Sociedade

Homem detido por violência doméstica tinha dez armas de fogo em casa

O idoso será controlado por pulseira eletrónica e estará proibido de adquirir ou utilizar quaisquer armas ou munições, sendo que terá de entregar as que possui no prazo de 10 dias.

Um homem de 65 anos foi detido na quinta-feira, em Torre de Moncorvo, no distrito de Bragança. Em causa está o crime de violência doméstica, sendo que ficou provado que o suspeito “agredia e exercia coação física contra a sua cônjuge”, tal como se pode ler no site oficial da GNR.

Os militares realizaram duas buscas, à residência e ao veículo do alegado agressor, e apreenderam as seguintes armas: uma pistola, calibre 6.35mm, com o respetivo carregador; uma espingarda carabina, calibre 22 e uma arma de ar comprimido de calibre 4.5mm. Foram encontrados também 50 munições de vários calibres; 47 cartuchos calibre 12; uma caixa de chumbos calibre 4,5mm e sete armadilhas de caça.

O indivíduo foi presente ao Tribunal Judicial de Torre de Moncorvo e não poderá comparecer na residência onde habita a vítima, contactar por qualquer meio com a mesma nem aproximar-se a menos de 300 metros da companheira. Será também controlado por pulseira eletrónica e estará proibido de adquirir ou utilizar quaisquer armas ou munições, sendo que terá de entregar as que possui no prazo de 10 dias.

Nesta investigação, a GNR foi auxiliada pelo Núcleo de Investigação Criminal e da Esquadra de Cavalaria do Destacamento Territorial de Torre de Moncorvo.