Aliança de Esquerda vence em França

Projeções iniciais dão vitória à Frente Popular e avançam que extrema-direita foi derrotada, mesmo tendo conseguido liderar na primeira volta.

A Frente Popular de Esquerda venceu, este domingo, as eleições em França, na segunda volta, sem maioria absoluta. A coligação do presidente Emmanuel Macron, a Ensemble, deverá ficar em segundo lugar e a extrema-direita em terceiro lugar.

As projeções inicias contrariam as sondagens reveladas ao longo da última semana, que atribuiam vitória à extrema-direta francesa, que foi vitoriosa na primeira volta.

A aliança de esquerda conseguiu ultrapassar a União Nacional, que liderou intenções de voto na primeira volta, estando à frente da coligação do presidente Emmanuel Macron, que poderá vir a ter entre 175 a 205 deputados no parlamento francês. 

Jordan Bardella, o candidato a primeiro-ministro pela União Nacional, criticou a aliança criada pela esquerda que serviu para “impedir o verdadeiro voto dos franceses”.

“Ficámos sem um governo para agir e levantar França dos seus reais problemas. A coligação vai levar o país para um beco sem saída” alertou o político de extrema-direita ao reagir às primeiras projeções.