Internacional

Bandeira com suástica sobrevoa Nova Iorque

Não é uma ofensiva militar nem uma provocação nazi. Um avião a puxar uma bandeira com uma suástica sobrevoou Coney Island e Rockaway, em Nova Iorque, apenas para mostrar às pessoas que o símbolo muitas vezes conotado com Adolf Hitler e a II Guerra Mundial é de paz e não de violência e racismo.

Bandeira com suástica sobrevoa Nova Iorque

O insólito aconteceu no sábado, quando milhares de nova-iorquinos e turistas aproveitavam o fim-de-semana naquelas zonas costeiras, sendo surpreendidos com a bandeira a sobrevoar os céus. Muitos ficaram incomodados e ofendidos com a iniciativa ‘pacifista’ do site proswastika.org, associado ao Movimento Raeliano.

“A suástica é um dos símbolos mais antigos da Terra e pode ser encontrado em todas as religiões, tradições e continentes”, defende o site, que luta por melhorar a imagem da ‘cruz gamada’. A bandeira que sobrevoou Nova Iorque foi o culminar da ‘Semana Internacional da Reabilitação da Suástica’.

Por outro lado, o Movimento Raeliano, que está por trás da iniciativa, tem outras motivações e mensagens a passar. Fundado em 1974, pelo francês Claude Vorilhon, o movimento acredita que os seres humanos foram criados por extraterrestres, que visitaram a Terra há milhares de anos, sendo a suástica um símbolo deixado por esses seres em várias partes do mundo.

Vorilhon disse ter sido contactado por extraterrestres, que lhe revelaram essa ‘mensagem’, em Dezembro de 1973, passando a ser conhecido como Raël. Os raelianos serão cerca de 90 mil actualmente, espalhados por 90 países, incluindo Portugal.

emanuel.costa@sol.pt

Os comentários estão desactivados.