Internacional

Ex-Presidente do Peru dispara sobre si próprio antes de ser detido e acaba por morrer no hospital

Investigado por corrupção no caso da construtora brasileira Odebrecht

O antigo Presidente do Peru, Alan Garcia, disparou sobre si próprio, esta quarta-feira, antes de ser preso pela polícia. Quando as autoridades chegaram a casa de Garcia para o deter, este alvejou-se no pescoço.

O ex-chefe de estado, de 69 anos, foi transportado para o hospital onde foi submetido a uma cirurgia de emergência, segundo a Reuters.

Já a imprensa local, citada pela RT, está a avançar que Garcia não terá resistido aos ferimentos, acando por morrer.

Garcia era um dos quatro ex-chefes de Estado do Peru sob investigação devido a suspeitas de terem recebido subornos da construtora brasileira Odebrecht.  Os restantes três antigos Presidentes que estão na mira das autoridades são Alejandro Toledo, Ollanta Humala e Pedro Pablo Kuczynski.

Alan Garcia esteve à frente do país de 1985 a 1990 e novamente entre 2006 e 2011.

O antigo Presidente negou todas as acusações de corrupção e alegou estar a ser vítima de perseguição política.

[notícia atualizada ÀS 16h15]