uma boa opção, sobretudo se forem consumidas frescas.

Na preparação das sanduíches é aconselhável optar pelo pão rico em fibra e incluir sempre vegetais como a alface, a cenoura, o tomate, a rúcula ou os canónigos, porque dão «mais cor, fibras, vitaminas e minerais». Também nas sanduíches e nas saladas é possível adicionar «fontes proteicas saudáveis como o atum em água, o frango, o peru, o camarão ou o ovo». Nestas, a adição de cor à refeição poderá ser feita com milho ou ervilhas.

Menus de Verão

Menu 1 Sanduíche de frango com alface roxa, tomates-cereja e cenoura ralada, iogurte líquido e água

Menu 2 Cereais de pequeno-almoço, amêndoas, uvas, melão, iogurte líquido e água

Menu 3 Gaspacho fresco, sanduíche de frango com alface roxa, tomates-cereja e cenoura ralada, uvas, melão e água

Menu 4 Água, iogurte líquido, cerejas e sanduíche de atum com rúcula e lasquinhas de rabanete, em pão de cereais

Para pegar e comer - leite ou iogurtes líquidos e sólidos - bolachas (tipo Maria, torrada ou integral, ou de água e sal) - barras de cereais, cereais de pequeno-almoço ou frutos secos - hortícolas, tais como palitos de cenoura, tomate-cereja, aipo ou pedaços de pepino - fruta fácil de transportar e com grande quantidade de água, como cubos de melancia ou de melão

Tags: Vida



0 Comentários


PUB
PUB
Siga-nos
Siga o SOL no Facebook


© 2007 Sol. Todos os direitos reservados. Mantido por webmaster@sol.pt