Cultura

Diário dos Imperfeitos: o amor e as relações humanas a partir de hoje no Trindade

A ASTA – Associação de Teatro e Outras Artes leva hoje à sala estúdio do Teatro da Trindade, em Lisboa, a peça Diário dos Imperfeitos, uma criação baseada na obra homónima do escritor João Morgado, galardoada com o Prémio Literário Virgílio Ferreira em 2012.

Com encenação e dramaturgia de Marco Ferreira e produção da ASTA, Diário dos Imperfeitos é, como a obra do escritor covilhanense, uma criação sobre "o amor e a complexidade das relações entre as pessoas", define o produtor e actor Sérgio Novo.

"Trata-se de uma exaltação do amor", mas também "do seu corpo, o desejo. Sobre o termos de ser felizes nem que seja por um instante". No fundo, continua o produtor, sobre "a vida e os sentimentos que todos temos de amor fraternal, de buscas, de imperfeições, de desejo, de luta entre o bem e o mal".

Depois da estreia no Teatro Municipal da Covilhã em Novembro de 2013, onde já esteve mais de 20 vezes em cena, Diário dos Imperfeitos passou por cidades de todo o país: Aveiro, Santa Maria da Feira, Fundão, Leiria e Armação de Pêra são algumas das cidades que acolheram "extraordinariamente bem" a proposta da ASTA.

Chega agora ao Trindade esta viagem "intimista e interior", que explora as emoções das diferentes personagens sobre algo tão complexo e tão imperfeito como o amor, em todas as suas formas.

Para ver a partir de hoje e até sábado (12 de Julho), às 21h45, na sala estúdio.

sonia.balasteiro@sol.pt