Economia

Lucro da EDP cai 12% para 296 milhões de euros

Nos três primeiros meses do ano a EDP registou um resultado líquido de 296 milhões de euros, menos 12% face aos resultados obtidos no mesmo período de 2012.

Em comunicado enviado hoje à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) a energética liderada por António Mexia justifica esta descida dos lucros com "o impacto da reforma energética em Espanha, efeitos cambiais e outros impactos não recorrentes verificados em 2013".

O EBITDA (resultado antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) também recuou 5% para de 1.030 milhões de euros.

Na semana passada a EDP Renováveis  também apresentou uma descida de 27% do seu lucro no primeiro trimestre para 66 milhões de euros, impulsionada pelo impacto negativo da reforma energética em Espanha, o segundo maior mercado da subsidiária da EDP.

O documento apresentado pela energética revela ainda que, de acordo com o definido no Orçamento de Estado para 2014, a EDP contribuiu com 15 milhões de euros para a contribuição extraordinária a aplicar ao sector energético em Portugal.

sara.ribeiro@sol.pt