Internacional

Política espanhola assassinada na rua

Isabel Carrasco, líder do governo da região espanhola de Castela e Leão, foi hoje assassinada a tiro nas ruas da cidade de Leão, quando regressava a casa pouco depois das 17 horas locais. A polícia espanhola deteve um casal suspeito e o ministério do Interior aponta para a hipótese de uma «vingança pessoal».

 

Três tiros foram disparados numa ponte sobre o rio Bernesga, no centro da cidade, num momento em que a rua estava repleta de pessoas, relatam várias testemunhas aos jornais espanhóis.

Aos 59 anos, Isabel Carrasco era a líder do Partido Popular na região e chefiava o governo regional de Castela e Leão desde 2007.

Mariano Rajoy, presidente do Governo espanhol e líder nacional do PP, anunciou o cancelamento de todas as acções de campanha para as eleições europeias nos próximos dias, numa atitude já seguida pelos rivais socialistas e pela Esquerda Unida.

nuno.e.lima@sol.pt