Politica

Passos ainda é primeiro-ministro?

Há quem no PSD acuse, em surdina, o líder de ainda não ter despido o fato de primeiro-ministro. Mas parece que Passos Coelho também anda a confundir o seu sucessor que esta sexta-feira se dirigiu ao seu antecessor como se ainda fosse ele a ocupar o Palácio de São Bento.

Foram duas as vezes que António Costa se enganou e se dirigiu a Passos como "senhor primeiro-ministro". A força do hábito de Costa levou-o ao engano e não foi poupada pela bancada social-democrata, que reagiu com gargalhadas sonoras ao lapso que corresponde, afinal, à tese de falta de legitimidade política do Governo do PS que tem sido defendida à direita.

Mais contido na reacção, Pedro Passos Coelho não acusou o toque e manteve a postura, perante as gaffes de Costa.

Costa é que não acusou o toque e não se corrigiu.