Desporto

“Mourinho tinha uns papéis à frente e disse: 'uma assistência, zero golos, 10 recuperações'”

Ex-jogador do Chelsea revela o que o técnico português lhe disse no momento de abandonar o clube.

Kevin de Bruyne, atualmente a representar o Manchester City, revelou que por apenas duas vezes falou com José Mourinho aquando da sua passagem pelo clube de Londres.

"Falou-se muito na imprensa sobre a minha relação com José Mourinho, mas a verdade é que só falei com ele duas vezes. O plano sempre foi emprestar-me", disse ao site ‘The Players Tribune’.

O jogador recorda uma mensagem de Mourinho depois de ter sido emprestado por duas épocas. “Vais ficar. És parte desta equipa", disse na altura o treinador português.

"Eu acreditei que entrava nos planos dele", disse de Bruyne. A verdade é que após a primeira metade da temporada teve nova conversa com o treinador. "Mourinho chamou-me ao seu gabinete, pegou nalguns papéis e disse: 'uma assistência, zero golos, 10 recuperações'. Demorei um pouco a perceber o que estava a dizer. Começou a ler as estatísticas de Willian, Oscar, Mata, Schürrle... Estava à espera que eu respondesse que eles tinham jogado 15 ou 20 partidas e eu apenas três. Disse-lhe que sentia que o clube não me queria, que eu queria jogar futebol e que preferia que me vendessem".