Internacional

Antigo assessor de David Cameron condenado por escutas ilegais

Andy Coulson, o antigo director de comunicações do primeiro-ministro britânico, foi esta terça-feira considerado culpado por escutas telefónicas ilegais realizadas enquanto foi director do extinto tabloide News Of The World.

No mesmo julgamento, a antecessora de Coulson na direcção do polémico jornal, Rebekah Brooks, foi ilibada de todas as acusações.

Coulson aguarda agora pela leitura da sentença, que deverá ser de prisão efectiva.

O escândalo levou ao fim do jornal do multimilionário Rupert Murdoch, o maior do mundo em língua inglesa e também um dos mais antigos, publicado entre 1843 e 2011.

Entre os alvos das escutas ilegais estão personalidades britânicas internacionais, vítimas de crimes e membros de anteriores governos.

O Guardian e boa parte da imprensa britânica afirmam que a condenação de Coulson penaliza politicamente David Cameron, que convidou o antigo director do tabloide para o Governo em 2010.