Vida

Pamela Anderson violada por sete rapazes aos 12 anos

Pamela Anderson lançou na sexta-feira passada uma fundação de defesa de direitos humanos, animais e ambiente. E fez um discurso bombástico para chamar a atenção para o problema dos abusos sexuais, revelando que foi vítima de uma violação em grupo quando tinha apenas 12 anos.

A antiga estrela da série Baywatch resolveu falar pela primeira vez em público sobre os abusos sexuais que sofreu logo no início da vida.

Pamela afirma ter sido sexualmente abusada por uma ama, entre os seis e os 10 anos, e violada por um grupo de rapazes aos 12.

Clique aqui para ver a fotogaleria

“O meu namorado do 9.º ano achou que seria divertido violar-me (com seis amigos)”, confessou a actriz no discurso de lançamento da Pamela Anderson Foundation, explicando que estas experiências fizeram com que tivesse “dificuldades em confiar nas pessoas” e que chegasse a questionar-se sobre o porquê de estar viva.

Para proteger a mãe, a actriz, hoje com 46 anos, decidiu manter os abusos de que foi vítima em silêncio.

Com um “pai alcoólico” e uma mãe que se divida entre empregos como empregada de mesa, Pamela assume não ter tido uma infância fácil, mas assegura ter tido “pais carinhosos”, que a tentavam “manter segura, apesar de o mundo não ser um local seguro”.

Veja aqui a Fundação de Pamela Anderson

SOL