segunda-feira, 21 de Abril de 2014, 10:36
Pesquisa
pesquisar
Emprego Imobiliário Motores
iPad
Descoberto novo planeta 'com massa semelhante à da Terra'

17 de Outubro, 2012
Uma equipa de astrónomos europeus detectou um novo planeta com massa semelhante à da Terra e que orbita uma estrela como o sol, anunciou hoje o Centro de Astrofísica da Universidade do Porto (CAUP).

Liderada pelo astrónomo do CAUP Xavier Dumusque, a equipa de investigadores refere que o planeta agora descoberto, denominado Alfa do Centauro B b, no qual «será possível existir água líquida na sua superfície», encontra-se a «apenas 0,04 unidades astronómicas da sua estrela (ou 25 vezes mais próximo do que a Terra está do Sol)».

A descoberta de este novo planeta, que resulta de um trabalho realizado entre Fevereiro de 2008 e Julho de 2011, revela que aquela massa «completa uma órbita a cada 3,236 dias (cerca de 77 horas e 40 minutos)».

A equipa, composta por 11 astrónomos, realizou observações com o HARPS (espetrógrafo de alta precisão situado no Observatório do ESO, em Silla, no Chile) «durante mais de quatro anos», sendo que os dados recolhidos revelaram «um sinal pequeno, mas real, de um planeta a orbitar Alfa do Centauro B, a cada 3,2 dias».

Durante esse período, «a estrela foi observada repetidamente, sempre que possível de duas em duas horas, três vezes por noite e com um tempo de integração de 10 minutos», sendo que só assim «foi possível eliminar as inúmeras fontes de contaminação, de modo a alcançar a precisão necessária para detectar o planeta».

De acordo com Nuno Cardoso Santos, membro da equipa e astrónomo do CAUP, «este foi um grande desafio», uma vez que descobrir o novo planeta foi quase como «tentar ouvir uma pessoa a vários metros de distância, durante a comemoração de um golo num jogo de futebol».

«Estamos a usar o instrumento para além dos limites até agora conhecidos. Isto é muito animador, porque nos dá esperança para prosseguir o trabalho no sentido de construir, no futuro próximo, o ESPRESSO, um instrumento ainda mais preciso e estável», referiu.

O ESPRESSO será um espetrógrafo de alta resolução, que terá como objectivo procurar e detectar planetas parecidos com a Terra, capazes de suportar vida.

Já segundo Stéphane Udry, membro da equipa e investigador do Observatório de Genebra, na Suíça, este planeta, que tem uma massa semelhante à Terra, «encontra-se demasiado perto da sua estrela e consequentemente será muito quente para suportar vida, mas pode muito bem ser um entre vários a orbitar este sistema estelar».

Alfa do Centauro é uma das estrelas mais brilhantes do céu, visível a olho nu no hemisfério sul, sendo considerada muitas vezes como «a mais próxima do nosso sol».

A descoberta deste novo planeta será publicada na revista Nature.

Lusa/SOL




3 Comentários
mundonovo50
18.10.2012 - 12:33
manuel43
17.10.2012 - 17:49

Será que é possível emigrar para lá? Será que também há austeridade e corrupção?

quem sabe poderiam mandar para la o desgoverno, passavam por Paris e levavam também o estudante de filosofia, passavam por Cabo Verde e levavam o saqueador BPN do povo portugues juntamente com outros corruptos, mas como eles são tantos teriam de construir muitas naves
manuel43
17.10.2012 - 17:49
Será que é possível emigrar para lá? Será que também há austeridade e corrupção?
meccc
17.10.2012 - 16:38
Alfa Centauro não é uma mas duas ou até, possivelmente, três estrelas que orbitam muito próximo umas das outras, o que induziu em erro durante muito tempo, até bem recentemente, os astrónomos julgando que se trataria apenas de uma.

A notícia tem implícito o que acabo de dizer: a estrela Alfa Centauro B. E como foi descoberto o 1º planeta que a orbita ele tem o nome da estrela e a segunda letra do abecedário que é sempre atribuida ao primeiro planeta a ser descoberto que orbita uma estrela. Daí ser designado por planeta Alfa Centauro Bb.

Como refere a notícia, estará demasiado próximo da estrela, a sua temperatura média deverá ser bastante superior a 100ºCelsius, e assim não deverá ter água no estado líquido, essencial para conter vida tal como nós a conhecemos.


PUB
PUB
Siga-nos
Siga o SOL no Facebook


© 2007 Sol. Todos os direitos reservados. Mantido por webmaster@sol.pt