Economia

Lucro da H&M cresceu para 645 milhões de euros

O lucro Hennes & Mauritz (H&M) cresceu 23% no segundo trimestre para 5,81 mil milhões de coroas suecas (645,4 milhões de euros), em relação a igual período do ano anterior, indicou a empresa sueca. 

O presidente da H&M, Karl-Johan Persson, justificou o aumento do lucro devido às novas colecções de primavera, as quais "foram bem recebidas pelos clientes", refere em comunicado.

No segundo trimestre do exercício anterior, também concluído a 31 de Maio, a H&M alcançou um lucro de 4,65 mil milhões de coroas suecas (518 milhões de euros).

O resultado líquido foi impulsionado pelas vendas da empresa que registaram no terceiro trimestre do ano um aumento de 15% para 31,6 mil milhões de coroas suecas.

As vendas, além das realizadas através da Internet, que também cresceram, subiram sobretudo na Ásia, mas igualmente em mercados europeus como a Alemanha, França e a Itália.

A contribuir para o aumento do lucro, no período em análise, há a destacar a estabilização dos preços do algodão, segundo refere em comunicado do maior retalhista na área do vestuário e acessórios europeu.

"Os efeitos de factores externos que anteriormente eram significativamente negativos, como o preço de algodão, foram mais ou menos neutralizados", conclui a H&M.

Lusa/SOL