Desporto

Rui Costa escapa a razia no Tour, Froome não

Chirs Froome está fora da Volta a França. O ciclista britânico, vencedor no ano passado e principal candidato à vitória a par de Alberto Contador, não resistiu a uma queda na etapa de hoje e teve de abandonar.


Este quinto dia de corrida prometia fazer estragos na luta pela classificação geral e assim foi. Com o final de etapa a passar pelos troços de macadame da clássica Paris-Roubaix, as quedas e os cortes no pelotão eram uma certeza, mas Rui Costa passou incólume. 

O piso molhado agravou ainda mais as condições de corrida e quem aproveitou foi o italiano Vicenzo Nibali, agora o grande rival de Contador na luta pela camisola amarela. O ciclista espanhol perdeu mais de dois minutos e meio para o adversário directo, que cimentou a liderança graças a um trabalho soberbo dos seus companheiros de equipa.

Rui Costa, que cedo ficou sem companheiros a seu lado, aguentou-se firme no grupo onde seguiam os restantes candidatos ao top-10, do qual Contador descolou nos últimos quilómetros. O português da Lampre chegou com Alejandro Valverde, o seu anterior chefe-de-fila na Movistar, na 25.ª posição, 2m09s depois de Nibali. É agora 13.ª na geral, com o mesmo do 10.º, a 2m11s do camisola amarela. Já Contador caiu para 19.º, com um atraso de 26 segundos para Rui Costa.

A etapa foi ganha pelo holandês Lars Boom, da equipa Belkin, que no último troço de piso de paralelo escapou à companhia de Nibali e de Jakob Fuglsang. O italiano não só segurou a liderança como Fuglsang, seu colega na Astana, é agora o segundo da geral.

Tiago Machado, o segundo melhor português em prova, foi hoje o 56.º a cortar a meta e segue no 26.º posto, a quase quatro minutos de Nibali.

rui.antunes@sol.pt