Economia

Interrogatório a Salgado interrompido para almoço, recomeça às 14 horas

O interrogatório ao ex-presidente executivo do Banco Espírito Santo (BES), que está hoje a ser ouvido na qualidade de arguido pelo juiz Carlos Alexandre, no Tribunal Central de Instrução Criminal, foi interrompido para almoço e recomeça às 14 horas.

Fonte do Tribunal Central de Instrução Criminal disse que o primeiro interrogatório judicial a Ricardo Salgado foi interrompido cerca das 13h, estando previsto recomeçar pelas 14h.

A audição a Ricardo Salgado ocorre no âmbito da "Operação Monte Branco", que investiga a maior rede de branqueamento de capitais em Portugal.

Em nota enviada à comunicação social, a Procuradoria-Geral da República confirmou a detenção de Ricardo Salgado.

"No âmbito do Processo Monte Branco, o Ministério Público (DCIAP) tem vindo a realizar várias diligências que culminaram com a detenção de Ricardo Salgado no dia de hoje", refere a nota da PGR.

Fonte ligada ao processo referiu que a investigação foi desencadeada pelo Ministério Público com a colaboração de inspectores tributários.

A detenção de Ricardo Salgado surge na sequência de buscas efectuadas na quarta-feira a várias entidades do Grupo Espírito Santo.

SOL/Lusa