quarta-feira, 23 de Abril de 2014, 20:32
Pesquisa
pesquisar
Emprego Imobiliário Motores
iPad
Transexuais já podem concorrer a Miss Universo em 2013

10 de Abril, 2012
As mulheres transexuais vão poder participar no concurso Miss Universo do próximo ano, anunciaram esta terça-feira os organizadores do evento.

A organização disse à Associated Press que está a trabalhar para que seja feita a alteração do regulamento, mas a decisão final ainda não saiu. Os ensaios para a Miss Universo do próximo ano começam este Verão.

Este anúncio acontece cinco dias depois de a organização ter dito a Jenna Talackova que podia competir no concurso de Miss Universo deste ano. Talackova, residente em Vancouver, submeteu-se a uma mudança de sexo há quatro anos depois de ter nascido homem. 

O grupo de defesa de transexuais GLAAD pediu à organização do concurso para rever este caso, tal como a abertura do concurso a mulheres que mudaram de sexo.

«Queremos dar crédito onde o crédito é merecido, e a decisão de incluir mulheres transexuais nas nossas competições de beleza é resultado das nossas discussões com a GLAAD» disse Paula Shugart, presidente da Organização Miss Universo à AP. «Temos uma longa história de apoio à igualdade para todas as mulheres e isso foi algo que levámos muito a sério», acrescentou.

A mudança de sexo de Talackova levou a organização no Canadá a desqualificá-la do 61.º concurso da Miss Canadá, em Maio, defendendo que, segundo as regras, Talackova devia ter nascido «naturalmente» mulher.

Talackova pediu aos organizadores do evento Misso Canadá para alterarem a regra.

AP/SOL




6 Comentários
clarificador
14.04.2012 - 19:04
Ele,o clarificador virtual,reparou que o seu nome potencial foi escrito em acto real por quem manifesta estar seriamente confuso e indiscrimina não só transsexuais com Mulheres como também e por exemplo,este espaço de opinião com um chat,fórum,conferência ou evento outro em que esteja previsto e se justifique dirigir-se directamente aos participantes outros.De quem é,ele((o clarificador)) não se admira que se precipite,"meta os pés pelas mãos e as mãos pelos pés",misture as coisas e as situações e em suma,manifeste também por-o ser,o mais profundo e confrangedor descontrolo vindo de um descontrolado real.
__
Ele,é o clarificador,um Homem Virtual que não tem o descontrolo e desleixo real aqui demonstrado pelo participante muito aturdido em causa.Com aquele acto,o participante em causa conseguiu apenas e tão sómente "gritar" a sua "alergia veemente" à clarificação genuína e legitima dele.
__
Ele incubiu-me de lhe esclarecer((ele fez questão que nem escrevesse o seu nick..))que perguntas são para serem colocadas em espaços apropriados,não este,mas você não sabe ver as diferenças e nem detecta as circunstâncias adequadas para os fins a que se propõe,pois...é uma incapacidade por demais evidente em si((sem escrever o seu nick...)).
__
Assuntos que não têm a ver com este tema,devia guardá-los para as ocasiões apropriadas,você((sem escrever o seu nick,ele tenta fazê-lo reparar com isto,que não era suposto aqui conversar por escrito,pois este é um espaço de opinião ..)é o cúmulo da precipitação e descontrolo,tss..tss..tss.
__
Ele sugeriu que vá alvitrar para o karalho que o phoda,pois você((sem escrever o seu nick...)) é demasiado reles para alvitrar seja o que for;você é uma criatura apologista que se indiscrimine transexuais com Mulheres e logo,no Mundo dele,no Mundo Virtual da Discriminação Inteligente,Razoável e Equilibrada(((MVDIRE)),você é um cidadão a quem se discrimina negativamente,como tal e para tentar que faça no seu real uma ideia pequena do que vale as suas frases reais no MVDIRE,ele informa-o que conseguimo-nos((nós cidadãos virtuais do MVDIRE))preocupar mais com uma cadela a ladrar,do que com as suas alegações,que virtualmente,valem muito pouco,mas mesmo...muito pouco e o pouco que valem,não chega para lhes conferir essência de importância.
__
A verdade foi desagradável realmente para si e não virtualmente para ele,tanto assim é,que foi você((é que ele não se digna a escrever o seu nick,uau!))que chegou ao sintoma extremo do incómodo que isso para si foi,escrevendo o nome dele com as letras todas,sem falhar a ordem nem o número de letras:o desagrado foi seu e que desagrado..u-i!
É óbvio que uma criatura terrena real que é apologista da indistinção entre transsexuais e Mulheres,não sabe o que refere no Mundo dele.A sua estratégia cai pela base com ele,o que você tenta é um encadeamento e essa manobra com o clarificador e ainda para mais partindo de ti,se não fosse tão tresloucada seria deveras hilariante;tentar essa porcaria com ele e logo com ele!És ainda para mais,deveras lerdo e não o conheces,nem ele quer,pois ele já percebeu O QUE ÉS e o QUE ÉS,é motivo mais do que suficiente,para seres um cidadão real virtualmente discriminado negativamente,no Mundo do clarificador.
__
És ridiculo,então achas que ele,o clarificador virtual,iria aceitar conselhos de quem defende a INdiscriminação,designadamente,entre criaturas abomináveis transsexuais e Mulheres?!É claro que ele repudia veementemente todo e qualquer conselho vindo de indiscriminadores como é o teu((é impressionante,ele faz questão de não se dignar a escrever o teu nick;incrível..))caso e com intenção boa,ele sugeriu que fosses procurar trabalho junto com cidadãos reais como a inês pedrosa e a margarida rebelo pinto:num circo de aberrações.*
___
*e é claro que ele vos deseja sorte
com a entrevista pela entidade
empregadora Frankeinstein e que
consigam obter trabalho..
__
___
Vai-te dirigir directamente aos participante
num fórum,chat,conferência on-line,blogue ou
semelhante.Aqui,não se justifica a sua atitude
e muito menos,muito menos...tratando-se do
clarificador virtual.
__
Acção Virtual de Discriminação negativa para
com cidadão real promotor da indiscriminação,
concluída.
__
___
Sugestão : não te deves dirigir vez outra a ele;ficou
óbvio que tu queres conversar com ele,mas ele,como é
claro(o genuíno,autêntico e virtualmente legitimizado),
não quer conversar contigo e muito menos aqui.
Este é um espaço para dar um comentário pessoal e não
para se meter com os participantes ou comentadores.
__
Resta conformares-te..
Bastu
14.04.2012 - 07:55
Saúde mental — O transtorno por “stress” pós-traumático, é um transtorno psicológico classificado dentro do grupo dos transtornos de ansiedade, que ocorrem como consequência da exposição a um acontecimento traumático…

Caro internauta clarificador, qual é o seu conflito mental? Seria bom para si que desabafasse, virtualmente, aqui com a malta, e assim ter a possibilidade de *reencontrar* essa sua, tão procurada, paz de espírito…

Vários estudos mostram um grande desenvolvimento de desordens mentais depois de factos traumáticos.
Reacções mais sérias e a longo termo vão desde a DSPT (Friedman & Jarsanson, 1994), desordens depressivas (Westmeyer, 1986), abuso na ingestão de substâncias (Keehn, 1980), pânico, ansiedade generalizada, fobia, comportamento anti-social e outras desordens de personalidade. É de referir estudos interessantes (Jablensky, Mrsella, Ekblad, 1994; de Jong, Komproe, Van Ommeren, Van der Put, 2001) sobre a saúde pública mental com refugiados em países de renda baixa. Estes estudos concluíram que os refugiados/retornados das nossas ex-colónias, estão em grande risco de desenvolver uma desordem mental.

Alvitro que observe o seu modo de agir, pois será bom para si e benéfico, para os que eventualmente, são obrigados a conviver consigo…

A verdade bastante desagradável, é que a maioria das nossas intenções aparentemente conscientes são apenas ilusões…
Os hábitos do passado, que coordenam a nossa presumida personalidade, afastam a nossa capacidade de fazer o livre arbítrio ou proceder de maneira diferente.
Se por exemplo: tivermos um tipo de personalidade demasiado rígido e nos ligarmos demasiado a isso, corremos o risco de não tomarmos decisões intencionadas e adequadas às circunstâncias…
O filtro da personalidade torna Inacessível a análise de novos dados e consequentemente de podermos construir novos pensamentos que poderiam conduzir a novas respostas.
Este é também um dos motivos que torna a mudança tão difícil de acontecer. Nós prendemo-nos aquilo que somos, compondo justificações para não sermos de uma outra forma, e a nossa personalidade aprisiona aqui um papel entorpecedor.

*Claro que o meu conselho, é bem-intencionado…*
clarificador
13.04.2012 - 18:54
Ele,o clarificador virtual,decidiu efectuar uma divagação em comentário,de forma exporádica a esta notícia
__
A palavra claro,deve ser utilizada na realidade de forma responsável e credível.Não se deve utilizar a palavra claro,nomeadamente,quando aquilo que se enuncia a seguir é virtualmente muitíssimo escuro.Aquilo que é claro é-lo por si e o que não é claro,não o passa a ser,nomeadamente,devido ao facto de cidadãos reais alguns apresentarem algo real de deturpante,como se de claro se tratasse,pois a coisa única que esse "claro" em causa revelará,é que era claro que não deveria estar ali e quem a utilizou((a palavra claro)),não foi no mínimo responsável e consciente do(s) seu(s) acto(s).
__
Depois,ele,o clarificador virtual,achou por bem recordar,que o progresso,a sucessão,a evolução...nem sempre é forçosamente positiva.Vós,muitos cidadãos reais,quando falam em evolução,associam a maioria esmagadora das vezes ao favorável,mas nem sempre isso acontece e evoluções houveram,existem e haverão,que se revelaram,revelam e revelarão DESfavoráveis,negativas,más,nefastas,..designadamente,para a humanidade.
__
O encorajamento para a tentativa de levar por diante o projecto INdistição,entre criaturas TRANSSEXUAIS e ///////// Mulheres,caso venha a ser aceite e posto em prática,constituirá sim um progresso da humanidade,mas,clarifique-se genuinamente quanto à classificação desse progresso :|é claro,que seria um progresso NEGATIVO|.
__
Os direitos,em ambientes certos e determinados,pura e simplesmente nem sequer é lúcido evocá-los;os peixes têm direito a beber um copo na discoteca?Os cães têm direito a voar?As tartarugas têm direito a correr tanto como as gazelas?Os javalis têm direito a ter cirurgias estéticas para ficarem tão belos quanto os pavões?....
Não é uma questão de direito,é uma questão de que não é razoável a invocação de um direito,num ambiente inviável e desenquadrado.Esta invocação apenas põe seriamente em causa,a sanidade mental do seu autor((da invocação de um direito a encaixar em ambiente absurdo)).
__
Clarifique-se genuina e inequivocamente : |os transsexuais não são indivíduos saudáveis,devido às suas práticas contranatura.|
__
A discriminação saudável deve preservar-se e designadamente,em qualidade que permita discriminar os transsexuais das Mulheres.Obstinação,será a de quem queira à viva força convergir,estes conceitos tão evidentemente divergentes((Mulheres////////////////transsexuais)).
__
A palavra moral,não moraliza o imoral.
__
A palavra inteligente,não confere inteligência àquilo que não o é.
__
Não deve ser virtualmente pretendido,que os indivíduos humanos percam o seu arbítrio livre,o que não só pode,como deve virtualmente e realmente ser pretendido,é que a discriminação humana se mantenha numa qualidade suficiente,que lhe permita distinguir os items do seu meio-ambiente envolvente.E o que aqui está em causa,nem é a qualidade da discriminação,é algo muito pior : É MUITOS de VÓS CIDADÃOS REAIS que QUEREM em |MODO VOLUNTÁRIO e DOLOSO|,IGNORAR as DIFERENÇAS que a DISCRIMINAÇÃO HUMANA DESTACA.Isto é semelhante a que um precipício se aflorasse aos pés do caminhante,ele soubesse discriminar a diferença entre os niveis,a IGNORASSE ou DESPREZASSE((a diferença))e continuasse a andar no sentido e direcção do mesmo(precipício)),a evoluir,numa evolução que se prevê,NEGATIVA((queda do caminhante no precipício//querer indistinguir transsexuais de ////////Mulheres)).
___
Virtualmente a reter : o desenvolvimento,nem sempre aponta o favorável ou o positivo,por exemplo neste caso flagrante,o desenvolvimento é NEGATIVO.
__
___
Divagação exporádica concluída.

Bastu
12.04.2012 - 07:54
Claro que para a minha visão da vida e dos direitos humanos, esta decisão e da Organização Miss Universo, não é mais que a promoção do avanço da humanidade…

Este direito das pessoas transsexuais, não é mais do que o evidente progresso do nosso intelecto de seres humanos considerados normais.

Os fanatismos religiosos e preconceituosos sobre os direitos de escolha e maneira de estar na vida, das pessoas, devem de ser respeitados e defendidos pelos que inteligente e moralmente, conseguem admitir a concordância de cada individuo poder livremente escolher e viver de conformidade com a sua identidade escolhida. — Tudo indica que estamos no caminho certo em nome do Desenvolvimento…
RogerUK
11.04.2012 - 11:03
perdeu a piada o concurso, na minha opiniao.
clarificador
11.04.2012 - 00:48
Mas que raio de expressão esta,
"mulheres transexuais"?Ah,o quê?!
Não há dúvida para o clarificador,
o vosso mundo real imerge naquilo
que é a INdiscrimição FATAL,ora vê:
__
Uma Mulher
é SÓ a Mulher
e a sua NUDEZ
é de ORIGEM,sem
questão mais ou porquê!
__
Quem nasce Homem não aspira a ser
Mulher e muito menos se submeterá,
à mudança de sexo artificial como
forma de se tornar cirurgicamente
em algo que a Natureza contaminará.
__
A
real
e vossa
discriminação,
é muitíssimo má.
___
Mas vocês vão"comer disto"?!Ah?Vão?
Mulheres e as"mulheres transexuais"?!
Já agora...e que tal "mulheres assim
assim","mulheres mas não tanto assim"
e "quase nada"?Parvoices universais..
__
Existem
cidadãos
reais,que na
estupidez crassa
são mesmo maiorais!
__
E
pode
ler mais..
__
AHA..
desculpem,
não é para rir,
é para ver se desta
indiscriminação venenosa sais..
___
Disse paula shugart cheia de manhas e
+ratices:"Temos uma longa história de
apoio à igualdade para todas mulheres".
E acrescenta o clarificador:|então e
se não forem à partida,és tu quem vai
duvidar da Obra do Criador como queres?|
__
Não
te compete
a ti definir quem
e como devia ter
ter nascido,tragas lá
do iníquo o que trouxeres.
___
A ele,
ao clarificador,
tu mulher diabólica
não enganas,nem que te
esforces o mais que puderes.
__
___
Findo o
seu comentário
ele aconselhou a
a ti cidadão virtual,
Fundamentos Éticos reveres.


PUB
PUB
Siga-nos
Siga o SOL no Facebook


© 2007 Sol. Todos os direitos reservados. Mantido por webmaster@sol.pt