Economia

Gestão do Barclays investigada

A antiga equipa de gestão do Barclays vai ser interrogada pelo Serious Fraud Office. 

Em causa está o papel desempenhado pela liderança do banco durante a crise financeira de 2008, durante a qual preferiu recorrer a financiamento do Qatar, em vez de um resgate do Governo. O antigo administrador Bob Diamond e outras altas figuras são suspeitas de corrupção e serão chamadas a depor perante o departamento britânico de combate à fraude.

O regulador financeiro britânico já anunciara que irá multar o Barclays em 50 milhões de libras pelo facto de a instituição bancária não ter revelado ter pago 322 milhões de libras em honorários a investidores do emirado.  

É a mais recente notícia a ensombrar o banco britânico, uma semana após ter anunciado o despedimento de 14 mil funcionários e a saída de Portugal, Espanha, França e Itália.

Em Abril a actual administração ficou debaixo de fogo ao aprovar um aumento de 10% em bónus para os altos quadros. Num ano em que o banco perdeu 32% de lucro, os gestores foram premiados com 2,4 mil milhões de libras.

cesar.avo@sol.pt