Internacional

Boko Haram 'mostra' raparigas raptadas

O grupo terrorista Boko Haram divulgou um novo vídeo no qual, supostamente, surgem as raparigas nigerianas raptadas no mês passado, avança a Aljazeera. Os terroristas afirmam que as sequestradas converteram-se ao Islamismo e não serão libertadas até que todos os membros do grupo que estão presos na Nigéria sejam soltos.


No vídeo, obtido pela agência AFP, Abubakar Shekau, líder da organização terrorista, fala durante 17 minutos e mostra o que ele diz serem 130 das mais de 200 meninas raptadas, usando um hijab completo (fato que as tapa da cabeça aos pés) e a rezar.

As meninas foram sequestradas no passado dia 14 de Abril, enquanto se encontravam na escola pública de Chibok, no estado de Borno, e levadas para as florestas na fronteira entre a Nigéria e os Camarões. Cinquenta e três conseguiram escapar e outras 276 continuam desaparecidas.

Raparigas avistadas

O jornal nigeriano Punch revelou no domingo que existem “fortes indícios” de que o grupo terrorista Boko Haram terá levado as mais de 200 raparigas raptadas para a aldeia de Birao, no Norte da República Centro-Africana.

“Segundo os testemunhos de vários habitantes daquela localidade, as raparigas chegaram na quarta-feira, dia 30 de Abril, a Birao”, lê-se no relatório divulgado pelo site francês Jeune Afrique.

SOL