quarta-feira, 23 de Abril de 2014, 17:05
Pesquisa
pesquisar
Emprego Imobiliário Motores
iPad
Robert De Niro afirma que piada sobre Michelle Obama não era para ofender

21 de Março, 2012
O actor Robert De Niro garantiu hoje que não teve qualquer intenção de ofender ninguém quando afirmou num jantar de angariação de fundos, com a presença de Michelle Obama, que a América poderia não estar preparada para uma primeira-dama branca.

A polémica ocorreu durante um jantar organizado pelo actor norte-americano em Nova Iorque, que marcou a entrada da primeira-dama na campanha para a reeleição de Barack Obama.

Num comunicado, De Niro, um dos atores norte-americanos mais reconhecidos, indicou que falava «com um humor satírico», garantindo que os seus comentários «não tinham qualquer intenção de ofender ou embaraçar ninguém, especialmente a primeira-dama».

A piada de De Niro suscitou a reacção imediata do candidato republicano presidencial Newt Gingrich, que afirmou que a referência racial às mulheres dos candidatos republicanos era «indesculpável».

Gingrich exigiu ainda um pedido de desculpas do Presidente Barack Obama.

A Casa Branca remeteu qualquer questão sobre este assunto para a equipa da campanha de Barack Obama.

Na terça-feira, a porta-voz de campanha de Michelle Obama, Olivia Alair, classificou a piada como «inapropriada», distanciando-se da atitude do actor do filme Taxi Driver. A porta-voz recusou fazer mais comentários sobre o assunto.

Lusa/SOL




2 Comentários
Bastu
21.03.2012 - 18:46

"CLS - 21.03.2012 - 15:32"

Ou estão a ficar mais civilizados do que nós aqui!...
CLS
21.03.2012 - 15:32
Pelos vistos, também nos EUA se perde tempo a discutir a espuma ...


PUB
PUB
Siga-nos
Siga o SOL no Facebook


© 2007 Sol. Todos os direitos reservados. Mantido por webmaster@sol.pt