Economia

Renováveis representam 82% do consumo de electricidade

Nos cinco primeiros meses do ano as renováveis mantiveram-se como a principal fonte de electricidade, representando 82% do consumo em Portugal Continental.

Segundo os dados divulgados hoje pela Associação de Energias Renováveis (APREN), em termos mensais, o mês de Maio «apresenta uma alteração importante pois a PRE Renovável (produção em regime especial) foi pela primeira vez este ano a primeira fonte de abastecimento do consumo eléctrico nacional».

Para tal, «contribuiu o facto de a produção eólica ter recuperado do valor mais baixo de 2014, registado em Abril, e o contínuo crescimento da electricidade de origem solar fotovoltaica, apesar do seu contributo ser de uma escala muito inferior às restantes fontes», explica a APREN em comunicado.

Em termos acumulados, até Maio a Grande Hídrica foi a principal fonte de produção de electricidade, contabilizando mais de 40% do consumo, seguida  da PRE Renovável.

A produção eólica teve um peso de 28,4%, seguindo-se a biomassa (inclui biogás e resíduos sólidos urbanos) com 5,2%.

Já as pequenas centrais hídricas registara uma fatia  de 4,4%, enquanto a solar fotovoltaica continua a aumentar a sua produção representando 0,9% do consumo. 

sara.ribeiro@sol.pt