Desporto

Estrelas do Gana expulsas antes do duelo com Portugal

Um deu uma bofetada a um membro da comitiva do Gana e outro insultou verbalmente o seleccionador do Gana, Kwasi Appiah. Sulley Muntari e Kevin-Prince Boateng foram suspensos por "tempo indeterminado" da selecção do seu país devido a actos de indisciplina. As creditações já foram retiradas e os dois jogadores vão falhar o embate decisivo frente a Portugal.


De acordo com o relato de Boateng à revista alemã Sport-Bild, tudo começou com uma simples 'brincadeira'. O jogador estaria a divertir-se com Montari, em pleno treino, quando foi advertido pelo seleccionador, que os mandou para o balneário. No calor do momento, não se conteve: "Fui ter com ele e perguntei-lhe o que é que tinha contra mim e ele começou a gritar comigo e insultou-me", defendeu-se o médio.

Já a Federação Ganesa de Futebol, que emitiu esta quinta-feira o seu parecer oficial, refuta esta versão dos acontecimentos e atira-se a Boateng. "Não mostrou remorsos pelas suas acções, daí resultando esta decisão", pode ler-se no comunicado.

Quanto a Muntari, a suspensão tem contornos diferentes. O jogador, que já estava de fora do embate com Portugal devido à acumulação de amarelos, chegou a vias de facto com Moses Armah, membro do Comité Executivo da FGF. Em causa parecem ter estado os prémios de jogo oferecidos aos jogadores do Gana pela participação no Mundial-2014.