Internacional

Interrompida extracção do combustível em Fukushima para manutenção

A Tokyo Electric Power (Tepco) anunciou ter suspendido por pouco mais de dois meses a extracção de combustível nuclear do tanque do reactor 4 da central nuclear acidentada de Fukushima Daiichi para efeitos de manutenção.

A extracção foi suspensa desde 1 de Julho até Setembro, confirmou hoje um porta-voz da Tepco, gestora do complexo nuclear atingido pelo tsunami de 11 de Março de 2011.

O objectivo da paragem é realizar uma manutenção dos equipamentos e sistema de extracção que funcionam quase ininterruptamente há seis meses.

Retirar combustível de um tanque de desactivação é uma tarefa corrente em centrais nucleares, mas esta é a primeira vez que uma operação desta natureza decorre numa fábrica acidentada, em que os técnicos têm de proteger-se da radioactividade.

O acidente nuclear de 11 de Março de 2011 foi o mais grave desde Chernobil, na Ucrânia, em 1986 e 50.000 pessoas que viviam nas imediações do complexo continuam sem poder regressar a casa devido às elevadas radiações que afectaram também a agricultura, criação de gado e a pesca na região.

Lusa/SOL