Cultura

Jazz de combate na Parede

Esta segunda-feira (21h30) há jazz na Parede. O baterista dinamarquês Stefan Pasborg lidera Free Moby Dick, um grupo nórdico que recria clássicos do rock em modo free jazz. Com este concerto abre-se o ciclo Combat Jazz Series na centenária Sociedade Musical União Paredense (SMUP), na Parede, Cascais. 

Jazz de combate na Parede

O jovem e premiado baterista junta um saxofonista lituano, Liudas Mockunas, um saxofonista finlandês, Mikko Innanen, e um baixista dinamarquês, Nicolai Munch-Hansen, para dar nova alma a temas de Led Zeppelin, Black Sabbath, King Crimson, Rolling Stones, Tom Waits e White Stripes.

O Combat Jazz Series é organizado pela editora Clean Feed, que também aqui inicia um novo ciclo, e pretende apresentar uma alternativa (como se lê no manifesto) ao jazz “confortável e sem surpresas, com swing e temas bonitinhos”.

Após o concerto desta segunda-feira, segue-se o quarteto norueguês Cortex (dia 11) e o trio belga Baloni (17) – ambas as formações irão actuar também em Lisboa no festival Jazz im Goethe-Garten – e os Gorilla Mask (dia 20).

cesar.avo@sol.pt

Os comentários estão desactivados.