Vida

Rui Reininho: 'Tive um ataque de ansiedade'

Rui Reininho explicou esta segunda-feira ao SOL o que se passou na última gala do ‘The Voice’, revelando que sofreu um “ataque de ansiedade” e que foi esse o motivo que o levou a abandonar o programa da RTP em directo. 

“Estava a ver que caía para o lado (…) Ainda tentei usar os meus métodos de pseudo-ioga, mas não resultou (…) Passei-me um bocado e tive de sair, nem me lembro de ter feito o caminho para o camarim”, disse o vocalista dos GNR ao SOL. “Quando começo a falar, estou a falar para mim mesmo”, acrescenta, justificando assim as frases que se ouvem segundos antes da sua saída. 

Reininho fez questão de desmentir os rumores “maldosos” que circulam sobre a hipótese do cantor ter bebido demais. “Estive a ver a bola com malta da produção e não consumi bebidas brancas. Lá [na RTP] são muito rígidos em relação a isso”, explicou.

O vocalista disse ainda que não existe qualquer atrito com os companheiros do programa. “Não foi nada pessoal e não me peguei com ninguém. Tenho uma relação de amizade próxima com a Catarina [Furtado] e os meus colegas do júri foram ter comigo ao camarim dar-me apoio. O Mickael [Carreira] deu-me um abraço e a Mariza [Liz] também”, revelou.

“Parece-me que já está tudo bem. Falei com quem tinha que falar sobre o assunto, à excepção da Catarina e do Vasco [Palmeirim], mas já lhe enviei uma mensagem”, afirmou Reininho, acrescentado que nunca faria nada que “prejudicasse” os jovens de quem é mentor naquele concurso de talentos musicais.

joana.alves@sol.pt